UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Prof. Carlos Augusto Duque

Você está em: Institucional > Membros das Instituições > UFJF > Prof. Carlos Augusto Duque

foto_Carlos - Carlos DuqueNome:  Carlos Augusto Duque

E-mail: carlos.duque@engenharia.ufjf.br

Lattes: http://lattes.cnpq.br/6885901755516721

Área de competência: Processamento Digital de Sinais para Sistemas de Potência, Qualidade de Energia Elétrica

 

Carlos Augusto Duque é professor Titular-Classe E da Universidade Federal de Juiz de Fora atuando na graduação desde 1989 e na pós-graduação desde 1999, quando o programa de mestrado em Engenharia Elétrica da UFJF foi implantado. Realizou seu mestrado (1989) e doutorado (1997) na PUC-RJ e seu pós-doutorado (2007-2008) na Florida State University FL?USA. Nos últimos 5 anos publicou 15 trabalhos em periódicos especializados, 3 pedidos de patentes nacional, além de 38 artigos em anais dos principais congressos nacional e internacional. O prof. Duque é autor do livro ?Power Systems Signal Processing in the Contexto of Smart Grids? publicado em 2014 pela Wiley Press. Seus trabalhos principais são na área de processamento de sinais para sistemas de potência. Atualmente é bolsista de produtividade nível 2 do CNPq, coordenador do Grupo de Pesquisa-CNPq (Processamento de Sinais Aplicado a Sistemas de Potência) e pesquisador associado ao INERGE/CNPq (Instituto Nacional de Energia Elétrica). Em sua interação com o setor produtivo destacam-se o desenvolvimento de sistema eletrônico para atualização de religadores de redes de distribuição, (atualmente comercializado pela empresa LUPA Tec.), desenvolvimento de coprocessador de qualidade de energia (Projeto UFJF- KRON) e consultorias a empresas da área de energia (ONS e KRON). Dentro de sua rede de colaboração científica destacam-se pesquisas compartilhadas com pesquisadores da UNIFEI, COPPE/RJ, USP São Carlos e com pesquisadores de instituições internacionais. Foi coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica da UFJF de janeiro de 2017 a janeiro de 2020.