UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

LITel – Laboratório de Instrumentação e Telemetria

Você está em: Institucional > Laboratórios e Grupos de Pesquisa > LITel - Laboratório de Instrumentação e Telemetria

O LITel – Laboratório de Instrumentação e Telemetria – foi constituído no ano de 2016 destinado a atender projetos de pesquisa na área de Instrumentação e projetos de P&D. O LITel é dividido em mesas e bancadas, composto de uma bancada de ferramentas com serra elétrica, compressor, furadeira, entre outros equipamentos para suporte mecânico aos projetos. Existem 7 mesas de computadores e 5 bancadas para experimentos práticos.

No LITel são projetados, simulados, calibrados, desenvolvidos e testados todos os sensores a fibra óptica utilizados nos projetos. Projetos de instrumentação robótica e automação, bem como Telemetria, especificamente sinais de RF, também são desenvolvidos no laboratório. 

O local é composto ainda por um microscópio de alta resolução, câmera térmica, impressora 3D e outros equipamentos para suporte aos projetos desenvolvidos. Além disso, o LITel conta com 3 analisadores de espectro óptico, sendo um deles de alta resolução utilizado especificamente em Instrumentação Óptica, 1 máquina para fabricação dos sensores a fibra, 2 máquinas de fusão em fibra, diversos lasers, LEDs e fotodetectores, 3 medidores de potência óptica, Fonte de alimentação DC e AC, OTDR (equipamento para medição da reflectometria do sinal ), placas de controle, osciloscópio, entre outros.

a UFJF foi exposto durante o evento (Foto: Arquivo pessoal/Alexandre Bessa)

Drone produzido no LITel venceu prêmios no maior evento de inovação do setor elétrico brasileiro

O laboratório possui toda infraestrutura para o desenvolvimento dos sensores empregados nos projetos, desde sua concepção, passando pela sua confecção até os testes em bancada ou em campo. Além de projetos desenvolvidos na área de Engenharia Elétrica, o LITel vem trabalhando também na área da saúde, com o desenvolvimento de biossensores, e na área alimentícia, com o desenvolvimento de sensores com óxido de grafeno.