UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Plano de Ensino

Disciplina: ESA052 - ENGENHARIA DE SEDIMENTOS

Créditos: 4

Departamento: DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA SANITARIA AMBIENTAL

Ementa Sedimento e meio ambiente.
Propriedades dos sedimentos.
Estudo do inicio do transporte sólido.
Estudo da resistência hidráulica.
Estudo das formas de fundo.
Classificação do transporte de sedimentos.
Estimativa do transporte sólido.
Instrumentação e planejamento das estações de monitoramento.
Assoreamento de reservatórios.
Conteúdo 1.Introdução
1.1 Importância e Histórico
1.2 Definição de sedimento
1.3 Problemas gerados pelos sedimentos

2.Propriedades dos Sedimentos
2.1. Origem e formação dos sedimentos
2.2. Tamanho das partículas
2.3. Forma das partículas de sedimentos
2.4. Velocidade de queda ou de sedimentação
2.5. Propriedades volumétricas dos sedimentos

3. Inicio do Transporte Sólido
3.1. Alternativas de estudos do inicio do transporte sólido
3.2. Condição critica para inicio do movimento do sedimento
3.3. Critério de início de transporte baseado na velocidade critica
3.4. Critério baseado na tensão crítica de cisalhamento
3.5. O Diagrama de Shields. Aplicações e limitações
3.6. Relação entre a tensão critica de cisalhamento e a natureza do material

4. Estudo das formas de fundo em escoamentos com superfície livre
4.1.Introdução e definições
4.2.Classificação dos regimes de escoamentos dos leitos aluvionares
4.3.Evolução e caracterização das formas de fundo
4.4.Métodos de previsão das formas de fundo em escoamento com superfície livre

5. Estudo das resistências hidráulicas
5.1.Introdução
5.2.Variáveis intervenientes na resistência ao escoamento
5.3.Análise da distribuição de velocidades em virtude dos regimes de escoamento
5.4.Equações de resistência para leito plano
5.5.Equações de resistência para leitos rígidos
5.6. Equação de resistência para leito móvel
5.7. As diferentes abordagens da divisão da resistência total

6. Caracterização do transporte de sedimentos em escoamentos com superfície livre
6.1.Classificação do transporte de sedimentos segundo a dinâmica do movimento fluvial
6.2.Considerações sobre o transporte de sedimentos por arraste do leito
6.3.Equação das dunas e rugas
6.4.Considerações sobre o transporte de sedimentos em suspensão
6.5.Distribuição da concentração de sedimentos na vertical
6.6.O perfil de concentração

7.Instrumentação e planejamento das estações de monitoramento
7.1.Planejamento da rede sedimentométrica
7.2 Operação e manutenção do posto sedimentométrico
7.3.Frequência das medições do transporte de sedimentos
7.4.Equipamentos de medidas

8. Controle da produção dos sedimentos e da erosão
8.1.Introdução
8.2.Formas de erosão
8.3.Agentes erosivos
8.4.Tipos de erosão
8.5.Estimativa da erosão
8.6.Medidas de combate á erosão

9. Assoreamento de reservatórios
9.1.Introdução
9.2.Fatores intervenientes no assoreamento dos reservatórios
9.3.Parâmetros para a estimativa do volume de assoreamento do reservatório
9.4.Métodos de estimativa da eficiência de retenção do reservatório
9.5.Distribuição dos depósitos de sedimentos na extensão do reservatório
9.6.Peso específico dos depósitos
9.7.Métodos de estimativa da vida útil do reservatório


Bibliografia CARVALHO, N. O. Hidrossedimentologia Prática. CPRM, 1995. 372p.
PAIVA, J. B. D. de.; PAIVA, E. M. C. D. Hidrologia Aplicada à Gestão de Pequenas Bacias Hidrográficas. Porto Alegre: ABRH, 2001. 625p.

Bibliografia (continuação)
Bibliografia complementar GARDE, R. J.; RANGA RAJU, K. G. Mechanics of Sediment Transportation and Alluvial Stream Problems. 2nd Edition. New York: John Wiley & Sons, 1985. 618p.
PAIVA, L. E. D. de. A influência do Diâmetro Representativo do Material do Leito nas Fórmulas de Cálculo do Transporte de Sedimentos em Escoamentos com Superfície Livre. Tese de Doutorado em Engenharia Civil na área de concentração em Recursos Hídricos. Campinas, São Paulo: UNICAMP, 2007. 384f.
Voltar

Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental