UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

ISSN 1982-1247

Instruções aos autores

Você está em: Instruções aos autores

 

Escopo e Política Editorial

A revista Psicologia em Pesquisa é vinculada ao Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Apresenta periodicidade semestral e publica artigos originais na área de Psicologia e áreas afins. Os artigos publicados são de responsabilidade exclusiva dos autores, as opiniões e julgamentos neles contidos não expressam necessariamente aqueles relativos à Comissão Editorial.

A partir de 2017, a revista publicará artigos a partir de três áreas especificas, de acordo com a descrição abaixo:

 

Desenvolvimento Humano e Processos Sócio-Educativos:  artigos na área de Psicologia do Desenvolvimento que investigam ou discutam as múltiplas variáveis associadas ao desenvolvimento humano ao longo do curso da vida, sejam elas cognitivas, afetivas, sociais e/ou biológicas. Artigos na área de Psicologia Escolar  que investiguem e discutem  os processos educacionais formais e informais. 

 

Processos Psicossociais em Saúde: artigos nas áreas de Psicologia Clínica, Psicologia da Saúde ou Psicologia Social que investigam e compreendem a relação entre indivíduos ou grupos nos diversos temas relacionados aos aspectos psicossociais no contexto da saúde. 

 

História e Filosofia da Psicologia: artigos de investigação teórico-conceitual dos fundamentos históricos e filosóficos da psicologia no contexto fornecido pela história das ideias, história da ciência, filosofia da ciência, filosofia da mente e fenomenologia, assim como pelas intersecções possíveis entre essas diferentes disciplinas e tradições filosóficas. 

 

Instruções aos autores

Tipos de Colaborações Aceitas pela Revista Psicologia em Pesquisa

 

 

São aceitos textos originais de Psicologia e de áreas afins que se enquadrem nas seguintes categorias:

 

  1. Artigos:

 

A.1) Revisão de Literatura e Ensaio Teórico: Análise crítica da literatura científica sobre um determinado problema ou análise de aspectos teóricos que gere questionamento dos modelos existentes e/ou hipóteses para futuras pesquisas. Limitados a 25 laudas, incluindo resumo, abstract, figuras e referências.

 

A.2) Relato de Pesquisa: Comunicação científica de uma investigação empírica. Limitado a 25 laudas, incluindo resumo, abstract, figuras, tabelas e referências.

 

B) Resenha:Revisão crítica de uma obra recém-publicada, apresentando informações sobre o autor, a exposição sintética do conteúdo da obra e um comentário crítico, orientando o leitor quanto às características e possibilidades de uso da mesma. Os autores devem consultar o Editor Geral antes de submeter resenhas ao processo editorial. Deve ter título e os dados bibliográficos completos do livro resenhado devem aparecer nas referências finais do texto. Deve conter de 3 a 5 laudas.

 

Normas Editoriais

 

I. Seleção de Artigos – No momento da submissão o (s) autor (es) devem classificar seu artigo em uma três áreas definidas no escopo da revista.  Os textos que se enquadrarem nas quatro categorias descritas anteriormente serão avaliados quanto à adequação ao escopo da revista, originalidade, à relevância do tema e à qualidade metodológica, além, evidentemente, da adequação às normas editoriais adotadas pela revista.

 

II. Idiomas – São aceitas comunicações científicas em língua portuguesa, espanhola e inglesa.

 

III. Texto Inédito – A comunicação submetida à Psicologia em Pesquisa não pode ter sido publicada anteriormente, nem ser submetida para publicação em outro periódico. A republicação de textos com elevada relevância científica será analisada pela Comissão Executiva.

 

IV. Autoria – Pressupor-se-á que todas as pessoas listadas como autores(as) aprovaram o encaminhamento do material para publicação, sendo responsabilidade do(a) autor(a) proponente assegurar, antes de enviar o texto para a Psicologia em Pesquisa, que todos concordaram com a submissão do mesmo para o presente periódico.

 

V. Comunicação Pessoal – Parte-se do pressuposto de que uma pessoa citada como fonte de comunicação pessoal aprovou previamente a citação.

 

VI. Responsabilidade– O conteúdo dos trabalhos é de total responsabilidade dos autores.

 

VII. Direitos Autorais – Os direitos autorais dos artigos publicados pertencem à revista Psicologia em Pesquisa. A reprodução total dos artigos desta revista em outras publicações ou para qualquer outra utilidade está condicionada à autorização escrita do Editor. Pessoas interessadas em reproduzir parcialmente os artigos deste periódico (partes do texto que excederem 500 palavras, tabelas, figuras e outras ilustrações) deverão ter a permissão escrita do(s) autor(es).

 

VIII. Revisão por Pares – Todos os trabalhos enviados serão avaliados pelo Conselho Editorial, que poderá fazer uso de pareceristas ad hoc, a seu critério. Existem três possibilidades de pareceres: a) aceitação integral; b) aceitação com reformulação; c) recusa integral. Os autores serão notificados sobre a aceitação ou a recusa de seus textos.

 

IX. Revisão da Linguagem– O Conselho Editorial da Revista poderá efetuar revisões da linguagem dos textos, incluindo as palavras-chaves. Quando este julgar necessárias modificações substanciais que possam alterar a idéia do(a) autor(a), este(a) será notificado(a) e encarregado(a) de fazê-las, devolvendo o trabalho reformulado no prazo estipulado.

 

X. Uso de Informação Secundária– O uso de informações secundárias deve respeitar as leis de direitos autorais, assegurando a originalidade do texto. Materiais que utilizem informação secundária (p.ex. figuras, tabelas e desenhos extraídos de outras publicações) de forma discrepante da legislação vigente serão encaminhados para análise somente se vierem acompanhados de permissão escrita do detentor do direito autoral do trabalho original para a reprodução na Psicologia em Pesquisa.

 

XI. Pesquisa com Seres Humanos– Estudos empíricos com seres humanos devem apresentar, no momento de submissão do manuscrito, uma cópia do parecer favorável à realização do mesmo por parte de um Comitê de Ética, devidamente cadastrado na Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP).

 

XII. Formatação – Os textos devem ser digitados em espaço duplo (desde a folha de rosto e incluindo tabelas e referências), justificado, em fonte tipo Times New Roman, tamanho 12, não excedendo 80 caracteres por linha e o número de páginas apropriado ao tipo de trabalho. Devem ser paginados desde a folha de Título, a qual receberá número de página 1. A página deverá ser tamanho A4, com formatação de margens superior e inferior de 2,5 cm, esquerda e direita de 3 cm. A Numeração das páginas deve vir no canto direito inferior de cada página.

 

XIII. Apresentação dos Textos – Os manuscritos devem seguir as Normas de Publicação da APA no que diz respeito ao estilo de apresentação das citações e referências, contidas no Manual de Publicação da APA: American Psychological Association (APA, 2012), tradução de Daniel Bueno, Porto Alegre, editora Artmed. Esta  tradução corresponde à 6ª. edição, publicada originalmente em 2012.

 

Ordem de apresentação do trabalho

 

1. Folha de rosto despersonalizada, contendo apenas:

1.1. Título completo na língua em que o manuscrito foi preparado, não devendo exceder 12 palavras.

1.2. Título completo em inglês, compatível com o título na língua em que o manuscrito foi preparado.

1.3. Área de Pesquisa, sinalizada logo abaixo do título. Escolher a linha que mais se adequa ao conteúdo do seu manuscrito (vide escopo):

1) Desenvolvimento Humano e Processos Sócio-Educativos;

2) Processos Psicossociais em Saúde;

3) História e Filosofia da Psicologia:

 

2. Folha contendo Resumo, em português ou em espanhol:

2.1. O resumo deve ter no máximo 120 palavras e ser elaborado somente para trabalhos da categoria A.

2.2. Fornecer, após o resumo, 3 a 5 palavras-chave na língua do texto, com iniciais minúsculas e separadas com ponto e vírgula, preferencialmente derivadas do Terminologia em Psicologia, da Biblioteca Virtual em Saúde – Psicologia.

 

3. Folha contendo Abstract, em inglês, compatível com o texto do resumo:

3.1. O Abstract deve obedecer às mesmas especificações do resumo, seguido de keywords, compatíveis com as palavras-chave.

