Faculdade de Serviço Social debate manifestações populares na 6ª

(Foto: Crédito: Fundação de Estudos Políticos, Econômicos e Sociais Dinarco Reis (Partido Comunista Brasileiro -PCB)

José Paulo Netto irá abordar o papel das redes na mobilização popular (Foto: Crédito: Fundação de Estudos Políticos, Econômicos e Sociais Dinarco Reis (Partido Comunista Brasileiro -PCB)

As recentes manifestações que vêm tomando conta das ruas por todo o país são tema da discussão promovida pela Faculdade de Serviço Social da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), realizada nesta sexta-feira, 2, às 17h30 no auditório do Serviço Social.

O evento, chamado “Conversa às cinco e meia”, é aberto ao público e conta com a participação do professor Emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro e professor da Escola Nacional Florestan Fernandes (Enff), José Paulo Netto.

Autor de livros como “Crise do Socialismo e ofensiva Neoliberal”, “Democracia e Transição Socialista” e “Ditadura e Serviço Social”, Netto abordará principalmente em sua apresentação os protestos fomentados nas redes sociais, que ganharam as ruas de várias cidades brasileiras entre os meses de junho e julho.

Inicialmente contra o aumento da tarifa do transporte público, as manifestações chegaram a reunir cem mil pessoas na capital de São Paulo e 15 mil em Juiz de Fora. O movimento também incluiu uma série de outras revindicações e contou com casos constantes de vandalismo, especialmente nas grandes cidades.

José Paulo Netto nasceu em Juiz de Fora e graduou-se em Serviço Social na UFJF no ano de 1969, tendo desde cedo contato com os pensamentos comunistas. Atualmente, participa do grupo de debate brasileiro e latino-americano sobre os conceitos e tradições marxistas.

Outras informações: (32) 2102-3561 – Faculdade de Serviço Social

www.ufjf.br/facssocial

Compartilhe: