UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Seminários 2015

Você está em: Eventos > Seminários 2015

Palestrante: Pablo Rafael de Oliveira Carlos
 
 
     Mestrando em Ensino de Física pelo MNPEF – Polo UFJF/IF Sudeste MG. Possui graduação em Licenciatura Plena de física. Atualmente, é Analista de Instrumentos de Avaliação de Física, atua no Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação, órgão ligado à Faculdade de Educação da UFJF.
 
 
 
Título: AS AVALIAÇÕES EM LARGA ESCALA NO BRASIL E AS CONTRIBUIÇÕES PARA O ENSINO DE FÍSICA
 
Data: 29 de agosto de 2015
Horário: 10:30
Local: sala S3502
 
 
Resumo
 
     O desempenho dos estudantes brasileiros em Ciências e em particular em Física tem piorado cada vez mais. Em 2006, por exemplo, o Brasil teve uma das piores colocações (52º) na prova do Programme for International Student Assessment (Pisa) – ou em português, Programa Internacional de Avaliação de Estudantes. Esse fato demonstra a necessidade cada vez maior de se investir no acompanhamento do andamento do ensino de Ciências no Brasil. Dessa forma a investigação do desempenho dos estudantes nas avaliações em larga escala torna-se uma ferramenta útil para esse objetivo. Seus resultados possibilitam melhorar a gestão escolar permitindo um desenvolvimento maior da qualidade educacional. A prática pedagógica pode ser adequada com a situação de cada escola, e dessa forma potencializando a possibilidade de aprendizagem por parte dos discentes. O levantamento do nível de desempenho dos alunos de uma determinada escola possibilita ao professor conhecer a população na qual ele irá se inserir, conhecendo fatores intra e extraescolares que podem influenciar no processo de aprendizagem do aluno, assim o docente poderá escolher técnicas e materiais de acordo com o que irá encontrar. Nessa palestra iremos abordar pontos importantes a respeito das avaliações em larga escala, especificamente as avaliações de Física, os tipos, as características assim como a elaboração do currículo e das matrizes de referência para tais avaliações. Discutiremos assuntos como a Taxonomia de Bloom que auxilia na elaboração dos currículos escolares e a Teoria de Resposta ao Item, que formam a base teórica sólida das avaliações e que garante a fidedignidade dos resultados. Por fim, iremos discorrer a respeito dos aspectos positivos de se avaliar e como os resultados das avaliações podem ser usados para melhorar as práticas pedagógicas no ensino de Física. 
 
Palavras-chave: Avaliações em larga escala de Física, Teoria de Resposta ao Item, Taxonomia de Bloom.
 
 
 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
 
  • BLOOM, Benjamin S. et al. Taxionomia de objetivos educacionais. 1 ed. Porto Alegre: Globo, 1973.
  • ANDRADE, Dalton Francisco de; TAVARES, Heliton Ribeiro; VALLE, Raquel da Cunha. Teoria da Resposta ao Item: Conceitos e Aplicações. Projeto Temático da FAPESP no. 96/01741-7 e PRONEX no. 76.97.1081.00.
  • FREITAS, L. C. Avaliação educacional: caminhando pela contramão. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.
  • CASTRO, Maria Helena Guimarães de. Sistemas de avaliação da educação no Brasil avanços e novos desafios.São Paulo Perspec., São Paulo, v. 23, n. 1, p. 5-18, jan./jun. 2009.
  • Portal INEP, 2015, disponível em: <www.inep.gov.br>. Acesso em: 1 jul. 2015.
 

22,239 — Últimas 24 horas: 13