UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Reportagem – Os Prós e os Contras da Pós

Você está em: Memória > Revista Giro > Edições Anteriores ''Informativo Giro'' > Giro 04 - Outubro 2006 > Reportagem - Os Prós e os Contras da Pós

Entrar para uma faculdade, concluir o curso e achar que o emprego perfeito surgirá de repente é uma realidade bem distante de qualquer graduando. Com o mercado cada vez mais concorrido e exigente, fazer somente o curso de graduação nos dias de hoje não é o suficiente, mesmo para aqueles que não pretendem seguir a carreira docente. Na graduação, o aluno deve adquirir uma boa formação cultural, aproveitando todas as dicas de professores, investir em leitura, cursos e estágios.

Além da formação acadêmica, o profissional, seja de qual área for, deve sempre buscar um diferencial como, por exemplo, fazer cursos de especialização, mestrados e doutorados. “Um mestrado pode ser muito útil, não apenas pra quem quer dar aulas. Muitas empresas exigem especialização ou mestrado, principalmente nas áreas que exigem pesquisa e planejamento”, comenta o turismólogo Marcelo Vidal, que se graduou no 1º semestre de 2006 pela UFJF. Atualmente, Marcelo está no processo seletivo para um mestrado em Estudos Populacionais e Pesquisas Sociais, vinculado ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os ex-alunos de Turismo da UFJF, Gheysa Gama, que se formou no 2º semestre de 2004 e Altair Sancho, que se graduou no 1º semestre de 2004, concordam sobre a importância do mestrado, principalmente para a carreira acadêmica. Altair afirma que, “além de ser essencial para quem quer seguir a carreira de docência e pesquisa, o mestrado oferece um aprofundamento teórico e enriquecimento de um determinado tema”. Atualmente, Altair está concluindo mestrado no Programa EICOS (Estudos Interdisciplinares de Comunidade e Ecologia Social) da UFRJ e Gheysa faz mestrado em Ciências Sociais na UFJF. Inclusive, segundo Gheysa, “o mestrado já começou a abrir portas, pois foi através dele que consegui ser tutora do projeto da Faculdade de Administração da UFJF, de Educação à Distância”, comenta.

Há ainda aqueles, que mesmo sem o mestrado, já estão inseridos no mercado de trabalho, como a ex-aluna de turismo da UFJF, Carla Fraga, formada no 2º semestre de 2003. No entanto, Carla tem uma especialização concluída em Gestão de Negócios pela FEA – UFJF e uma em conclusão em Ecoturismo, pela Universidade de Lavras (UFLA). Mas a turismóloga não pára por aí: pretende fazer mestrado e doutorado, “pois esse é o caminho natural das coisas para o amadurecimento intelectual”, afirma. Carla começou no mercado como turismóloga da Associação Brasileira das Operadoras de Trens Turísticos e Culturais (ABOTTC) no Rio, e ainda exerce essa função, só que em tempo parcial. De forma autônoma, também presta consultorias em parceria com outros profissionais, especificamente nas área de planejamento e controle. Em outubro de 2006, tomou posse como Conselheira Efetiva da ABBTUR – Associação Brasileira de Bacharéis em Turismo, seccional Rio de Janeiro, “atividade que também contribui em muito para minha formação e desenvolvimento profissional”, completa. Carla é professora efetiva da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e também leciona na Unisuam e nos campus Ilha do Governador e Petrópolis da Faculdade Estácio de Sá.

Existe também quem ache que a pós-graduação não é garantia de emprego, como é o caso do licenciado em História pela UFJF, Claudinei Arruda, bolsista do NUPEDTUR (Núcleo de Pesquisa e Documentação Turística), do Curso de Turismo da UFJF, que no momento está fazendo especialização em Patrimônio Histórico e também está cursando bacharelado. “Todos têm que fazer mestrado, doutorado, especializações, mas isso não garante nada”.

Portanto, inserido ou não no mercado, é preciso mais do que nunca ficar atento às oportunidades e estar disposto a crescer, não somente no período em que está cursando a graduação, como também após a conclusão do curso. E nunca se esquecer que persistência, determinação, dedicação e coragem são também peças fundamentais na conquista de um bom trabalho.

Compartilhe:

    Graduação em Turismo


    Acessos desde 22/04/2015: