UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Atividades

Você está em: Atividades

2012

Trabalho apresentado no congresso Digital Humanities 2012, Sheffield, Inglaterra

2011

O Grupo de Software Studies é um dos apoiadores e está presente no Festival CulturaDigital.Br 2011.

Veja mais em: www.culturadigital.org.br ou em
http://culturadigital.org.br/2011/10/so-a-digitofagia-nos-une/

Projeto Walkingtools, de Cicero Silva & Brett Stalbaum, selecionado para o ISEA Istanbul 2011 (Inter- Society for the Electronic Arts). O link para o workshop pode ser acessado aqui: Walkingtools Concepts: Locative Media Art ou aqui (Leonardo)

 

Projeto Walkingtools, de Cicero Silva e Brett Stalbaum, selecionado para o ciclo Mobile: Reflexión y experimentación en torno a los medios locativos en el arte contemporáneo en México no Centro Nacional de Las Artes no México.  Link aqui: http://www.imagen-movimiento.org/mobile/participantes.html

 


1) Clique AQUI e assista a aula sobre Arte, Comunicação e Tecnologia com Tristan Shone (UCSD e Calit2). 
Tristan Shone fará uma apresentação sobre o desenvolvimento de suas obras, especialmente projetadas para cada uma de suas performances, além de falar sobre a relação entre os processos do software ligados ao desenvolvimento de formas interativas maquínicas e as interferências desses movimentos na formulação de experiências estéticas, tanto visuais quanto musicais. Shone é pesquisador da Universidade da Califórnia em San Diego (UCSD) e do California Institute for Telecommunications and Information Technology (Calit2)

Quando: 04/04 (segunda-feira)
Onde: Sala 10 da Faculdade de Comunicação (FACOM) da UFJF
Horário: 14h30
saiba +: http://www.tristanshone.com/

 

2) Entrevista sobre Software Studies para o Grupo de Pesquisa Audiovisualidades e Tecnocultura: Comunicação, Memória e Design da UNISINOS: http://tecnoculturaaudiovisual.com.br/?p=338

 

3) Produção e coordenação de mídias digitais da Plataforma Laboratório Cultura Viva.

Laboratório Cultura Viva é uma parceria da Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural do Ministério da Cultura (SCDC/MinC) com a Escola de Comunicação (ECO) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) para a produção de uma Revista Eletrônica para TV e de uma Plataforma on-line de Colaboração Criativa.

O Laboratório de Software Studies da UFJF participa do projeto com a coordenação de mídias digitais, elaboração do editor de vídeo on-line desenvolvido com softwares livres e desenvolve uma análise dos possíveis avanços promovidos por plataformas de vídeos públicos experimentais hospedados em universidades públicas brasileiras, criando novas perspectivas para a distribuição de conteúdos audiovisuais culturais que não mais dependem de sites hospedados em outros países para sua circulação.

www.labculturaviva.org

 

2010

Cicero Inacio da Silva ‘s lecture at MIT, 2010 from Software Studies on Vimeo.

 

 

 

 

da esq. para direita: Giselle Beiguelman, Jane de Almeida, Bob Stein e Cicero Inacio da Silva

 

 

 

Conferência “O livro depois do fim do livro

Palestrante: Bob Stein
Debatedora: Giselle Beiguelman
Mediação: Cicero Inacio da Silva
Quando: 11 de novembro, das 9h30 às 12h
Onde: Centro Histórico da Universidade Mackenzie 
Rua Itambé, 45, Consolação, São Paulo

O Instituto para o Futuro do Livro (http://www.futureofthebook.org/ ) é um think tank, com sedes em Nova Iorque e na University of Southern California, dedicado a pensar e a desenvolver novas práticas ligadas à publicação, divulgação, design e métodos de produção contemporâneos do livro, dedicando-se principalmente a desenvolver novas formas e questionando as atuais publicações digitais. Stein tem se dedicado a analisar o livro a partir do surgimento de equipamentos eletrônicos de leitura como Ipads e Kindles. O Instituto para o Futuro do Livro também desenvolve recursos de última geração para as editoras de livros e revistas, tendo desenvolvido a interface CommentPress, criada a pedido da editora do MIT quando da utilização pioneira de blogs no sistema de peer review de alguns de seus livros e revistas.

Bob Stein é um dos pioneiros das publicações eletrônicas em suporte computacional. Fundou em 1985 a companhia Voyager, considerada a primeira editora comercial de Cd-roms e a coleção Criterion, que publicou centenas de títulos de clássicos do cinema em suporte digital. Stein trabalhou com Alan kay, considerado o “inventor” da lógica de “janelas” (windows) para as interfaces computacionais. 
Giselle Beiguelman é pesquisadora e professora de arte e novos meios na PUC-SP, diretora artística do Instituto Sérgio Motta e é autora do aclamado “O livro depois do livro” (Peirópolis, 2003).
Cicero Inacio da Silva é coordenador do Grupo de Estudos do Software no Brasil.

Promoção: Programa de Pós-graduação em Educação, Arte e História da Cultura (Universidade Mackenzie), Laboratório de Estudos do Software (Universidade Federal de Juiz de Fora) e Fórum da Cultura Digital Brasileira (culturadigital.br)


a) Palestra de Cicero Inacio da Silva no MIT sobre o projeto Macro.viz que foi parte integrante da conferência humanidades + digital conferência sobre interpretações visuais. Estética, métodos e críticas da visualização da informação nas humanidades, artes e ciências sociais. O projeto é coordenado por Nelson Brissac e a visualização por Cicero Inacio da Silva.

http://hyperstudio.mit.edu/conference-bios/inacio-da-silva-cicero/

 

b) Palestra sobre Software Studies no evento Arte Pós-mídias digitais

Arte Pós-mídias digitais

12 de maio de 2010

Local: Oi Futuro, Rio de Janeiro

14h André Lemos e Cicero Silva

16h30 Giselle Beiguelman e Ivana Bentes

http://palavrasaospixels.wordpress.com/2010/05/14/arte-contemporanea-pos-midias-digitais/

 

c) Palestra sobre Culturas da Interface no Seminário Interfaces Digitais Colaborativas – Linguagens e Experiências em Rede

Programa completo e vídeos:

http://culturadigital.br/blog/2010/07/07/acompanhe-o-seminario-interfaces-digitais-colaborativas-linguagens-e-experiencias-em-rede/

 

d) Aula inaugural no dia 05 de abril de 2010 do PACC/UFRJ com o prof. Cícero Inacio da Silva sobre “Estudos Culturais Contemporâneos do Software”.


“Os processos computacionais tem afetado ou influenciado as mais variadas manifestações culturais e artísticas contemporâneas. Kindle, Kobo, Sony Reader, Skyff, netbooks, entre outros, questionam os formatos tradicionais de leitura, pesquisa e acesso à informação”.

A palestra abordará novos formatos de publicação, acesso, produção e circulação dos bens culturais que serão afetados ou até mesmo ressignificados pela cultura do computador.

Às 14:00 h no Salão Moniz de Aragão- Predio do Fórum de Ciência e Cultura – Entrada Livre

http://oinstituto.org.br/p2p/?p=53

http://www.pacc.ufrj.br/agenda.php

http://www.forum.ufrj.br/news/150410.html

 

e) Organização do evento Playpower na Universidade Federal de Juiz de Fora

 

2009

a) Palestra com Lev Manovich sobre os Estudos do Software (Software Studies) e a Cultural Analytics na Universidade Federal do Rio de Janeiro no Programa Avançado de Cultura Contemporânea (PACC), com organização de Heloisa Buarque de Hollanda

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lev Manovich, diretor do Laboratório de Estudos do Software e Cicero Inacio da Silva, coordenador do Laboratório no Brasil

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

%0

 

2005

Tecnohipermídia no FILE 2005, com a presença de Ted Nelson, o criador do Hipertexto e da Hipermídia e George Landow, entre outros.

Veja também: SoftCult Review Journal | ISSN 2236-3181, SoftCult Ipad, Iphone e Android apps.

Laboratório de Software Studies (Estudos Culturais do Software) (SWS)