UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Dúvidas Frequentes

Você está em: Outros Ingressos > Vagas Ociosas > Dúvidas Frequentes

Relacionamos a seguir algumas dúvidas frequentes e as respectivas respostas sobre ocupação de vagas ociosas dos cursos presenciais de graduação da UFJF.

Questões sobre:   Dúvidas gerais

                              Ingresso de excedentes dos processos seletivos originário

                              Reinscrição ao curso de origem

                              Mudança de curso e de campus

                              Transferência de IES 

                              Ingresso de Graduado

 

 

1.1) Há prioridade entre as modalidades de ocupação de vagas ociosas?

Não. A coordenação de curso distribui as vagas ociosas entre as modalidades de ingresso, conforme constará no respectivo edital do processo seletivo de ocupação de vagas ociosas.

1.2) Posso me inscrever em mais de uma modalidade ou para concorrer às vagas de mais de um curso?

Não. Cada candidato poderá se inscrever para concorrer somente às vagas de uma modalidade de ingresso oferecida por um curso.

1.3) Quando é divulgado o edital de vagas ociosas?

Não há data definida para divulgação dos editais de vagas ociosas. Dessa forma, os interessados devem acompanhar as notícias divulgadas no portal da UFJF e na página da CDARA.

1.4) Aprovado o pedido de ocupação de vaga ociosa, como é feita a matrícula nas disciplinas?

A matrícula nas disciplinas é feita pelo próprio aluno no SIGA, sob orientação da coordenação de curso ou, caso já tenha terminado o prazo os alunos realizarem sua matrícula pelo SIGA, pela própria coordenação de curso.

1.5) Estou em outra cidade e não poderei ir à UFJF. Como posso fazer para me inscrever no processo de vagas ociosas?

Considerando que para inscrição no processo de vagas ociosas será necessário entregar apenas cópia dos documentos para inscrição, o candidato poderá enviar estes documentos escaneados por e-mail para o seu procurador (pessoa que realizará a inscrição presencial pelo candidato).

O procurador deverá imprimir os documentos para inscrição (incluindo a respectiva procuração e documento de identidade do candidato), juntar uma cópia do documento de identidade do procurador e entregá-los presencialmente na Central de Atendimento da UFJF no período de inscrições previsto no respectivo edital.

 

 

2. Ingresso de excedentes dos processos seletivos originários

2.1) Estou na lista de espera do PISM, SiSU ou Vestibular e não fui convocado em nenhum dos respectivos editais de reclassificação. Há possibilidade de eu ser convocado em edital de vagas ociosas?

Não. Havendo no próximo edital de vagas ociosas vagas para excedentes dos processos seletivos originários, estas serão destinadas aos candidatos da lista de espera dos processos seletivos correspondentes ao semestre letivo de ingresso do respectivo edital de vagas ociosas.

Havendo essas vagas no edital de vagas ociosas 1/2019, por exemplo, as mesmas serão destinadas aos candidatos do SiSU 1/2019 e PISM/Vestibular 2019.

 

2.2) Os candidatos excedentes do PISM e do SiSU precisarão se inscrever no processo de vagas ociosas para concorrer às vagas para excedentes dos processos públicos originários?

Não. Os candidatos da lista de espera da edição do PISM e do SiSU indicados no edital de vagas ociosas não precisarão se inscrever no processo de vagas ociosas para concorrer a estas vagas.

O candidato excedente deverá acompanhar a publicação dos editais de reclassificação do respectivo processo seletivo (divulgados no site da CDARA) e, caso convocado, seguir as orientações para matrícula divulgadas também no site da CDARA.

 

 

3. Reinscrição ao curso de origem

3.1) Perdi o vínculo com curso diurno da UFJF e quero solicitar reinscrição. Porém, no edital de vagas ociosas, tem vaga somente para o noturno do mesmo curso. Posso solicitar reinscrição mesmo havendo vaga somente para turno diferente do qual estava matriculado?

Não. As vagas dos turnos diurno e noturno de um mesmo curso não se confundem, portanto, o pedido de reinscrição será indeferido se não houver vaga no edital de vagas ociosas para modalidade “reinscrição ao curso de origem” no mesmo curso e mesmo turno ao qual o interessado estava vinculado.

 

 

4. Mudança de Curso e de Campus

4.1) Como é feito o cálculo se o aluno cursou no mínimo 20% e no máximo de 80% do curso de origem?

Este cálculo é feito pela comparação entre a carga horária concluída com aproveitamento (conforme registros do histórico escolar atual, apresentado na inscrição do processo de vagas ociosas) e a carga horária total prevista na grade curricular para integralização do curso ao qual está matriculado.

