UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Assim como cheiros e sabores, aprendizado e inovação se espalham graças a projeto culinário de inclusão social

Data: 10 de outubro de 2014

DSC02043

O grupo orgulhosamente apresenta as criações culinárias após a oficina de cupcakes (Foto: Ana Carolina Silva/Extensão)

Oferecer oportunidade para as pessoas desempregadas tornando-as qualificadas ou desenvolver o empreendedorismo individual são os objetivos do projeto de inclusão social oferecido pelo curso de Nutrição da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) em parceria com a Extensão, no bairro Jardim Casablanca e arredores. Dividido em duas vertentes, a primeira desenvolve cursos menores como a confecção de doces de copinhos, cupcakes, sanduíches naturais, bem casados, refeições natalinas e pão de mel. Com duração de seis horas, os encontros ocorrem geralmente em um ou dois dias de acordo com a disponibilidade. Essas capacitações abordam a questão da manipulação do alimento, qual a forma adequada de preparo, como é determinada a validade dos produtos alimentícios e como vendê-los de forma correta.

 

DSC01952

Antes de partirem para a prática, as alunas e bolsistas discutem sobre preparo, manipulação e conservação (Foto: Ana Carolina Silva/Extensão)

Já a segunda linha envolve a capacitação de auxiliares de cozinha com carga horária de cerca de 30 horas. Esse curso irá orientar para o trabalho em cozinhas, restaurantes e até padarias. O início está previsto ainda para outubro. Ambas as atividades são realizadas na Obra Social Santa Catarina (OSSC) do Colégio Santa Catarina, responsável por auxiliar o entorno do bairro Jardim Casablanca em Juiz de Fora. Coordenadora do projeto, a professora do curso de Nutrição Ana Lívia de Oliveira ressalta que “essa ação surgiu da necessidade de se qualificar a mão de obra hoje presente na área alimentícia e poder auxiliar na renda das famílias da população carente da cidade.”

 

A coordenadora geral da OSSC, Carla Cristina Silva, destaca a questão do combate à vulnerabilidade com a oportunidade de ingresso no mercado de trabalho. “Os participantes têm a chance de vender as preparações feitas em casa, passando a complementar a renda familiar. Vejo muita alegria durante os encontros. Muitas mulheres até saíram da depressão por encontrarem motivação aqui. Nosso objetivo é transformar a vida dessas pessoas.”

 

DSC01959

O projeto tem várias funções como a busca de qualificação, o aumento de renda e a oportunidade de emprego por meio do trabalho culinário (Foto: Ana Carolina Silva/Extensão)

Para além da cozinha

 

Nos minicursos, primeiro os alunos aprendem a parte teórica como, por exemplo, a manipulação dos alimentos e a leitura das receitas. Depois partem para a parte prática, ou seja, a elaboração dos pratos. Até as mais experientes se surpreendem com as infinitas possibilidades a serem testadas na própria família. A dona de casa Hudlene Mitheroffer Silva confidencia que “no aniversário do meu filho, não terei que pagar ninguém para fazer o bolo. Eu mesma irei fazer, será um gasto a menos para mim. O que me motiva a vir aos cursos na Obra Social é o aprendizado, o conhecimento e o carinho das professoras. Tudo é muito construtivo.”

 

E também apresenta-se como criativo e inovador. A cabeleireira Cátia Maria Loureano pretende usar o aprendizado das oficinas para produzir e vender no salão em que trabalha. “Como às vezes atendo uma cliente por horas, vou oferecer que comprem meu docinho. As clientes também podem dar cupcakes de presente de aniversário. Minha filha vai fazer faculdade agora e eu poderei ajuda- lá com esse dinheiro.”

 

DSC02015

As criações exploram o detalhe, o aperfeiçoamento e a delicadeza (Foto: Ana Carolina Silva/Extensão)

Essas mudanças de comportamento foram notadas pela bolsista instrutora Letícia Barros. “Nós mostramos que é possível, basta que elas acreditem nelas mesmas. O convívio também mudou tudo na minha vida, a gente cria uma amizade. O respeito que as participantes têm pela gente é muito maior do que em qualquer outro lugar, além do carinho que é muito grande.”

 

Para além da sala de aula

 

A equipe da UFJF na Obra Social Santa Catarina, em relação ao projeto culinário, conta com oito bolsistas. Aluna do sexto período de Nutrição, Letícia Barros Soares decidiu participar pela contribuição. “Eu sabia que iria ter contato com uma comunidade fora do meu convívio, foi uma escolha certa, estou muito feliz. O que queremos é inclusão social por meio de uma renda primária ou extra. O importante vai além de fazer as comidas de modo a obter lucro, é buscar a higiene adequada e a manipulação certa.”

 

DSC01993

Segundo as participantes, os aprendizados são certamente testados em casa (Foto: Ana Carolina Silva/Extensão)

A coordenadora do projeto, professora Ana Lívia, aposta no diferencial para a formação dos bolsistas graças ao contato direto com a comunidade. “Esse encontro dos alunos com pessoas diversas auxilia para que eles fiquem menos inibidos e, assim, possam ter mais coragem para encarar o mercado de trabalho.”

 

A acadêmica Letícia corrobora a chance de resgatar conhecimentos aprendidos durante o curso. “Às vezes eles nos perguntam assuntos relativos à saúde que foram aprendidos nos primeiros períodos. Isso é ótimo, pois possibilita a constante lembrança. Caso a gente não saiba responder, devemos procurar e pesquisar para sanar as dúvidas. Afinal, mostrar consciência, empenho e dedicação dão mais certeza e segurança ao grupo.”

 

Receita de atuação

 

DSC01948

A Obra Social Santa Catarina busca combater a vulnerabilidade com a oportunidade de ingresso no mercado de trabalho (Foto: Ana Carolina Silva/Extensão)

Segundo a coordenadora geral da OSSC, Carla Cristina Silva, a Obra Social surgiu do centenário do Colégio Santa Catarina. Ela foi construída no bairro Jardim Casa Blanca por ser um local de desamparo social. “Para participarem de nossas atividades, os interessados devem nos procurar e realizar um cadastro feito pela assistente social. Ela irá selecionar os moradores por meio das fichas sociais.”

 

Outras informações: (32) 3214-3841 (Obra Social Santa Catarina)

 

(32) 2102 – 3234 (departamento de Nutrição)

 

http://www.acsc.org.br/casas/obra-social-santa-catarina/

 

Siga a Extensão nas redes sociais: FacebookTwitter