UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Curso Construindo Cidades Resilientes – MCR2030 (1ª Edição)

Você está em: CURSOS E EVENTOS > Concluídos > Curso Construindo Cidades Resilientes - MCR2030 (1ª Edição)

 

WhatsApp Image 2021-08-04 at 22.12.30

tela divulgação

 

 

          Slide4

 

 

 

 

 

 

Slide6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Slide7

 

 

|

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Conheça as ferramentas que serão apresentadas e aplicadas!

Na apresentação da Ferramenta de Autoavaliação da Resiliência – Nível Preliminar, será mostrada a importância das suas aplicabilidades, o perfil dos usuários dessa Ferramenta, o processo de aplicação da Ferramenta Preliminar, a análise de resultados e os próximos passos a serem seguidos pelos Governos Locais baseado nos resultados.

 Trata-se de um conjunto de avaliações que permitem aos governos locais realizarem uma análise da capacidade resiliente atual do município e para o desenvolvimento das estratégias de RRD (Redução de Riscos de Desastres) e da Resiliência. É organizada em 10 princípios, possui ao todo 47 perguntas, onde cada uma contém uma escala de pontuação de 0 a 3.

Na apresentação da Ferramenta de Autoavaliação da Resiliência – Nível Detalhada, será mostrada a importância das suas aplicabilidades, o perfil dos usuários dessa Ferramenta, o processo de aplicação da Ferramenta Detalhada, a análise de resultados e os próximos passos a serem seguidos pelos Governos Locais baseado nos resultados.

A Ferramenta de Autoavaliação da Resiliência – Nível Detalhado é organizada em 10 princípios, sendo mais aprofundada, com 118 perguntas e uma escala de pontuação de 0 a 5 por pergunta.

Será apresentada a Ferramenta de análise da Resiliência do Sistema de Saúde Pública – Adendo, os Dez Princípios para Construir Cidades Resilientes, termos importantes para a contextualização do Adendo, o perfil do usuário, o estudo e a aplicação da Ferramenta Adendo e os benefícios de utilizar o Adendo.

A Ferramenta busca avaliar especificamente a capacidade resiliente do sistema de saúde pública, ou seja, a capacidade que o sistema tem de lidar com as consequências de um desastre nos aspectos financeiro, estrutural, atendimento e treinamento da equipe. Isso é feito por meio de 23 perguntas e com uma escala de pontuação de 0 a 5 para cada pergunta. Esta Ferramenta possui a mesma estrutura dos 10 Princípios de análise apresentados nas Ferramentas Preliminar e Detalhada.

Será apresentada Ferramenta de Avaliação Rápida de Riscos, com o contexto da Ferramenta, os benefícios da sua utilização, o perfil dos usuários, os processos de aplicação da Ferramenta de Avaliação Rápida de Riscos e próximos passos a serem seguidos pelos Governos Locais baseado nos resultados.

A Ferramenta Quick Risk Estimation (QRE), em português Ferramenta de Avaliação Rápida de Riscos (ARR) foi projetada com o objetivo de identificar e entender os riscos atuais/futuros/estresse/choques e ameaças de exposição a ativos humanos e físicos.

A ARR usa a classificação de perigos descrita pelo Escritório das Nações Unidas para Redução de Riscos de Desastres (UNDRR) e os indicadores de perigos que são introduzidos na mesma estão alinhados com os 10 Princípios para Construir Cidades Resilientes.

Além disso, é levada  em conta para essa fermenta as ações ou medidas corretivas já adotadas, a ferramenta produzirá uma avaliação de risco no estilo de painel, indicando os riscos e perigos para os ativos humanos e físicos, os impactos dos principais riscos identificados e os eventos de perigos associados no local específico. 

 

 

Veja também: Pré-Inscrição e Programação, Notícias, Link da Transmissão da Abertura - Youtube.

Desenvolvimento da Resiliência de Comunidades em Áreas de Risco