A carga horária total da grade curricular é a soma da carga horária de todas as atividades que o aluno deverá cumprir para conclusão do seu curso (que poderá incluir disciplinas obrigatórias, disciplinas eletivas, disciplinas opcionais, estágio obrigatório, trabalho de conclusão de curso, atividades completares, etc.).

Para este cálculo, a carga horária concluída em atividades eletivas e opcionais é considerada até o total previsto na respectiva grade curricular. Por exemplo, se o curso tem 120h de disciplinas opcionais e, entretanto, o aluno cursou 180h, será considerado, para cálculo do percentual de conclusão do curso, somente as 120h previstas na grade, sendo desconsideradas as 60h excedentes.   

Dessa forma, o percentual de conclusão de curso não está necessariamente associada ao número de períodos letivos cursados.

 

4.2) Sou aluno de curso da UFJF que não consta na relação de cursos de mesma área do curso que pretendo ingressar. Posso, mesmo assim, concorrer às vagas da modalidade de mudança de curso na mesma área?

Não. Será indeferida a inscrição na modalidade “Mudança de curso na mesma área (no mesmo campus ou entre campi)” se o interessado não for aluno de curso da UFJF relacionado no edital de vagas ociosas como de mesma área para fins de mudança de curso para o respectivo curso pretendido. Neste caso, não haverá possibilidade de alterar o curso pretendido ou a modalidade de mudança de curso, indicados no ato da inscrição no processo de vagas ociosas.

 

4.3) Sou aluno de curso de segundo ciclo. Posso solicitar mudança de curso?

Não. Conforme o Regulamento Acadêmico de Graduação – RAG a mudança de curso pode ser pleiteada somente por alunos que ingressaram por processo seletivo originário (PISM, SiSU ou Vestibular) no curso ao qual estão atualmente vinculados.

Dessa forma, é vedada a mudança de curso de aluno matriculado em curso de segundo ciclo ou curso de mesma Área Básica de Ingresso de curso já concluído na UFJF (cujo ingresso se deu conforme previsto nos Artigos 4º e 12º do RAG).

Nestes casos, estes alunos poderão se inscrever nas modalidades de ingresso para obtenção de outra graduação.

 

4.4) Alunos de cursos EAD podem solicitar mudança de curso para cursos presenciais?

Sim. Nas regras para ocupação de vagas ociosas dos cursos presenciais de graduação da UFJF não há distinção entre alunos originários de cursos presenciais ou modalidade EAD.

 

4.5) Estando com a matrícula trancada posso solicitar mudança de curso?

Sim. O candidato à mudança de curso ou de campi deve, dentre outras condições, na data de inscrição no processo de vagas ociosas e na data de deferimento do pedido ter vínculo regular com a UFJF, ou seja, deve estar matriculado em disciplinas ou com a matrícula trancada no semestre letivo em curso.

 

4.6) Desisti da mudança de curso. O que posso fazer?

Caso a inscrição no processo de vagas ociosas ainda esteja em análise, o candidato poderá protocolar (na Central de Atendimento) pedido de cancelamento da sua solicitação de mudança de curso.

Entretanto, se a mudança já tiver sido efetivada, não haverá possibilidade de cancelamento da mudança de curso. Neste caso, o retorno ao curso de origem exigirá aprovação em novo processo seletivo originário (SiSU).

 

4.7) Aprovada a mudança de curso, o aluno deverá apresentar novamente os documentos para matrícula?

Não. Neste caso, não é solicitado ao aluno que apresente novos documentos pessoais para matrícula no novo curso.

Deferido o pedido de mudança de curso, a CDARA realiza no SIGA a alteração do número de matrícula, e a matrícula nas disciplinas do semestre letivo em curso migrarão para a nova matrícula. Assim, caberá ao aluno apenas solicitar o ajuste de matrícula à coordenação de curso, caso necessário.

 

4.8) Se conseguir a mudança de campus para curso de mesma nomenclatura, ingressarei em qual “período” do curso pretendido?

Cada curso da UFJF possui seu próprio projeto pedagógico e não são organizados por períodos, mas por disciplinas. 

Dessa forma, o aluno que mudar de campus da UFJF para curso de mesma nomenclatura não ingressará necessariamente no “período” do curso pretendido correspondente ao “período” que estava matriculado no campus de origem.

Deferida a mudança de campus, o aluno ingressará no currículo mais recente do curso pretendido. Inicialmente, as disciplinas cursadas no campus de origem constarão no novo histórico escolar como disciplinas “optativas”, uma vez que são disciplinas com código diferente das previstas no currículo atual do aluno.

A coordenação do novo curso, mediante solicitação do aluno, analisará a possibilidade de aproveitamento das disciplinas cursadas no campus de origem, deferindo a dispensa de disciplinas obrigatórias ou eletivas da grade curricular atual que tenham o mesmo conteúdo e carga horária das disciplinas cursadas, conforme Capítulo III do Regulamento Acadêmico de Graduação – RAG.

