UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Eventos

Você está em: Eventos

Desde 2008, o LAPA se preocupa com a organização de eventos acadêmicos e científicos  organizados de modo a apresentar debates,  ideias ou conceitos relacionados aos temas  do patrimônio cultural. Com o objetivo  de incentivar a discussão e conduzir os trabalhos com excelência foram realizados os seguintes eventos:

 

 

– Ciclo de Debates “Rediscutindo o Barroco Brasileiro”

O Ciclo de debates aconteceu no primeiro semestre de 2009. 

A palestra “Aleijadinho e o Aeroplano: o processo da invenção histórica de um herói barroco”, da professora Guiomar de Grammont foi a primeira do ciclo, no dia 11 de março.

A palestra seguinte aconteceu no dia 16 de abril, com a Profa. Ângela Brandão que falou sobre “Invenção do barroco mineiro”.

Em maio, 19, Raquel Pifano abordou “Antônio Francisco Lisboa e sua obra histórica” e, em junho, Marcos Olender proferiu a palestra “Lúcio Costa e o barroco brasileiro”.

Leia mais:

Professora Guiomar de Grammont faz palestra, na UFJF, sobre livro que questiona existência de “Aleijadinho”

Aleijadinho: vida sobrevalorizada na história brasileira

Aleijadinho é tema de palestra no Ciclo Barroco Brasileiro

 

– II SEMPRE – II Seminário de Preservação do Patrimônio Cultural: Intervenções em Edificações e Conjuntos Urbanos de Interesse Cultural

Evento este que reuniu, em 2009, especialistas de vários países (Brasil, França, Itália e Argentina) e instituições e que resultou na publicação de um dossiê especial intitulado de “Sulla preservazione del patrimônio in Brasile” na revista italiana ANANKE – Quadrimestrale di cultura, storia e tecniche della conservazione per il progetto, de maio de 2010 (nº. 60), uma das principais e mais tradicionais revistas sobre o tema publicadas naquele país.

 

– I Bienal de Arquitetura da Zona da Mata e Vertentes

Em 2011,  o grupo foi responsável pela organização e curadoria da exposição “Arquitetos Modernistas de Juiz de Fora e Cataguases: Arthur Arcuri e Luzimar Góes Telles”.

 

– Seminário “Inventário do patrimônio cultural: Limites e problematizações”

 ”Nos últimos anos, temos assistido, no cenário da preservação do patrimônio histórico-cultural brasileiro, a uma valorização e utilização crescente do instrumento “inventário”, o que é perfeitamente compreensível tendo em vista a necessidade de se conhecer esse patrimônio em suas diversas categorias (material, imaterial e natural). Nesse sentido, torna-se fundamental a discussão, a nível nacional, sobre o significado desse instrumento, o que possibilitará uma melhor demarcação das suas especificidades, do seu entendimento e emprego, auxiliando no compartilhamento da gestão da preservação do patrimônio cultural brasileiro.

 O Seminário “Inventário do Patrimônio Cultural: Limites e Problematizações”, promovido pelo ICOMOS Brasil e pelo Laboratório de Patrimônios Culturais da Universidade Federal de Juiz de Fora (LAPA-UFJF) em novembro de 2012, teve como objetivos principais, portanto, promover tal debate e contribuir para a aplicação adequada do citado instrumento do inventário nos âmbitos federal, estadual e municipal.

Leia mais: Seminário sobre patrimônio cultural reúne pesquisadores e especialistas no ICH

 

– Reinauguração da Casa do Baile com a Exposição Arthur Arcuri: Um pingente da Arquitetura

 Comemorações do Centenário de Arthur Arcuri

A comunidade acadêmica da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) comemorou em 2013 o centenário de Arthur Arcuri. Considerado o pioneiro da arquitetura moderna juiz-forana, entre seus principais projetos está o Campus Universitário. Uma mesa-redonda com os professores Marcos Olender, Klaus Chaves Alberto, Mauro Campello e o arquiteto e urbanista, mestre pela UFRJ, Bernardo Vieira, discutiu as dimensões arquitetônicas de sua obra. A promoção foi de responsabilidade do Laboratório de Patrimônios Culturais (Lapa) da UFJF, com o apoio do Núcleo de Estudos de Arquitetura e Sociedade (Neas) e da Funalfa.

