UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Plano de Ensino

Disciplina: CME012GV - PSICOLOGIA MÉDICA II

Créditos: 3

Departamento: DEP MEDICINA - CAMPUS GOVERNADOR VALADARES

Ementa A figura do médico na cultura contemporânea. Corpo e imagem corporal. As alterações afetivas desencadeadas pelo adoecer. Transferência e contratransferência na relação médico-paciente. A comunicação de más notícias. A relação médico-paciente em circunstâncias particulares: cronicidade, perdas funcionais e/ou estéticas, mutilação; gravidez e puerpério; hospitalização e procedimentos cirúrgicos; terminalidade. Histeria e conversão. 
Medicina Psicossomática. Infância, adolescência e "3ª idade".  A questão da gravidez na adolescência.
- Aprofundar a discussão teórica promovida na Psicologia Médica I acerca das contribuições das diferentes correntes teóricas da Psicologia para a compreensão da prática médica.
- Discutir a relação médico-paciente em diferentes contextos.
- Discutir a construção das relações entre os estudantes e os pacientes como um elemento da formação médica.
Conteúdo Unidade I- Contribuições da Psicologia para a prática médica
- Conceitos de diferentes correntes da Psicologia relativos à relação médico-paciente.
- Conceitos de diferentes correntes da Psicologia relativos às alterações afetivas nas condições de saúde e doença.
- Contribuições da psicologia para a compreensão da relação médico-paciente: transferência e contra-transferência, comunicação de más notícias.

Unidade II- Psicologia Médica em diferentes contextos e níveis de atenção à saúde
1. Doenças crônicas e degenerativas
2. Perdas funcionais e amputação de membros
3. Doenças infecciosas
4. Cirurgia e trauma
5. Parto e puerpério
6. Saúde Mental
7. Terminalidade

Unidade III- Psicologia Médica na Formação Médica
- Reflexão sobre as vivências na Semiologia II e outros momentos da formação médica.
Bibliografia BALINT, Michael. O Médico, seu paciente e a doença. Editora Atheneu, 2010.
CANGUILHEM,G. O normal e o patológico, trad. Maria Thereza Redig de Carvalho Barrocas e Luiz Octavio Ferreira Barreto Leite. 4ª. ed. Rio de Janeiro, Forense Universitária: 2014.
MELLO FILHO, Julio. Psicossomática hoje. 2ª Ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.
Bibliografia (continuação)
Bibliografia complementar BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Política Nacional de Humanização da Atenção e Gestão do SUS. Clínica ampliada e compartilhada. Brasília : Ministério da Saúde, 2009. 64 p. (Série B. Textos Básicos de Saúde). Disponível em http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/clinica_ampliada_compartilhada.pdf. Acesso em 01/03/2016.
CAMPOS, G.S; DOMITI, Ana Carla. Apoio matricial e equipe de referência: uma metodologia para gestão do trabalho interdisciplinar em saúde. Cadernos de Saúde Pública. Rio de Janeiro, 23(2):399-407, fev, 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v23n2/16.pdf . Acesso em: 20/02/2016.
CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Práticas Profissionais de Psicólogos e Psicólogas na Atenção Básica à Saúde ¿ Brasília: CFP, 2010. 76 p. Disponível em http://crepop.pol.org.br/novo/wp-content/uploads/2011/02/Praticas_ABS.pdf. . Acesso em 01/03/2016.
CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. A Prática da Psicologia e o Núcleo de Apoio á Saúde da Família ¿ Brasília: CFP , 2009. 172 p. Disponível em: http://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2009/12/Seminxrio_O_Nxcleo_de_Apoio-beta.pdf. Acesso em 05/03/2016.
FOUCAULT, Michel. O Nascimento da Clínica. 7ª ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2011.
GOFFMAN, Erwin. Manicômios, prisões e conventos. 8ª ed. São Paulo: Perspectiva, 2010.
Voltar