 

4. Estrutura do texto:

4.1. O texto deve ser organizado com clareza, utilizando um sistema de títulos e subtítulos que reflitam esta organização.

 

4.2. Na categoria A, os elementos do manuscrito devem vir em folhas separadas e na seguinte ordem: Folha de rosto despersonalizada, Resumo e Abstract, Corpo do Texto, Referências, Anexos, Notas de Rodapé, Tabelas e Figuras.  No caso dos “Relatos de Pesquisa”, o corpo do texto deverá, obrigatoriamente, ser organizado em: introdução, método, resultados e discussão. A introdução deve se seguir imediatamente ao final dos resumos, sem a presença do título “Introdução”.

 

4.3. Os manuscritos da categoria B deverão apresentar títulos e subtítulos em concordância com sua natureza.

 

4.4. As subseções do corpo do texto MÉTODO, RESULTADOS e DISCUSSÃO devem estar alinhados à esquerda, em negrito e em maiúscula. Os subtítulos das subseções devem estar em negrito e ter a primeira letra de cada palavra em letra maiúscula (por exemplo, os subtítulos da subseção MÉTODOParticipantes, ou Análise dos Dados).

 

4.5. Notas de rodapé e Anexos devem ser evitados sempre que possível. No entanto, se forem imprescindíveis, os anexos devem ser identificados no texto por meio de letras (Anexo A, Anexo B, etc.) e apresentados em páginas separadas ao final das referências. As notas de rodapé devem ser indicadas por algarismos arábicos no texto e apresentadas em uma página separada, após os Anexos (Nota de Rodapé 1, etc.).

 

4.6. Figuras e tabelas devem ter seus locais de inserção indicados no texto e serem colocadas uma a uma em cada folha no final de todo o texto. As palavras Figura e Tabela que aparecerem no texto devem ser escritas com a primeira letra em maiúscula e acompanhadas do número a qual se referem. Devem ser preparadas no Word for Windows, em preto-e-branco, não excederem 22cm de largura por 28cm de comprimento, ter títulos com até 15 palavras situadas no alto, no caso das tabelas, e embaixo, no caso das figuras. As figuras devem ser do tipo de arquivo JPG ou GIF. A utilização de expressões como “a Tabela acima” ou “a Figura abaixo” não devem ser utilizadas, porque no processo de editoração a localização das mesmas pode ser alterada. Conforme as normas da APA (2006), quadros, gráficos, fotografias e outras formas de representação, excetuadas as tabelas, são tratadas como figuras e devem receber esta nomeação.

 

4.7. É necessário que os autores revisem seu texto para que respeitem as normas de redação científica e da língua portuguesa.

 

5. Referências: Toda a literatura citada deve constar nas Referências e vice-versa. Utilize espaço duplo e não deixe um espaço extra entre as citações. Todos os endereços “URL” (links para a internet) no texto (ex.:http://pkp.sfu.ca)deverão ser conferidos antes do envio do manuscrito. As referências devem ser citadas em ordem alfabética pelo sobrenome dos autores, de acordo com as normas da APA. Utilize o Manual de Estilo da APA: Regras básicas – 6º Edição (2012), para verificar as normas não mencionadas aqui.

 

6. Citações: Os exemplos abaixo auxiliam na organização de seu manuscrito, mas certamente não esgotam as possibilidades de citação em seu trabalho. Para verificar as normas não mencionadas aqui, utilize oManual de Estilo da APA: Regras básicas – 6º Edição (2012).

 

7. Anexos: só devem ser utilizados se forem imprescindíveis, sendo indicados no texto identificados consecutivamente por meio de letras.

 

 

Como Enviar Textos aos Editores

 

Documentos para serem encaminhados:

A submissão do artigo é online, através da Plataforma SEER. Para submeter seu artigo clique através do link: https://goo.gl/GDDBzs

 

Veja também: Instructions to Authors, Instrucciones a los autores, Exemplos de referências da APA (6 ed), Exemplos de citações APA (6 ed.).

Revista Psicologia em Pesquisa

Endereço: Instituto de Ciências Humanas- ICH