UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Plano de Ensino

Disciplina: 215036 - PENSAMENTO SOCIAL BRASILEIRO

Créditos: 2

Departamento: DEPTO FUNDAMENTOS SERV SOCIAL /SSO

Ementa As concepções sobre classe e revolução na formação social brasileira e latino americana presentes no pensamento social crítico brasileiro do século XX.
Conteúdo UNIDADE I: INTRODUÇÃO AO DEBATE SOBRE O PENSAMENTO SOCIAL BRASILEIRO
1.1 As particularidades do desenvolvimento capitalista no Brasil e suas principais interpretações
1.2 Gênese e desenvolvimento do pensamento social brasileiro
UNIDADE II: CAPITAL, TRABALHO E LUTA DE CLASSES NA FORMAÇÃO SOCIAL BRASILEIRA
2.1 O debate acerca da conceituação das classes sociais no pensamento social brasileiro
2.2 Trabalho e classes sociais, a constituição das classes no Brasil
UNIDADE III: CULTURA E IDENTIDADE NACIONAL NO BRASIL
3.1 O discurso racial na formação social brasileira
3.2 O debate sobre a construção de uma nação brasileira no pensamento conservador e sua crítica
3.3 A especificidade brasileira: reflexões acerca da produção de Gilberto Freyre e Sérgio Buarque de Holanda
UNIDADE IV: A QUESTÃO SOCIAL E A CONSTRUÇÃO DE UM PROJETO POPULAR PARA O BRASIL
4.1 A revolução burguesa no Brasil e as estratégias de conciliação
4.2 Estado e questão social no Brasil contemporâneo
4.3 A construção de um projeto popular para o Brasil: desafios e perspectivas

Bibliografia . COUTINHO, Carlos Nelson. As categorias de Gramsci e a realidade brasileira. In Gramsci: um estudo sobre seu pensamento político. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2004, p. 191 a 219.
. IANNI, Octávio. Tipos e mitos do pensamento brasileiro. In Pensamento Social no Brasil. Bauru: EDUSC, 2004, p 67 a 74.
. OLIVEIRA, Francisco de. No silêncio do Pensamento Único: Intelectuais, Marxismo e Política no Brasil, In NOVAES, Adauto (org.) O silêncio dos intelectuais. São Paulo: Companhia das Letras, 2006, p. 293 a 305.
. FERNANDES, F. Problemas de conceituação de classes na América Latina. In: FERNANDES, F. Capitalismo dependente e classes sociais na América Latina. 2ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1975.
. ANTUNES, Ricardo. Lutas sociais e desenho societal socialista no Brasil recente. In Os sentidos do trabalho; ensaio sobre a formação e a negação do trabalho. São Paulo: Bontempo, 2003, p 229 a 249.
. OLIVEIRA, Francisco de, O Elo. Perdido: Classe e Identidade de Classe. São Paulo: Brasiliense, 1987
. SAMPAIO JR, Plínio de Arruda. Capitalismo dependente e luta de classes em Florestan Fernandes. In Entre a Nação e Barbárie; os dilemas do capitalismo dependente em Caio Prado, Florestan Fernandes e Celso Furtado. Petrópolis: Vozes, 1999; p 129 a 166.
. CHAUI, Marilena. O mito fundador. In Brasil: mito fundador e sociedade autoritária. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2007,
. FREYRE, Gilberto (1933) Casa Grande e Senzala. Rio de Janeiro: Editora Record, 1992
. HOLLANDA, Sérgio Buarque de. O homem cordial. In Raízes do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2008,
. IANNI, Octavio. Raça e povo. In Pensamento Social Brasileiro. Bauru: EDUSC, 2004.
. FERNANDES, Florestan, A revolução burguesa no Brasil. Rio de Janeiro, Zahar. 1975,.
. IANNI, Octavio, O ciclo da revolução burguesa. Petrópolis: Vozes, 1984, p. 11 a 44 e 47 a 73.
. BENJAMIN, César et al. A opção brasileira. Rio de Janeiro: Contraponto, 1998.

Bibliografia (continuação)
Bibliografia complementar
Voltar