Entre as iniciativas está a exposição “Arthur Arcuri: um pingente da arquitetura” inaugurada no dia 30 de abril de 2013 na Reitoria da UFJF. 

Leia mais: http://www.ufjf.br/secom/2013/02/25/ufjf-comemora-centenario-do-arquiteto-juiz-forano-arthur-arcuri/

 

– II Bienal de Arquitetura da Zona da Mata e Vertentes

Na II Bienal de Arquitetura da Zona da Mata e Vertentes, em 2013, a LAPA foi um dos apoiadores  e seus bolsistas trabalharam ativamente na produção e montagem de todas as exposições. Seguindo a primeira Bienal, foram realizadas mostras que reuniu dois arquitetos com obras relevantes na região. Além disso, outras exposições como Fotomaquete de arquitetura, do arquiteto Alexandre Fioravante, Padrões urbanos, do arquiteto Ítalo Stephan e Juiz de Fora 360º, dos fotógrafos Kempton Vianna e Mike Britto e Vitrais de Juiz de Fora, da Divisão de Patrimônio Cultural da Funalfa.

 

 –  Seminário Interno do Laboratório de Patrimônios Culturais

Este seminário, que aconteceu nos dias 08 e 09 de dezembro no Instituto de Ciências Humanas da UFJF, teve como principal objetivo compartilhar com a comunidade acadêmica os projetos desenvolvidos pelos integrantes do laboratório, bem como estimular a discussão do tema Patrimônio Cultural através de palestras, debates, comunicações e lançamentos de livros. 

Rodrigo Espinha Baeta, membro do Corpo Discente do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo e Consultor de Projeto de Restauração Arquitetônica no MP CECRE UFBA (Mestrado Profissionalizante em Conservação e Restauração de Monumentos e Conjuntos HIstóricos) da Universidade Federal da Bahia, foi um dos palestrantes do II Seminário LAPA. O evento ainda contou com a contribuição dos pesquisadores e líderes do LAPA – UFJF Prof. Dr. Marcos Olender  (Dep. de História do ICH da UFJF) e Mônica Olender  (Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFJF) dentre muitos outros.

– V Encontro Internacional de Ecomuseus e Museus Comunitários

Com o tema central  “Iniciativas museológicas comunitárias: construindo caminhos para o bem-viver”. Em torno dele, três eixos temáticos  direcionam e provocam as reflexões e as propostas que serão registradas na “Carta de Recomendações do V EIEMC”, a qual será publicada e encaminhada aos órgãos internacionais competentes.

 

–  I CIGPHU – I Congresso Internacional Gestão dos Patrimônios da Humanidade Urbanos: desafios e riscos da preservação/ I Simpósio Internacional: Patrimônios da Humanidade Mineiros no Contexto Internacional (2019)

O Laboratório de Patrimônios Culturais – LAPA da UFJF, o ICOMOS Brasil e o Grupo de Pesquisa Patrimônio e Relações Internacionais – CNPq foram os anfitriões do I Congresso Internacional Gestão dos Patrimônios da Humanidade Urbanos: desafios e riscos da preservação/ I Simpósio Internacional: Patrimônios da Humanidade Mineiros no Contexto Internacional encontro ocorrido em setembro de 2019 e que objetivou lançar luz sobre o estado da arte da preservação dos patrimônios da humanidade urbanos chancelados até o presente momento. A escolha dos temas presentes respondeu às demandas que vem se avolumando nos últimos anos, fruto de uma conscientização mais responsável por parte dos diversos atores preservacionistas, bem como da necessidade de se compreender melhor as dinâmicas, discursos e práticas de salvaguarda desses patrimônios da humanidade urbanos, sobretudo diante das ameaças cada vez mais presentes que rondam sua manutenção, conservação e preservação. Este encontro potencializou a troca de experiências sobre a gestão do patrimônio mundial alocado em território brasileiro, com especial atenção àqueles localizados no estado de Minas Gerais e experiências similares em âmbito internacional, enfatizando a compreensão dos processos de sua salvaguarda e difusão. 

 

Próximos eventos (Segundo semestre de 2020):

– III – SEMPRE

 –  Seminário Interno do Laboratório de Patrimônios Culturais: 

Veja também: II Seminário LAPA, V EIEMC.