UFJF assina convênio de intercâmbio com universidade portuguesa

Convênio foi celebrado pelos representantes das faculdades, Hélio Antônio da Silva e Paulo Antônio Pereira, no Dia do Engenheiro e do Arquiteto (Foto: Gabriela Said)

A Faculdade de Engenharia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) recebeu nessa terça-feira, dia 11, o presidente-diretor da Escola de Engenharia da Universidade do Minho (Portugal), Paulo Antônio Alves Pereira, para a entrega de convênio de intercâmbio envolvendo as duas instituições. A Universidade do Minho, uma das mais importantes daquele país, vai oferecer inicialmente cerca de 30 vagas aos estudantes da UFJF.

O projeto foi proposto pelo Programa de Pós-Graduação em Ambiente Construído (Proac) e vem sendo desenvolvido desde maio em conjunto com a Secretaria de Relações Internacionais (SRI) da UFJF. Conforme a professora Maria Teresa Gomes Barbosa, coordenadora do Proac, o edital para o convênio deverá ser lançado em janeiro e é apenas o começo dessa parceria. “Primeiramente serão oferecidas vagas para alunos da graduação, mas já estamos em contato para a elaboração de um programa de intercâmbio também para a pós.” O acordo, assinado entre os reitores por intermédio da SRI, abre portas não só para a Engenharia.

“A Universidade do Minho possui cursos de Engenharia de Alimentos e de Biomedicina, o que pode favorecer também nossos alunos das áreas de Saúde, como Nutrição, Medicina e Ciências Biológicas”, disse a secretária de Relações Internacionais, Rossana Melo. Segundo ela, o convênio soma-se aos outros 12 mantidos pela UFJF com instituições de Portugal. “É o país com maior procura em nossos editais de intercâmbio”.

Para o diretor da Faculdade de Engenharia da UFJF, Hélio Antônio da Silva, assim como para Rossana, o acordo reafirma o processo de internacionalização pelo qual a instituição está passando. “Grandes universidades do mundo, como Harvard, chegam a ter 20% de alunos estrangeiros. Aqui na UFJF o percentual ainda é pequeno, mas programas como esse reforçam o nome da Universidade lá fora e atraem mais propostas”, argumenta Hélio.

Segundo o diretor da instituição portuguesa Paulo Antônio, com a vantagem da língua, graduandos de ambas as universidades têm oportunidades iguais de aprendizado. “O intercambista tem a chance de conhecer novos profissionais, professores, técnicas e principalmente vivenciar outro país e sua cultura. Brasileiros e portugueses devem se beneficiar da língua comum às duas nações e estreitar essa troca de conhecimento, tão importante para o mercado globalizado atual.”

Primeiros lugares no Enade

A Engenharia da UFJF também comemorou ontem, no Dia do Engenheiro e Arquiteto, o ótimo resultado obtido na avaliação do Enade 2011, divulgada na última semana. O desempenho dos concluintes dos quatro cursos avaliados conquistou os primeiros lugares de Minas Gerais, com destaque para os alunos de Engenharia de Produção, que, de acordo com o ranking, tiraram a melhor nota do país. Veja como ficaram os resultados.

Fonte: Observatório da Educação em Engenharia da Faculdade de Engenharia da UFJF, com base nos dados disponíveis no site no Inep – 06/12/2012.

Nota Enade = Nota dos Concluintes

CPC contínuo = Calculado em função das notas: Enade, Enem, infraestrutura, organização pedagógica, docentes (titulação e regime de trabalho)

Outras informações:

2102-3405 (PROAC)

2102-3400 (Direção da Faculdade de Engenharia UFJF)

2102-3389 (Secretaria de Relações Internacionais)