UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

ISSN 1519-5759

Volume 1 – N° 1 – maio – jun. 1997

Você está em: Edições Anteriores > Volume 1 - N° 1 - maio - jun. 1997 > Volume 1 – N° 1 – maio – jun. 1997

Le Brésil Colonial: terre d’exil? L’Inquisition et le bannissement: XVIe – XVIIIe siècles

Geraldo Pieroni

 

Resumo: A história do degredo em Portugal ganha novas dimensões com a expansão marítima dos séculos XV e XVI e com o estabelecimento da Inquisição em Portugal. Estudando as legislações do Reino e os regulamentos do Santo Ofício, percebemos que a maioria dos degredados para o Brasil era punida por causa dos seus crimes contra a moral e a religião. Para a Inquisição, o degredo funcionava como um mecanismo de defesa contra a heterodoxia e, ao mesmo tempo, servia como um procedimento místico para a purificação dos pecados. Normalização social e expiação dos pecados se encaixam perfeitamente na lide colonizadora.

Palavras-chave: Degredo, Inquisição, Brasil-Colônia

 

Abstract: The history of banishment in Portugal acquired new angles with the maritime expansion of the 15th and 16th centuries and the Inquisition’s establishment in Portugal. By studying the royal laws and inquisitory regulations, one perceives that the majority of the banished to Brazil was punished by crimes against the moral and religion. For the inquisition, banishment functioned as a necessary religious and social defense against heterodox infection, while at the same time, serving as a mystical procedure for the purification of sins. Social normalization and the expiation of sins fit perfectly into the colonizing struggle.

 

PIERONI, Geraldo. Le Brésil Colonial: terre d’exil? L’Inquisition et le bannissement: XVIe – XVIIIe siècles. Revista Eletrônica de História do Brasil. Juiz de Fora, volume 1, número 1, maio-jun, 1997.

 

« voltar

Revista Eletrônica de História do Brasil – REHB