UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Plano de Ensino

Disciplina: 215025 - SERVIÇO SOCIAL E QUESTÃO SOCIAL

Créditos: 3

Departamento: DEPTO FUNDAMENTOS SERV SOCIAL /SSO

Ementa O significado sócio-histórico da profissão: particularidades do Serviço Social na sociedade brasileira, fundamentos e o debate contemporâneo. Fundamentos da questão social e sua radicalização da atualidade. O Serviço Social internacional e as suas particularidades na América Latina O debate da questão social no Serviço Social. Projeto ético-político: desafios para a formação e exercício profissional.
Conteúdo I: Balanço do Serviço Social do processo de renovação do Serviço Social Brasileiro
A herança da reconceituação latino americana;
Bases ideo-políticas do processo de renovação;
Conquistas, dilemas e desafios no projeto profissional: aprofundamento do marxismo na contemporaneidade

II :A produção teórica acerca dos fundamentos históricos e teórico-metodológicos no debate recente do Serviço Social brasileiro- análise das principais expressões.
As particularidades do trabalho do assistente social e projeto ético-político do Serviço Social .

III: Panorama sobre as questões teóricas
Bibliografia ABREU. M. M. Serviço Social e a organização da cultura: perfis pedagógicos da prática profissional. São Paulo: Cortez, 2002.
BARROCO, L. Ética e Serviço Social: fundamentos ontológicos. São Paulo: Cortez, 2001.
BEHRING, E. Brasil em contra-reforma. SP: Cortez, 2003. Cap. 1 e 2.
CASTEL, R. As transformações da questão social. In: Wanderley et alli. (orgs.) Desigualdade e a Questão Social SP: EDUC, 1997, pp.161-190.
FALEIROS. V. de P. Metodologia e ideologia do trabalho social. São Paulo: Cortez, 1981.
______________. Saber profissional e poder institucional. São Paulo: Cortez, 1981.
______________. Estratégias em Serviço Social. São Paulo: Cortez, 1999.
GUERRA. Y. A instrumentalidade do Serviço Social. São Paulo: Cortez, 1995.
HARVEY, D. O novo imperialismo. 2ª ed. SP: Loyola, 2005. Cap. II
IAMAMOTO, M. V. O debate contemporâneo da reconceituação do Serviço Social: ampliação e aprofundamento do marxismo. In: Serviço Social na Contemporaneidade: trabalho e formação profissional. São Paulo: Cortez, 1998. pp.201-249.
____________. Serviço Social em Tempo de Capital Fetiche. Capital financeiro, trabalho e questão social. São Paulo: Cortez, 2007. pp.210-245.
____________. O Serviço Social na cena contemporânea. In: CFESS/ABEPSS (orgs.). Serviço Social: Direitos Sociais e Competências Profissionais, Brasília-DF, 2009 pp. 15-50.
IAMAMOTO, M. V. Renovação e Conservadorismo no Serviço Social: Ensaios críticos. Cap. I São Paulo: Cortez, 2004. 7ª ed.
IAMAMOTO, M. V. e CARVALHO, R Relações Sociais e Serviço Social no Brasil. Esboço de uma interpretação histórico metodológica. São Paulo: Cortez, 2003. 15ª ed.
IANNI, O. Capitalismo, violência e terrorismo. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 2004.
MARX, K. O Capital A crítica da economia política. Cap.XXIII. São Paulo: Nova Cultural, 1985
Bibliografia (continuação) MONTAÑO, C. Terceiro Setor e a questão social. Crítica ao padrão emergente da intervenção social. São Paulo: Cortez, 2002.
MOTA, A.E (Org.). A nova fábrica de consensos. São Paulo: Cortez, 1998.
MANDEL, E. A crise do capital. São Paulo: Ensaio, 1990.
MÉSZÁROS, I. O desafio e o fardo do tempo histórico. SP: Boitempo,2007,pp 317 a 380.
NETTO, J. P. Ditadura e Serviço Social. Uma análise do Serviço Social no Brasil pós 64. São Paulo, Cortez, 1991.
_________.Capitalismo Monopolista e Serviço Social. São Paulo: Cortez, 1992
___________. A construção do projeto ético-político do Serviço Social frente à crise contemporânea. In: Capacitação em Serviço Social e Política Social. Módulo I. Crise contemporânea, questão social e Serviço Social. Brasília, UNB-CEAD, 1999, pp.91 a 110.
___________. O movimento de reconceituação 40 anos depois. Serviço Social e Sociedade. São Paulo: Cortez, nº 94, 2005, pp.5 a 20.
_____________Transformações societárias e Serviço Social: notas para uma análise prospectiva da profissão. Serviço Social e Sociedade. São Paulo: Cortez, nº 50, 1996, pp.87a132.
____________. O Serviço Social e a tradição marxista. Serviço Social e Sociedade. São Paulo: Cortez, nº 30, 1989, p.89 a 102.
____________. Cinco notas a propósito da questão social. Temporalis. ABEPSS, Brasília, 2001, n 3, pp 41ª 45. Janeiro/Junho 2001.
OLIVEIRA, F. de Crítica da razão dualista. O ornitorrinco. São Paulo: Boitempo, 2003.
PASTORINI, A. A categoria questão social em debate. São Paulo: Cortez, 2004.
PAULANI L M. e PATO, C. G. Investimentos e servidão financeira: o Brasil do último quarto de século. In: PAULA, J. A. (org.) Adeus ao desenvolvimento: a opção do governo Lula. BH: Autêntica, 2005. pp.37 a 65.
PEREIRA. P. A. Questão social, Serviço Social e direitos de cidadania . Temporalis. ABEPSS, Brasília, n.3p.51ª 62,2001.
ROSANVALLON, P. La questión social. Repensar el Estado providencia. Buenos Aires: Manancial, 1995.
SIMIONATTO, I. Gramsci: sua teoria, incidência no Brasil, influência no Serviço Social. São Paulo: Cortez, 1995.
VVAA, Dossiê Hegemonia em tempos de crise. Margem Esquerda, nº. 13. São Paulo: Boitempo, 2009.
YASBEK, M. C. Classes subalternas e assistência social. 3ª ed. São Paulo: Cortez, 1993
_____________. Pobreza e exclusão social: expressões da questão social. Temporalis. ABEPSS, Brasília, ano III, n 3, pp 33 a 40. Janeiro/Junho 2001.
Bibliografia complementar
Voltar