Cursos da UFJF obtêm nota máxima no Enade 2009

A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) mantém conceitos elevados nos cursos de Administração, Economia, Direito, Comunicação Social, Psicologia e Turismo. O Inep divulgou na última semana os resultados da prova do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) referente ao ano de 2009 e as notas da UFJF estão entre 4 e 5 (máxima). As instituições tiveram acesso à nota no dia 19 de novembro, mas respeitaram o período de entrada de recurso para publicarem os novos conceitos.

O Enade avalia os cursos de ensino superior do país, sendo aplicado aos alunos concluintes e ingressantes. O resultado é divido em três conceitos diferentes: Enade, Índice de Diferença de Desempenho (IDD) e o Conceito Preliminar do Curso (CPC). Confira na tabela abaixo.

Além dos cursos citados acima, as graduações em Música e Estatística da UFJF também participaram do Enade, porém, como não possuíam na época alunos concluintes, ficaram sem conceito, por enquanto. Somente na próxima avaliação do Exame será possível ter o resultado.

O pró-reitor da Graduação, Eduardo Magrone, analisou positivamente o resultado. Segundo ele, a melhora verificada em alguns casos pode ser atribuída à administração e ao Reuni, que fez uma inovação em infraestrutura laboratorial, em bibliotecas, salas de ensino. “Um investimento direto na estrutura acadêmica dos cursos”. Além disso, a contratação de professores, privilegiando, aqueles que possuem doutorado também pode ser entendido como um diferencial. Magrone, entretanto, pondera o peso que se dá conceitos. “Esse número não pode substituir a realidade. É um construto usado para avaliar”.

O curso de Administração, dentre os avaliados naquele ano, é o único com nota 5 nos três quesitos. Segundo a coordenadora Bárbara Stella, isso confirma a qualidade do corpo docente e discente e gera uma responsabilidade grande para o curso em manter o mesmo nível de ensino e no desenvolvimento dos conteúdos.

aaa

Pró-reitor Eduardo Magrone avaliou positivamente os resultados

O professor Cláudio Foffano, coordenador da Economia, ressalta o aumento do conceito desde a última avaliação. O curso tinha notas 4 nos três aspectos e conseguiu passar para 5 em dois deles. O CPC permaneceu em 4. “A avaliação geral foi boa, tentaremos trabalhar para ver se melhoramos alguns aspectos para conseguir a nota máxima em tudo”.

Apesar do ótimo resultado, a coordenadora de Psicologia, Neide Magalhães, também pretende promover melhorias. O curso tem duas notas 5 e CPC 4. Ela acha que a mudança no currículo feita recentemente pode ajudar na próxima avaliação, além disso, os professores substitutos estão sendo trocados por efetivos, o que também conta pontos. “A prova do Enade mostra que os concluintes foram bem e que seus conhecimentos foram bem avaliados.”

Em 2009, o curso de Comunicação Social teve sua inscrição trocada em relação à habilitação. Os alunos fizeram a prova de editoração ao invés de jornalismo. Por isso, o coordenador do turno Noturno, Eduardo Leão, surpreendeu-se com o resultado. “Mesmo com todos os problemas, o aluno mostrou que tem capacidade e que acredita na Faculdade”. Para Leão, o mercado às vezes fala mais do que o próprio conceito de curso. “Temos ex-alunos trabalhando por todo país e, inclusive, no exterior.” A professora Letícia Torres, coordenadora do Diurno, diz que o resultado foi excelente. Ela espera que a melhoria em infraestrutura e a reforma curricular prevista para os próximos semestres possam contribuir para melhorar ainda mais o conceito do curso.

De acordo com o Inep, os boletins individuais dos estudantes devem sair até o fim de dezembro. Os alunos com maiores notas ganham bolsas de estudo e pesquisa.

 

Outras informações: (32) 2102-3967 (Diretoria de Comunicação)

 

Compartilhe: