UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Plano de Ensino

Disciplina: CRE048 - ESPIRITISMO KARDECISTA

Créditos: 4

Departamento: DEPTO DE CIENCIA DA RELIGIAO /ICH

Ementa A disciplina visa compreender esta corrente de pensamento e movimento religioso em seus aspectos históricos, sociais e culturais a partir de sua gênese em contexto da modernidade. Busca deslindar seus componentes constitutivos em torno do cientificismo e do espiritualismo esotérico do século XIX a partir da articulação de formulações como: evolução, karma, espírito, que combinam antigas concepções orientais do Hinduísmo, Budismo com o evolucionismo moderno. Visa examinar seu projeto doutrinário de articular Ciência, Filosofia e Religião. Dentro de uma perspectiva histórico-sociológico-culturalista, busca interpretar sua transplantação da França para o Brasil onde incorpora traços da cultura religiosa pré-existente no país, como a crença nas ¿almas¿, as preces e a caridade, sem perder, contudo, seu feitio moderno do estudo, da desritualização, do livre arbítrio e do individualismo.
Conteúdo - Compreensão da doutrina e movimento a partir da modernidade do século XIX, confrontados entre o cientificismo materialista e o espiritualismo esotérico.
- Exame da doutrina e cosmologia espírita em seus principais pressupostos: evolução dos espiritos, reencarnação, lei de causa-efeito (karma), livre-arbítrio, perispírito, mediunidade, (des)obsessão .
- Afinidades entre o Espiritismo e a cultura religiosa brasileira: crença nas ¿almas¿, nas entidades protetoras, cura espiritual, caridade em torno de fuguras matriciais do movimento como Bezerra de Menezes e Chico Xavier.
- Espiritismo e classes médias brasileiras: letramento, imprensa, estudos e palestras, caridade e individualismo.
- Estruturação do movimento espírita: federações, centros, correntes do movimento (¿religiosos¿ e ¿científicos¿), autonomia e livre-arbítrio. Instituições de divulgação e reprodução do movimento espírita: centros de caridade, creches, abrigos, livrarias etc.
- Posição do Espiritismo no Campo Religioso Brasileiro. Influência de seu imaginário e léxico (mediunidade, reencarnação, obsessão etc) para as demais religiões presentes no pais. Relação com o catolicismo e as religiões afro-brasileiras, particularmente a Umbanda.
- Papel da terapêutica espirita, ¿curas espirituais¿, como dimensão de conflito com os poderes públicos ¿ jurídicos, médicos e policiais, e de legitimação perante a uma população carente. O expediente da caridade e da filantropia nesta estratégia.
- Mutações no Espiritismo face a influência dos neo-espiritualismos e religiosidades do ¿self¿. Crise do modelo doutrinário, um pós-espiritismo? O caso modelar de Luiz Gasparetto.
- Internacionalização do Espiritismo a partir do Brasil dentro do contexto de globalização. Papel dos congressos internacionais.
Bibliografia CAMARGO, Cândido Procópio. Kardecismo e Umbanda. São Paulo, Pioneira, 1961.
GREENFIELD, Sidney M. Cirurgias do Além. Pesquisas antropológicas sobre curas espirituais. Petrópolis, Vozes, 1999.
Bibliografia (continuação)
Bibliografia complementar AUBRÈE, Marion e LAPLANTINE, François. A Mesa, o Livro e os Espíritos: gênese e evolução do movimento social espírita entre França e Brasil. Maceió: EdUFAL, 2009, pp. 203-207.
BASTIDE, Roger. ¿Le spiritisme au Brésil¿. Archives de Sociologie des Religions n° 24, 1967, pp.03-16.
CAMARGO, Cândido Procópio. Católicos, Protestantes e Espíritas¿. Petropolis: Vozes, 1973.
CAVALCANTI, Maria Laura Viveiros de Castro. O Mundo Invisível: cosmologia, sistema ritual e noção de pessoa no espiritismo. Rio de Janeiro: Zahar, 1983.
_____________. "O Espiritismo" in Sinais dos Tempos: Diversidade Religiosa no Brasil. Cadernos do ISER nº 23, Rio de Janeiro, ISER, 1990, pp. 147-155.
DAMAZIO, Sylvia. Da Elite ao Povo. Advento e expansão do Espiritismo no Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 1994.
GIUMBELLI, Emerson. O Cuidado dos Mortos: Uma História da Condenação e Legitimação do Espiritismo. Rio de Janeiro, Arquivo Nacional, 1997, pp. 173-187; 244-269 ; 280-285.
_____________. Em Nome da Caridade: Assistência Social e Religião nas Instituições Espíritas, vol I, Rio de Janeiro, Núcleo de Pesquisas do ISER, 1995. pp.37-80.
GREENFIELD, Sidney M. "O Corpo como uma Casca Descartável: as Cirurgias do Dr.Fritz e o Futuro das Curas Espirituais." In Religião e Sociedade nº 16/1-2, Rio de Janeiro, ISER/CER, 1992, pp.136-145.
HESS, David. ¿O Espiritismo e as Ciências¿. Religião e Sociedade nº 14/3, 1987, p. 42-48.
LEWGOY, Bernardo. O grande mediador: Chico Xavier e a cultura brasileira, Edusc, 2004.
________________. ¿Incluídos e letrados: reflexões sobre a vitalidade do espiritismo kardecista no Brasil atual¿. In: As religiões no Brasil: continuidades e rupturas. Faustino Teixeira e Renata Menezes (orgs.). Petropolis:Vozes, 2006, pp.173-188.
________________. ¿A Transnacionalização do Espiritismo Kardecista Brasileiro: uma discussão inicial¿. Religião e Sociedade, 28/1, 2008, pp 84-103.
SOARES, Luís Eduardo. ¿O autor e seu duplo: a psicografia e as proezas do simulacro¿. Religião e Sociedade, n°4, 1979, pp 121-140.
STOLL, Sandra Jacqueline. Espiritismo à Brasileira. São Paulo: EdUSP, 2003
WARREN, Donald. "A terapia espírita no Rio de Janeiro por volta de 1900". Religião e Sociedade. Rio de Janeiro,11/3, 1984, p.69-720.
Voltar

Departamento de Ciência da Religião