UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

31/03/2006 – Navegando.com: Um Estudo acerca do Papel da Mediação do Computador / Internet na produção da Subjetvidade de Jovens

Você está em: Publicações > Dissertações > Dissertações Defendidas > 31/03/2006 - Navegando.com: Um Estudo acerca do Papel da Mediação do Computador / Internet na produção da Subjetvidade de Jovens

Navegando.com: Um Estudo acerca do Papel da Mediação do Computador / Internet na produção da Subjetvidade de Jovens

Autor: Yara Pôrto de Paula Lima

 

 

Resumo: O presente trabalho pautou-se em uma pesquisa qualitativa de abordagem sócio-histórica realizada com o objetivo de compreender, através das práticas discursivas de participantes do projeto “Jovens Navegando pela Cidade” -ocorridas no laboratório de informática de uma escola pública municipal-como se processa a mediação do computador/Internet na produção de suas subjetividades. Este projeto foi implantado pela Secretaria de Educação de Juiz de Fora em sete escolas municipais da cidade a partir de 2004, visando promover o acesso de jovens pertencentes a camadas populares ao conhecimento do computador/Internet. No processo de pesquisa participaram como sujeitos os adolescentes integrantes do referido projeto e o professor. Foram realizados encontros dialógicos e entrevistas coletivas com esses adolescentes e entrevistas individuais com o professor responsável pelo andamento do projeto em uma das escolas. Também foram realizadas entrevistas individuais com seu idealizador e com seu atual coordenador. Através dos encontros dialógicos e das entrevistas foi possível entrar em contato com os sujeitos e estabelecer com eles uma relação que possibilitou a compreensão dos sentidos por eles construídos no contato com o computador/Internet. A pesquisa na abordagem sócio-histórica supõe um investigador cujas relações estabelecidas com os sujeitos pesquisados constituem-se como alicerce de um estudo no qual a teoria torna-se instrumento e pré-requisito para o trabalho. Assim, a partir dos dados obtidos e orientando-se pelo pensamento de Vygotsky e Bakhtin foram construídas as seguintes categorias de análise, visando a compreensão da questão formulada para a pesquisa: 1) No papel e na realidade: projetos diferentes; 2) Quem são os Jovens Navegantes?; 3) Jovens Navegando: O computador/Internet. Na primeira categoria, a partir de elementos encontrados em campo, foi feito um delineamento das diferenças entre os objetivos propostos pelo projeto e seus reais desdobramentos. Na segunda categoria foi traçado o perfil dos jovens navegantes, com o intuito de compreendê-los a partir do lugar sócio-histórico por eles ocupado. Por fim, na terceira categoria, foram desvelados os sentidos construídos pelos jovens na relação com a tecnologia computacional. Concluiu-se que embora o projeto não tenha logrado êxito na concretização de todos os seus objetivos, ele possibilitou a inserção de jovens com baixo poder aquisitivo no universo tecnológico, produzindo, assim, novos contornos em suas subjetividades.

 

Data: 31/03/2006

tw-be6cb

LIC – Linguagem, Interação e Conhecimento