UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Biobanco Genética Humana e Terapia Celular (GENETEC)

Você está em: Laboratórios > Biobanco Genética Humana e Terapia Celular (GENETEC)

Biobanco Genética Humana e Terapia Celular (GENETEC)

 

Vinculado ao departamento de Biologia, no setor de Genética e Biotecnologia, o Laboratório de Genética Humana e Terapia Celular (GENETEC) foi estruturado em 2011. Desde 2014, tem reconhecidas, pela Comissão Nacional de Ética Em Pesquisa, as atividades desenvolvidas no laboratório como Biobanco, estando registrado na CONEP sob o n°. 022/2015. Assim sendo, o Biobanco GENETEC é o primeiro Biobanco da UFJF. 

As pesquisas desenvolvidas no GENETEC tem como base a área de Biotecnologia com ênfase em Genética Humana e Células-Tronco, atuando principalmente nos seguintes temas: estudos clinico-moleculares em doenças genéticas humanas; pesquisas com célula-tronco de diferentes fontes de tecidos humanos; e pesquisas para produção de biomateriais (Scaffolds). Dessa forma, os alunos desenvolvem pesquisas genéticas com triagem de mutações ou polimorfismos associados a alguns problemas de ordem genética e pesquisas no campo de cultivo de células-tronco e biomateriais.

Tendo como objetivos 1) desenvolver estudos clinico-moleculares para melhor compreensão de doenças genéticas humanas; 2) contribuir com pesquisas com célula-tronco de diferentes fontes de tecidos humanos; e, atualmente, 3) avançar em pesquisas para produção de biomateriais (Scaffolds), contribuindo para o campo de bioengenharia tecidual, o Laboratório disponibiliza Fluxo Laminar, incubadora de CO2, centrifuga, Banho-maria, Microscópio invertido, computador com captura de imagem, freezer, geladeira e galão de nitrogênio.

Por ser enquadrada como Biobanco, o acesso só é permitido com autorização. Assim sendo, conta com um controle de acesso, no qual a sala precisa ser previamente agendada pelos alunos que estão desenvolvendo as pesquisas. 

Já foram produzidas sete dissertações de mestrado, estando em andamento uma dissertação de mestrado e três teses de doutorado. Além disso, também foram atendidos sete alunos de Iniciação Científica e, atualmente, três estão desenvolvendo trabalhos no Biobanco.  

 

Pesquisadores vinculados

Prof. Dr. Carlos Magno da Costa Maranduba

Prof. Dr. Marcelo de Oliveira Santos

Profa. Dra. Michele Munk Pereira