UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

ISSN 1519-5759

Volume 10 – N° 1 e 2 – jan. – dez. 2008

Você está em: Edições Anteriores > Volume 10 - N° 1 e 2 - jan. - dez. 2008 > Volume 10 - N° 1 e 2 - jan. - dez. 2008

Teias de negócios: um perfil da atividade mercantil e do crédito privado em uma economia colonial (Minas Gerais, século XVIII)

Raphael Freitas Santos

 

Resumo: Na economia mineira setecentista, a maneira mais freqüente de se adquirir uma mercadoria e de se pagar por um serviço prestado era por meio de operações de crédito. Diversos grupos sociais se destacaram como agentes financiadores. Nesse artigo buscaremos traçar um perfil de alguns dos mais importantes agentes financiadores privados que atuaram em uma comarca da capitania de Minas Gerais, durante o período colonial. A partir da análise dos inventários post-mortem desses personagens foi possível compreender melhor sobre a existência de um sistema de crédito que, controlado pelo capital mercantil, entrelaçava consumidores, produtores e comerciantes.

Palavras-chave: Crédito – Economia colonial – Comerciantes

 

Abstract: In the colonial Minas Gerais economy, the most common way to acquire something and to pay for a job was through a credit operation. A lack of social groups stood out as financial agents. This paper wants to analyze some of the most important private financial agents who acted in a district of Minas Gerais, during the colonial period. Through postmortem inventories of these characters we were able to understand about the credit system that controlled the capital market, entwined consumers, producers and merchants.

Keywords: Credit – Colonial economy – Merchants

 

SANTOS, Raphael Freitas. Teias de negócios: um perfil da atividade mercantil e do crédito privado em uma economia colonial (Minas Gerais, século XVIII). Revista Eletrônica de História do Brasil. Juiz de Fora, volume 10, número 1 e 2, jan-dez, 2008.

 

 

« voltar

Revista Eletrônica de História do Brasil – REHB