Efetivado o aproveitamento das disciplinas cursadas que são compatíveis com sua grade curricular do novo curso (conforme parecer da coordenação de curso) o aluno deverá cursar o restante das disciplinas e atividades curriculares da sua grade curricular. Dessa forma, o aluno poderá cursar, em um semestre letivo, disciplinas de “períodos” diferentes do curso.

 

4.9) Mudei de curso mas não quero que conste no histórico atual todas as disciplinas cursadas no curso anterior. Posso solicitar a remoção do histórico atual de disciplinas cursadas antes da mudança de curso?

Não. Conforme previsto no Regulamento Acadêmico de Graduação, o histórico do curso de origem constará também no histórico do novo curso, não sendo facultado ao aluno, portanto, solicitar a remoção de qualquer registro do histórico.

 

4.10) Posso mudar para o outro turno do meu curso?

Não se confundem as vagas dos turnos diurno e noturno de um mesmo curso, portanto, a mudança do diurno para o noturno do mesmo curso, por exemplo, requer aprovação em novo processo seletivo (mudança de curso por edital de vagas ociosas ou novo ingresso pelo SiSU).

 

4.11) Ingressei na UFJF por transferência ou ingresso para obtenção de outra graduação. Posso solicitar mudança de curso?

Não. Somente alunos que ingressaram na UFJF por processo seletivo originário (PISM, SiSU ou Vestibular) podem pleitear mudança de curso. Dessa forma, os alunos que ingressaram na UFJF por processo de vagas ociosas ou por transferência obrigatória não podem requerer mudança de curso.

 

4.12) Já mudei de curso por processo de vagas ociosas. Posso solicitar uma nova mudança de curso?

Não. A mudança de curso por processo de vagas ociosas pode ser deferida somente uma vez, considerando que uma das condições é o ingresso originário (por PISM, SiSU ou Vestibular) no curso ao qual está atualmente vinculado na UFJF.

 

 

5. Transferência de Instituição de Ensino Superior – IES

5.1) Como é feito o cálculo se o aluno cursou no mínimo 20% e no máximo de 80% do curso de origem?

Ver pergunta número 4.1

5.1) Alunos de cursos EAD podem solicitar transferência para cursos presenciais da UFJF?

Sim. Nas regras para ocupação de vagas ociosas dos cursos presenciais de graduação da UFJF não há distinção entre alunos originários de cursos presenciais ou modalidade EAD.

5.2) Não realizei o ENEM nos últimos 5 anos, posso me inscrever na modalidade transferência de IES?

Sim. No entanto, a solicitação de ingresso será indeferida, (sem possibilidade de devolução da taxa de inscrição) se o número de candidatos inscritos for superior ao número de vagas disponíveis, considerando que a classificação dos candidatos destas modalidades ocorre pela nota obtida no ENEM.

5.3) Estando com a matrícula trancada em uma IES posso solicitar transferência para UFJF?

Sim. O candidato à transferência para UFJF deve, dentre outras condições, comprovar (na inscrição no processo de vagas ociosas e no ato da matrícula) vínculo regular com IES, ou seja, deve apresentar comprovante de matrícula em disciplinas ou de trancamento de curso referentes ao semestre letivo em curso na IES de origem na data de inscrição do edital de vagas ociosas e, caso aprovado, da matrícula na UFJF. 

5.4) Sou aluno de curso que não consta na relação de cursos de mesma área do curso pretendido. Posso, mesmo assim, concorrer às vagas para transferência para curso de mesma área?

Nos casos em que o candidato for aluno de curso que não consta no edital de vagas ociosas, na relação de cursos de mesma área do curso da pretendido, a coordenação de curso emitirá parecer, após o recebimento das inscrições dos candidatos a ingresso naquele curso.

Neste caso, a inscrição do candidato poderá ser indeferida em razão do seu curso não ser considerado de mesma área para fins de transferência, conforme análise da respectiva coordenação de curso, sem que haja possibilidade de devolução da taxa de inscrição nem alteração do curso pretendido, indicado no ato da inscrição no processo de vagas ociosas.

5.5) Para cálculo da conclusão mínima de 20% do curso de origem, posso apresentar mais de um histórico escolar (o histórico da IES que estou matriculado atualmente e o(s) histórico(s) de outra(s) IES nas quais já cursei disciplinas)?

Não. O candidato deve comprovar, na inscrição no processo de vagas ociosas, que já cursou no mínimo 20% da carga horária total do currículo pleno do curso ao qual está vinculado na IES de origem.

