UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Conforto III

Você está em: Disciplinas > Conforto III

PROGRAMA DO CURSO

01 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

Disciplina Conforto Ambiental para Arquitetura e Urbanismo III
Professor Ernani S. Machado
Carga horária 36 horas / aula
Créditos 2

02 EMENTA

Conceitos e grandezas relativas à geração e propagação de sons, vozes e ruídos nas edificações. Apresentar normas e regulamentos pertinentes orientando o aluno sobre a aplicação em projeto dos dados de desempenho acústico, habilitando o aluno a fazer análises qualitativas de ambientação acústica em projeto integrando-a com outros aspectos de conforto (higro-térmico, ergonômico, lumino-técnico), higiene e segurança. Utilização de equipamentos e meios existentes no laboratório de Conforto Ambiental para melhor desenvolvimento teórico prático da aprendizagem do aluno.


03 TEMA DE PROJETO

Acústica arquitetônica

04 OBJETIVOS

GERAIS
04.01 Estudar e aplicar os conceitos de conforto acústico, com o suporte dos equipamentos e softwares do laboratório.
04.02 Desenvolver a criatividade e incentivar a busca de soluções bioclimáticas e aplicação de materiais convencionais de mercado e alternativos para o desenvolvimento do projeto de arquitetura e urbanismo.

ESPECÍFICOS
A. Capacitar o aluno a aplicar os conceitos básicos de acústica na prática de projeto.
B. Relacionar o conteúdo da disciplina com outros conteúdos das disciplinas do mesmo semestre e conseguintes.
C. Apresentação das técnicas de avaliação de conforto acústico em ambientes.
D. Utilização dos equipamentos e softwares disponíveis no Laboratório de Conforto Ambiental como apoio à concepção do projeto.
E. Analisar recursos e técnicas de projetos acústicos adequados ao clima tropical
F. Conhecer e analisar o comportamento da onda sonora e as propriedades acústicas de diversas superfícies, utilizando as em benefício do projeto de arquitetura e urbanismo.

05 METODOLOGIA

05.1 Identificação da carga de conhecimentos trazida pelos alunos
05.2 Aulas teóricas, palestras, leituras e discussão em sala de aula, que possam trazer subsídios ao tema proposto
05.3 Pesquisa acadêmica, experimentações e visitas a obras de arquitetura, urbanismo, laboratórios, empresas ou equipamentos de relevância à aula proposta;
05.4 Apresentação e debate sobre os trabalhos dos alunos com presença obrigatória
05.5 Desenvolvimento do trabalho prático em sala de aula e em laboratório específico da disciplina. Utilização de instrumentos para medição e simulação. Elaboração de relatórios técnicos e de anteprojetos de arquitetura com temas relacionados com a disciplina. Para qualquer trabalho, o grupo deverá entregar no dia da apresentação um relatório do trabalho/exercício determinado.
05.6 Orientação com os alunos para contribuir na solução de dúvidas e possibilitar uma análise e interpretação adequada das condicionantes acústicas nos Projetos.
05.7 Aplicação do conhecimento construído no decorrer do período. A atividade final proposta é a aplicação do conhecimento construído em acústica no projeto desenvolvido academicamente neste semestre. O produto final deve ser apresentado através de representação gráfica, planilhas, análises da situação acústica e detalhamento de ambientes. Este processo será acompanhado pelo professor através da orientação individual, levando os conceitos gerais à turma.

06 HORIZONTALIDADE

A horizontalidade da disciplina CONFORTO AMBIENTAL I terá maior ênfase prática com a disciplina de projeto. Propõe-se que o aluno aplique os conhecimentos construídos em conforto acústico diretamente no desenvolvimento do projeto proposto para tal disciplina.
Sempre se fundamentando nas recomendações descritas na legislação brasileira e em soluções técnicas fisicamente comprovadas, este conhecimento construído será demonstrado através de análises de situações acústicas do contexto urbano com o ambiente construído em questão, desenvolvimento de soluções para controle de ruído, condicionamento acústico de ambientes internos, etc.

07 AVALIAÇÃO

Os trabalhos desenvolvidos no semestre terão os seguintes pesos para efeito de nota final:
TRABALHO PESO
Exercício prático – rebatedores 100
Prova 100
Aplicação Prática – condicionamento acústico 100
Total 100

Todos os trabalhos que não forem entregues nas datas e nos horários determinadas poderão ser entregues com atraso de no máximo 1 aula, mas terão desconto de 30% na nota . Trabalhos não serão aceitos após essa data de prorrogação.

