UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Referências

Você está em: Referências

Nesta aba, segue uma lista sugestiva de livros, capítulos, artigos, ensaios, resenhas etc. que repertoria estudos voltados para a articulação entre teatro e escola:

 

 

ALONSO, B. M. El teatro como herramienta docente. Logroño: Universidad de La Rioja, 2014.

 

ARAUJO, G. G. D.; MONTERO, M. SERVERA, E. T. de. Teatro en la escuela: estrategias de enseñanza. Buenos Aires: Aique, 1998. 

 

ARCOVERDE, S.L.M. A importância do teatro na formação da criança. In: VIII Congresso Nacional de Educação, Educere, anais eletrônicos, p.600-609. Curitiba: 2008.

 

CAVASSIN, J. Perspectivas para o teatro na educação como conhecimento e prática pedagógica. Revista Científica FAP, v. 3, p. 39-52. Curitiba: UNESPAR, 2008.

 

COELHO, M. A. Teatro na escola: uma possibilidade de educação afetiva. Labore – Revista Polêmica, v. 13, nº 2, p. 1208-1224. Rio de Janeiro: UERJ, 2014.

 

COURTNEY, R. Jogo, teatro e pensamento: as bases intelectuais do teatro na educação. São Paulo: Perspectiva, 1980.

 

DAMASIO, C. A. A criança e o teatro na escola: estudo e análise sobre o teatro dentro do ambiente escolar. In: www.meuartigo.brasilescola.uol.com.br. S/A.

 

DEL CUETO, A.M; FERNÁNDEZ, A.M. El dispositivo grupal. In: PAVLOVSKY, E; DE BRASI, J. C. Lo grupal: historias – devenires, p.47-87. Buenos Aires: Galerna-Búsqueda de Ayllu, 2000.

 

DOMINGUEZ, J. A. Teatro e Educação: uma pesquisa. Rio de Janeiro, Serviço Nacional de Teatro, 1978.

 

GRANERO, V. V. Como usar o teatro na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2011.

 

JAPIASSU, R. Jogos teatrais na escola pública. Revista da Faculdade de Educação, v. 24, nº 2. São Paulo: USP, 1998.

 

KATTO, S. B. A dramatização como ferramenta didática. Programa de Desenvolvimento Educacional – Secretaria de Educação do Estado do Paraná. Londrina: UEL, S/A.

 

KISHIMOTO, T. M. (org.). Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. São Paulo: Cortez, 1996. (Resenha: BARBOSA, M. C. S. In: Revista Educação & Sociedade, ano XVIII, nº 59, p.398-404. Campinas: Unicamp, 1997).

 

LYRA, G. J. H. O teatro, a aprendizagem e a educação infantil. Revista Científica Semana Acadêmica, ano MMXV, nº 000067. Fortaleza: 2015.

 

MAGISTRIS, G.; MUÑEZA, S.; VIÑAS, S. El protagonismo de los jóvenes como promotores de derechos socioculturales. In: AGUILAR, R. [et.al]. Universidad: extensión de territorios, veinte años de la Cátedra Libre de Derechos Humanos, p.301-306. Buenos Aires: Facultad de Filosofía y Letras (UBA), 2014.

 

MAGISTRIS, G.; MUÑEZA, S.; VIÑAS, S. L@s adolescentes cuentan cuentos a l@s niños: una experiencia de promoción sociocultural de jóvenes. In: FRISCH, P.; STOPPANI, N. (comp). Hacia una pedagogía emancipatoria en nuestra América. Miradas, experiencias y luchas. Buenos Aires: Ediciones del Centro Cultural de la Cooperación Floreal Gorini, 2014.

 

MIRANDA, J. L.; ELIAS, R. C.; FARIA, R. M.; SILVA, V. L.da; FELÍCIO, W. A. S. Teatro e a escola: funções, importâncias e práticas. Revista CEPPG, ano XI, nº 20, p. 172-181. Catalão: CESUC, 2009.

 

MOREIRA, M. A. M.; COSTA, S. M. da. O texto teatral em sala de aula: caminhos para a educação da oralidade. 2007. 72 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Curso de Especialização em Ensino de Língua Portuguesa, Faculdade de Letras da Universidade Federal de Juiz de Fora, 2007.

 

NEVES, L; SANTIAGO, A. L. O uso dos jogos teatrais na educação: possibilidades diante do fracasso escolar. Revista Portuguesa de Pedagogia, ano 43-1, p. 53-76. Coimbra: Universidade de Coimbra, 2009.

 

OLIVEIRA, M.E. de; STOLTZ, T. Teatro na escola: considerações a partir de Vygotsky. Educar, nº 36, p. 77-93. Curitiba: UFPR, 2010.

 

PRETI, D. O diálogo de ficção na mídia: TV, cinema e teatro. Todas as Letras – Revista Língua e Literatura, São Paulo, nº 5, p. 13-26, 2003.

 

RAMOS, J. A. S. A contribuição e a importância do teatro na educação integral da criança. Viana do Castelo: IPVC, 2013.

 

REVERBEL, O. Um caminho do teatro na escola. São Paulo: Scipione, 2006.

 

RIBEIRO, E. Para evitar o alienigenismo: uma proposta de process drama através da mediação irônica do professor-personagem. In: XIII Congresso Nacional de Educação, Educere, anais eletrônicos, p. 26255-26266. Curitiba: 2013.

 

RÖSING, T. M. K. A leitura do texto teatral na escola. In: SCHOLZE, L. Teorias e práticas de letramento. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais. Anísio Teixeira, 2007. p. 289-297.

 

SANTOS, A. N. dos; SANTOS, A. N. dos. O teatro e suas contribuições para educação infantil na escola pública. XVI Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino. Campinas: UNICAMP, 2012.

 

SILVA, A. N. L. da. Do ensinar e do aprender teatro na sala de aula: criando e improvisando no colégio estadual Odorico Tavares. Florianópolis: UDESC, 2016.

 

SILVA, G.; ROCHA, L. F. M. Quem conta um conto de fadas… uma introdução ao mundo da fantasia. Rio de Janeiro: Confraria do Vento, 2008.

 

TEIXEIRA, J. S; ROSSATO, J.; FLORES, A. R.; SOARES, E. G.; NUNES, P. P. C; FERNANDES, S. M.; FREITAS, Y. R. de. O teatro na escola: quando o teatro auxilia no processo de aprendizagem possibilitando o exercício da reflexão. Thaumazein, v. 8, nº 14, p.112-120. Santa Maria: UFSM, 2014.

 

VIDOR, H. B. Drama e teatralidade:  Experiências com o professor no papel e o professor-personagem e suas possibilidades para o ensino do teatro na escola. Florianópolis: UDESC, 2008.

 

VIÑAS, S. Explorando los modos de habitar lo lúdico: una experiencia grupal de formación. In: SALINAS, L; SZYNIAK, D. Bebés y niños pequeños. Atención temprana desde la perspectiva del psicoanálisis, p.37-48. Buenos Aires: Letra Viva, 2017.