Portanto, será considerando somente o histórico do aluno na IES que está atualmente matriculado para verificação do percentual de conclusão do curso de origem. Dessa forma, para que seja considerada carga horária cursada em outras IES é necessário que esta carga horária já conste no histórico escolar atual na forma de dispensa de disciplinas (situação em que a atual IES do aluno já tenha deferido o aproveitamento de disciplinas cursadas em outra IES e este aproveitamento já conste no histórico atual do aluno).

5.6) Se conseguir a transferência para UFJF, ingressarei em qual “período” do curso?

Os cursos de graduação da UFJF são organizados por disciplinas, não por períodos. O aluno transferido não ingressará necessariamente no “período” do curso da UFJF correspondente ao período do curso que estava matriculado na IES de origem.

A respectiva coordenação do curso da UFJF analisará a possibilidade de aproveitamento de disciplinas cursadas na IES de origem, conforme Capítulo III do Regulamento Acadêmico de Graduação – RAG.

Efetivado o aproveitamento das disciplinas cursadas na IES de origem que são compatíveis com sua grade curricular na UFJF (conforme parecer da coordenação de curso) o aluno deverá cursar o restante das disciplinas da grade curricular. Dessa forma, o aluno poderá cursar, em um semestre letivo, disciplinas de “períodos” diferentes do curso.

 5.7) Sou aluno de IES estrangeira, posso pedir transferência para UFJF?

Sim, alunos de instituição de ensino superior de outro país também podem se inscrever no processo de vagas ociosas para concorrer às vagas de transferência para UFJF.

Cabe ressaltar, no entanto, que os candidatos oriundos de IES do exterior somente concorrem às vagas para transferência para UFJF se o número de candidatos de IES nacionais for menor que o respectivo número de vagas, conforme ordem de prioridade de ocupação das vagas para transferência, estabelecida no Regulamento Acadêmico de Graduação da UFJF:

Para a ocupação das vagas nas modalidades de transferência, incisos I e II do caput, será
respeitada a seguinte ordem de prioridade para seleção:

I – candidatas ou candidatos provenientes de outras IFES (Instituições Federais de Ensino Superior) nacionais;

II – candidatas ou candidatos provenientes de IES nacionais públicas estaduais e municipais;

III – candidatas ou candidatos provenientes de IES nacionais privadas, comunitárias,
confessionais ou filantrópicas, que sejam bolsistas do ProUni;

IV – candidatas ou candidatos provenientes de IES nacionais privadas, comunitárias,
confessionais ou filantrópicas, que sejam beneficiadas ou beneficiados com bolsas pela instituição de origem ou contemplados pelo Fies;

V – demais candidatas ou candidatos não contemplados nos incisos de I até IV.

 

 

6. Ingresso de Graduado

6.1) O histórico da UFJF solicitado para inscrição em processo de vagas ociosas precisa conter a autenticação da CDARA?

Não. O aluno ou ex-aluno da UFJF pode apresentar o histórico emitido pelo SIGA. Caso, no entanto, o egresso da UFJF não tenha acesso ao SIGA, deverá, com a devida antecedência, solicitar o histórico autenticado pela CDARA.

 

6.2) Não realizei o ENEM nos últimos 5 anos, posso me inscrever na modalidade de ingresso para obtenção de outra graduação?

Sim. No entanto, a solicitação de ingresso será indeferida, (sem possibilidade de devolução da taxa de inscrição) se o número de candidatos inscritos for superior ao número de vagas disponíveis, considerando que a classificação dos candidatos destas modalidades ocorre pela nota obtida no ENEM.

              

6.3) Concluí um curso de graduação, mas não tenho o respectivo diploma. Posso concorrer às vagas destinadas a graduados?

Não. Para concorrer às vagas de ingresso para obtenção de outra graduação o candidato deverá entregar cópia do diploma de graduação registrado no ato da inscrição no processo de vagas ociosas.

O diploma não pode ser substituído por declaração ou certificado de conclusão do curso.

 

6.4) Como ocorre o ingresso para obtenção de outra graduação?

O processo para aproveitamento de disciplinas cursadas e o prazo para integralização do curso são os mesmos dos ingressantes pelos processos originários (PISM e SiSU).

Dessa forma, independente do curso e da instituição de que seja egresso, ainda que da UFJF, o aproveitamento de disciplinas somente poderá ocorrer mediante solicitação do aluno e deferimento da coordenação de curso, conforme previsto no Regulamento Acadêmico de Graduação.

Por exemplo, mesmo que o aluno já tenha concluído Licenciatura em Química na UFJF, se ingressar no Curso de Bacharelado em Química por processo de vagas ociosas somente haverá aproveitamento das disciplinas cursadas mediante processo de aproveitamento de disciplinas, solicitado pelo aluno.

Não se confundem, portanto, o ingresso por processo seletivo de vagas ociosas e ingresso para curso de mesma área básica de ingresso ou nova modalidade.