08 CALENDÁRIO CONFORTO AMBIENTAL III

DIA MÊS / ATIVIDADE AULA

ABRIL
06 • Apresentação da disciplina, programa, cronograma, avaliações e bibliografia.
• Reflexões sobre a importância do conforto acústico no proj. de arquitetura e urbanismo
• Aula teórica: acústica arquitetônica
Conceituação de Som / Ruído / Onda sonora / Freqüência sonora 1
13 Exercício “Saber ouvir arquitetura”
Material a ser utilizado POR GRUPO: Maquina fotográfica, caderneta para anotações, 01 fita isolante e 01 óculos de natação (o mais barato que encontrar  ex;: em armarinhos, lojas de R$ 1,99, etc.) 2
20 • Propagação da onda sonora no ar livre
• Intensidade sonora
Adição de decibels  aplicação de exercícios
•  material necessário: calculadora científica 3
27 • Propagação do som no interior dos recintos fechados
• Propriedades das superfícies
•  material necessário: calculadora científica 4
MAIO
04 • Rebatedores acústicos
Inicio do exercício prático  material básico de desenho 5
11 Orientações: rebatedores acústicos (parte do exercício prático) 6
18 Entrega / apresentação – rebatedores acústicos 7
25 Propriedades das superfícies: difração, difusão e absorção sonora 8
JUNHO

01 Isolamento acústico
Normas e regulamentações / avaliação acústica de ambientes internos e externos 9
08 Capacidade de absorção e volume da sala – Tempo de reverberação 10
15 Visita técnica a estúdio de gravação 11
22 PROVA 12
29 TR –orientações (parte exercício prático) 13
JULHO
06 Orientações – exercício prático 14
13 Orientações – exercício prático 15
20 Entrega exercício prático – condicionamento acústico 16
27 Entrega das notas e considerações sobre a disciplina 17
AGOSTO
SEMANA DE TFG

Obs. As datas apresentadas servem apenas como referência podendo ser alteradas de acordo com o andamento da disciplina

09 BIBLIOGRAFIA

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
BISTAFA, Sylvio Reynaldo. Acústica Aplicada ao Controle do Ruído. São Paulo: Edgard Blücher, 2006.
COSTA, Ennio Cruz da. Acústica Técnica. São Paulo: Edgard Blücher, 2003.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 10151 – Avaliação do Ruído em Áreas Habitadas, Visando o Conforto da Comunidade. Rio de Janeiro, 2000, 4 p.
ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 10152 – Níveis de ruído para conforto acústico. Rio de Janeiro, 1987, 4 p.
AZEVEDO, Alberto Vieira de. Teatros e Auditórios – Acústica e Arquitetura. Rio de Janeiro. RC Editora, 1994.
BRASIL. NR-15 – Critérios para Caracterização da Insalubridade à Exposição ao Ruído Contínuo ou Intermitente.
CARVALHO, Benjamin A. Acústica aplicada à arquitetura. Biblioteca técnica Freitas Bastos. Rio de Janeiro. 1967.
DE MARCO, Conrado Silva. Elementos de Acústica Arquitetônica, São Paulo. Nobel, 1982
MACHADO, Ernani S. Avaliação Pós-Ocupação em Unidades Básicas de Saúde: um estudo na cidade de Juiz de Fora – MG. Dissertação de mestrado. Rio de Janeiro: UFRJ-FAU, 2006. Disponível em www.cipedya.com/web/FileDownload.aspx?IDFile=163920
TEIXEIRA, Giovani Salomão. Avaliação acústica pós-ocupação em ambientes de ensino. Dissertação de Mestrado. Lavras: Universidade Federal de Lavras – MG, 2015. Disponível em https://sites.google.com/site/confortoamb3/textos

OUTRAS RECOMENDAÇÕES
EAGAN, M. David. Concepts in Architectural Acoustics. McGraw-Hill Book Company. EUA, 1972.
MONTOYA, Francisco J. Escudero. Eletroacustica Aplicada. Madrid. Ed. Dossat, S.A., 1954.
NOVO JÚNIOR, José Eduardo Fornari. Síntese evolutiva de segmentos sonoros. Campinas, SP: Tese de doutorado – FEEC/UNICAMP, 2003.
ROSA, Lurdes Zunino. Absorção Acústica na Qualidade do Ambiente Construído. Dissertação de Mestrado. FAU/UFRJ, 1992.

Acesse o material da disciplina.

Laboratório de Conforto Ambiental – ECOS