UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Apresentação

Você está em: O Curso > Apresentação

Em 2007, a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) adere ao Programa de Apoio ao Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais – REUNI/Ministério da Educação (MEC) e propõe a criação de bacharelados interdisciplinares1 . A partir de 2010, O Curso de Turismo passa a integrar o Bacharelado Interdisciplinar em Ciências Humanas (BACH) como 1º ciclo de formação do Bacharel em Turismo, configurando, então, uma proposta de entrada originária, modalidade presencial, já que, até 2009, a modalidade entrada originária direta, via Vestibular/UFJF, era a forma de ingresso originário no curso.

A partir de então, o currículo do curso de Turismo passou a ser estruturado por meio ênfases ou habilitações, permitindo que o aluno, a partir do segundo período do 2º ciclo, pudesse cursar a ênfase de preferência, a saber: Gestão de Organizações Turísticas ou Patrimônio e Planejamento de Destinos Turísticos.

Após sete anos de experiência, em 2016, o Departamento de Turismo encaminhou proposta de retomada de ingresso originário direto no Curso de Turismo, via SISU/MEC e PISM/UFJF, com início a partir do 1º semestre de 2017.

Uma mudança conceitual neste novo PPCTUR envolveu as duas áreas de conhecimentos do Curso de Turismo, “Gestão de Empreendimentos Turísticos” e “Patrimônio e Gestão de Destinos Turísticos”, que passaram a ser denominados “Percursos Formativos”, visando orientar e direcionar as preferências do discente. Permanece ainda a exigência de opção por um dos percursos formativos, contudo sem o caráter de habilitação acadêmica.

Vale destacar as duas ênfases que compõem o currículo do curso de Turismo podem ser cursadas de acordo com o interesse de cada aluno. Posto em outros termos, as ênfases objetivam aglutinar saberes e reforçar a obtenção de habilidades ligadas ou às organizações turísticas, com claro alinhamento ao setor privado, ou a conquista de saberes ligados ao planejamento turístico, tomando como eixo central o patrimônio.

Mas, e depois de formado? No que poderei atuar? Essa pergunta é facilmente respondida pelo curso uma vez que a atividade turística, devido a sua extensa cadeia reflexivo-produtiva, possibilita aos bacharéis em turismo uma diversidade de atuação no mercado de trabalho. O “processo de acontecimento” das viagens abarca diversos setores, tanto no âmbito da gestão pública, quanto privada e não governamental. São instituições de ensino e pesquisa, agência de turismo, meios de transporte, serviços de alimentos e bebidas, meios de hospedagem, setor de eventos, atrativos e patrimônios culturais e ambientais abertos à visitação, secretarias municipais de turismo. Enfim, uma gama de oportunidades em diversos setores para aqueles que obtêm o título de “bacharel em turismo”.

O profissional em turismo exerce funções e responsabilidades socioculturais, ambientais e econômicas na esfera territorial onde atua e, dentro deste contexto, o Curso de Turismo da UFJF deve valorizar a empregabilidade local e regional, tornando-se um ambiente técnico-reflexivo na formação de profissionais aptos a atuarem enquanto turismólogos. Assim, a grade curricular do curso foi pensada de forma a gerar oportunidades de emprego e desenvolvimento de carreiras técnico-reflexivas.

Compartilhe:

    Veja também: Objetivos do Curso, Perfil Profissional, Breve Apresentação do Curso, Ênfases de Atuação, Histórico do Curso.

    Graduação em Turismo


    Acessos desde 22/04/2015: