UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Plano de Ensino

Disciplina: 2027020 - MÉTODOS E TÉCNICAS DE PESQUISA QUALITATIVA

Créditos: 2

Departamento: DEPTO DE PSICOLOGIA /ICH

Ementa O planejamento da pesquisa qualitativa, a elaboração do projeto de pesquisa e seu plano metodológico. Os aspectos éticos envolvidos na pesquisa qualitativa. Critérios de inclusão e exclusão de fontes de diferentes naturezas. Diferentes modalidades de investigação científica de caráter qualitativo e interpretativas e seus critérios de validação científica. Limites e possibilidades dos diferentes métodos qualitativos de pesquisa em psicologia. Observação, entrevista, questionários e
análise documental como recursos metodológicos.
Conteúdo ...
Bibliografia Angrosino, M. (2009) Etnografia e observação participante. Porto Alegre: Artmed.
Bardin, L. (1995) Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70.
Delgado, J. M., Gutierrez, J. (1994). Métodos y tecnicas cualitativas de investigación en ciências sociales. Madrid: Editorial Síntesis.
Denzin, N. K.; Lincoln, Y. S. (2006) O Planejamento da Pesquisa Qualitativa. Porto Alegre, Artmed Bookman.
Duarte, T. (2009) A possibilidade da investigação a 3: reflexões sobre triangulação (metodológica). CIES e-Working Paper N.º 60. Lisboa/Portugal: CIES.
Furlan, R. (2008) A questão do método na psicologia. Psicologia em Estudo, 13(1): 25-33.
Gondim, S.M.G. (2003). Grupos focais como técnica de investigação qualitativa: desafios metodológicos. Paidéia, 12(24): 149-161.
Günther, H. (2006) Pesquisa qualitativa versus pesquisa quantitativa: esta é a questão? Psicologia: Teoria e Pesquisa, 22(2), 201-210.
Günther, H. (1999). Como elaborar um questionário. Em L. Pasquali (Org.) Instrumentos psicológicos: manual prático de elaboração. Brasília, DF: UnB/IP/LabPAM, 231-258.
Íñigues, L. (2004) Manual de Análise Critica do Discurso em Ciências Sociais, Petrópolis: Vozes.
Luna, S. V. (2000). Planejamento de pesquisa: Uma introdução. São Paulo: EDUC.
Kind, L. (2004) Notas para o trabalho com a técnica de grupos focais. Psicologia em Revista, 10(15): 124-136.
Massini, M. (2010) Métodos de Investigação em História da Psicologia. Psicologia em Pesquisa, 4(2): 100-108.
Maxwell, J. A. (2005). Qualitative research design: An interactive approach (2. ed.). Thousand Oaks, CA: Sage.
Mezan, R. Escrever a clínica. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1998.
Minayo, M.C.S.; Assis, S. G.; Souza, E.R.. (2005) Avaliação por triangulação de métodos: abordagem de programas sociais. Rio de Janeiro: FIOCRUZ.
Minayo, M.C.S. (2004) O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Hucitec.
Moulton,J. (1983) A Paradigm of Philosophy: The Adversary Method, in Discovering Reality, Sandra
Harding and Merrill B. Hintikka eds., 149¿164.
Nayak, A; Kehily, M.J. (2006) Gender undone: subversion, regulation and embodiment in the work of Judith Butler. British Journal of Sociology of Education, 27(4): 459-72.
Nicolaci-da-Costa, A. M. (2007). O campo da pesquisa qualitativa e o Método de Explicitação do Discurso Subjacente (MEDS). Psicologia: Reflexão e Crítica, 20(1): 65-73.
Pacheco Filho, R. A.; Junior, N. C.; Rosa, M. D. (2000). Ciência, pesquisa, representação e realidade em Psicanálise. São Paulo: Caso do Psicologo: EDUC.
Qualitative Research in Psychology (2003-). Oxford: Routledge.
Zanella, A. V., Reis, A. C. dos, Titon, A. P., Urnau, L. C., Dassoler, T. (2007). Questões de método em textos de Vigotski: Contribuições à pesquisa em psicologia. Psicologia e Sociedade, 19: 25-33.
Bibliografia (continuação)
Bibliografia complementar
Voltar

Programa de Pós-Graduação em Psicologia