UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

ISSN 1519-5759

Volume 2 – N° 2 – jul. – dez. 1998

Você está em: Edições Anteriores > Volume 2 - N° 2 - jul. - dez. 1998 > Volume 2 – N° 2 – jul. – dez. 1998

São Sebastião, O “Rei da Glória” – O Santo do Contestado

Márcia Janete Espig

 

Resumo: O presente artigo aborda a predileção pela imagem de São Sebastião na região em que se desenvolveu o movimento do Contestado (Santa Catarina, 1912-1916). Devoção antiga, foi entretanto durante o conflito que esta sofreu alterações significativas. São Sebastião passou a ser associado a um Exército Encantado, do qual seria o comandante, e progressivamente sua imagem aproximou-se da existência cotidiana dos rebeldes. Infundindo confiança na vitória, conferindo poder às ordens dos líderes, São Sebastião e seu Exército representaram, para os rebeldes, a garantia na vitória sobre a “ordem do demônio”. O artigo destaca justamente tais reelaborações, e seus desdobramentos sobre o imaginário religioso local.

 

Palavras-chave: Contestado: 1912-1916; Sebastianismo; Imaginário.

 

Abstract: The present article approaches the predilection for Saint Sebastian’s image in the area in that the movement of the Contestado (Santa Catarina, 1912-1916) was developed. Although it was an old devotion, it got new meaning during the conflict. Saint Sebastin became associated to a Charmed Army, of which would be the commandant, and progressively its image approached of the rebels’ daily existence. Saint Sebastian and its Army represented, for the rebels, the warranty in the victory on the “demon’s order”. These article underlines such constructions and its consequences on the local religious imaginary.

 

ESPIG, Márcia Janete. São Sebastião, O “Rei da Glória” – O Santo do Contestado. Revista Eletrônica de História do Brasil. Juiz de Fora, volume 2, número 2, jul-dez, 1998.

 

« voltar

Revista Eletrônica de História do Brasil – REHB