UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Plano de Ensino

Disciplina: 215035 - OS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS EM SERVIÇO SOCIAL

Créditos: 2

Departamento: DEPTO FUNDAMENTOS SERV SOCIAL /SSO

Ementa Os mitos e dilemas dos instrumentos e técnicas em Serviço Social: a relação teoria e prática; a relação meios/fins na passagem da teoria à prática; prática e prática profissional; prática profissional e mercado de trabalho; teoria e conhecimentos. As dimensões da prática profissional: a unidade na diversidade. O projeto ético político da profissão. Os instrumentos tradicionais e emergentes da intervenção profissional do Assistente Social.
Conteúdo UNIDADE I: Instrumentos e técnicas em Serviço Social: mitos e dilemas
1.1 Na Prática a Teoria é outra?
1.1.1 Teoria e Prática no Materialismo Histórico-dialético
1.1.2 Teoria e conhecimento
1.1.3 Prática social x Prática Profissional
1.1.4 Prática Profissional X Mercado de Trabalho
UNIDADE II: As Dimensões da Intervenção Profissional
2.1 As dimensões da intervenção na Trajetória histórica da Profissão
2.2 As dimensões da intervenção no projeto ético político da profissão, hoje: a busca da unidade na diversidade
2.2.1 A relação teoria/meios/fins/prática
2.2.3 A instrumentalidade como condição de a profissão alcançar suas finalidades.
UNIDADE III: A dimensão técnico-operativa
3.1 O conhecimento procedimental em foco
3.2 Os instrumentos de nossa herança intelectual
3.3 Os instrumentos emergentes (a partir das experiências dos alunos)
Bibliografia KOSIK, Karel. Dialética do Concreto. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989.
LEFEBVRE, H. Lógica Formal e Lógica Dialética. Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 1979.
_____________ A praxis: A relação social como processo. In: FORACCHI, M.M; MARTINS, José de S. Sociologia e Sociedade.Leituras de Introdução à Sociologia, 1977.
LESSA, S. O Mundo dos Homens. Trabalho e Ser Social. São Paulo: Boitempo Editorial, 2002.
LÚKACS, G. Introdução a uma Estética Marxista. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1968.
_____________. As Bases Ontológicas do Pensamento e da Atividade do Homem. In: Revista Temas de Ciências Humanas. N. 4. São Paulo: Livraria Editora de Ciências Humanas, 1978.
_____________. Ontologia do Ser Social. Os Princípios Ontológicos Fundamentais de Marx. São Paulo: Livraria Editora Ciências Humanas, 1979.
______________. O Neopositivismo. In: Revista Teoria e Política n.º 9, Br, Debates, 1988.
______________. Ontologia Del Ser Social: El Trabajo. Buenos Aires: Herramienta, 2004.
VÁZQUEZ, Sánchez Adolfo. Filosofia da Praxis. Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 1977.
ABREU, M. Maciel. Serviço Social e a Organização da Cultura: Perfis Pedagógicos da Prática Profissional. São Paulo: Cortez, 2002.
CADERNOS ABESS n.3. A Metodologia no Serviço Social. São Paulo: Cortez, 1989.
CHAUÍ, M. de Souza. Convite à Filosofia. São Paulo: Editora Ática, 1995.
GUERRA, Yolanda D. A Categoría Instrumentalidade do Serviço Social no Equacionamento de pseudos problemas da/na Profissão. In: Revista Construindo o Serviço Social. Instituto de Pesquisas e Estudos. Divisão de Serviço Social, n. 3. Toledo, 1998.
___________________Instrumentalidade do Processo de Trabalho e Serviço Social In Revista Serviço Social e Sociedade nº 62, São Paulo: Cortez, 2000.___________________No que se sustenta a falácia de que na prática a teoria é outra?. Texto mimeografado.
NETTO, José Paulo. A Construção do Projeto Ético político do Serviço Social frente à crise Contemporânea. In: CEAD módulo 1. Brasília, 1999.
___________________. Prólogo: Elementos Para Uma Leitura Crítica do Manifesto Comunista. In: Manifesto do Partido Comunista. São Paulo: Cortez Editora, 1998.
Bibliografia (continuação) ___________________. Transformações Societárias e Serviço Social: notas para uma análise prospectiva da profissão no Brasil. In: Revista Serviço Social e Sociedade n. 50. São Paulo: Cortez,1996.
__________________. Razão, Ontologia e Práxis. In: Revista Serviço Social e Sociedade n.º 44. São Paulo: Cortez, 1994.
__________________. Notas para a Discussão da Sistematização da Prática e Teoria em Serviço Social. In: Caderno Abess n.3. A Metodologia no Serviço Social. São Paulo: Cortez Editora, 1989.
_________________.Teoria, Método e História na Formação Profissional. In: Cadernos Abess nº 1. São Paulo: Cortez., 1986.
PARO, V. Administração Escolar: Introdução Crítica. São Paulo: Cortez, 2001.
SANTOS, Cláudia Mônica dos. As Dimensões da Prática Profissional do Serviço Social. In: Libertas/Universidade Federal de Juiz de Fora, Faculdade de Serviço Social, v. 2 jul/dez/2002. Juiz de Fora: Ed. UFJF, 2003.
__________________________ Os Instrumentos e Técnicas: Mitos e Dilemas na Formação Profissional do Assistente Social no Brasil. Tese de Doutorado. ESS/UFRJ, 2006.
CFESS (Org.). O Estudo Social em Perícias, Laudos e Pareceres Técnicos. Cortez Editora e CFESS, 2003.
Código de Ética do Assistente Social.
EIRAS, Alexandra A. L. T. S. Problematizações Acerca do Trabalho com Grupos. In: Libertas/UFJF, Faculdade de Serviço Social, n. 2. 2001.
________________________ Grupos e Serviço Social: explorações teórico-operativas o caminho a percorrer. In Revista Libertas on line www.revistalibertas.ufjf.br, dez/2006.
FÁVERO, E. Dahmer, T. As Implicações ético-políticas do processo de construção do estudo social. In: Revista em Foco: O Serviço Social e o Sistema Sociojurídico.CRESS-7º.r.(RJ)/Programa de Pós-graduação da UERJ-RJ. Maio/2004.
Jornal CRESS-6ºr- Conexões Geraes. Set/Out/Nov/2006. Pela qualidade da Prática Profissional. Resolução Regulamenta Condições éticas e técnica do exercício do Assistente Social.
MAGALHÃES, Selma Marques. Avaliação e Linguagem: relatórios, laudos e pareceres. São Paulo: Veras Editora, 2003.
MARTINELLI, M. L; Koumrouyan, E. Um novo olhar para a questão dos instrumentais técnico-operativos em Serviço Social. In: Serviço Social e Sociedade n.45. São Paulo. Cortez, 1994.
PITARELLO, Marli. A Documentação Profissional em Questão. O Registro da Prática Profissional. Mimeografado.
PITARELLO, Marli; OLIVEIRA, I.M.C. Isaura. Visita Domiciliar. Mimeografado.
SARMENTO, Hélder Boska de Moraes. Instrumentos e Técnicas em Serviço Social: Elementos para uma Rediscussão. Cap.: III. Dissertação de Mestrado. PUC/SP, 1994.
____________________________ Instrumentos e Técnicas em Serviço Social: Elementos para uma Rediscussão. In: Anais do V ENPESS/1996.
SILVA, Jurema Alves Pereira da. O Papel da Entrevista na Prática do Serviço Social. In. Em Pauta n. 06. Rio de Janeiro, 1995.
Silva, Maria Lúcia L. da. Um novo fazer profissional. In: Programa de Capacitação Continuada para assistentes sociais. Módulo 4. CFESS/ABEPSS/CEAD/Unb. 2000 .
SOUZA, Maria Luiza de. Desenvolvimento de Comunidade e Participação. São Paulo: Cortez, 1991.
TRINDADE, Rosa Lúcia P. Desvendando as Determinações Sócio-históricas do Instrumental técnico-operativo do Serviço Social na Articulação entre Demandas Sociais e Projetos Profissionais. In: Revista Temporalis, ano2, n.4, jul/dez, 2001.
VASCONCELOS, Ana Maria de. A Prática do Serviço Social. Cotidiano, Formação e Alternativas na Área da Saúde. Cortez, 2002.
____________________________ Serviço Social e Prática Reflexiva. In: Em Pauta- Revista da Faculdade de Serviço Social da UERJ n.10. Rio de Janeiro, 1997.
___________________________ O Trabalho do Assistente Social e o Projeto Hegemônico no Debate Profissional. In: Programa de Capacitação Continuada para assistentes sociais. Módulo 4. CFESS/ABEPSS/CEAD/Unb. 2000 .
VELOSO, Lais Helena P. A Prática Invisível do Serviço Social (sobre o uso da técnica). Texto III: A Dor de Cabeça. UERJ/2004, mimeo.
Bibliografia complementar
Voltar