UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

ANDERSON DOS SANTOS ROMUALDO

Você está em: Equipe > Corpo Discente > Mestrandos(as) > ANDERSON DOS SANTOS ROMUALDO

(asaromualdo@yahoo.com.br

Currículo Resumido

Sou formado em Pedagogia pela Universidade  Federal de Juiz de Fora.
Durante três anos e meio de curso, atuei como bolsista CNPq no projeto  intitulado “A Educação Especial a caminho da inclusão”, coordenado pelo  professor Doutor Carlos Alberto Marques. Atualmente leciono como  professor regente de turma na Escola Estadual São Vicente de Paulo, onde cresço profissionalmente e sinto/vivencio a arte de educar. Integro um  dos grupos de pesquisa do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação e Diversidade (NEPED/UFJF) que se dedica às reflexões sobre a questão do  tempo nas escolas de Juiz de Fora, coordenado pela professora Doutora  Luciana Pacheco Marques. Sou Especialista em Educação e Diversidade (UFJF) com o desenvolvimento monográfico “Educação para todos: afinal, de quem estamos falando?. Atuo como tutor do curso de Pedagogia a distância promovido pela UAB/UFJF/FACED. Continuando meus estudos sou  mestrando em Educação pelo PPGE/FACED/UFJF e minha linha de pesquisa é Currículo, Diversidade e Cotidiano Escolar.

RESUMO DA PESQUISA:

Título: “MERGULHAR É PRECISO”: (RE)VISITANDO A
DIVERSIDADE NOS CURRÍCULOS PRATICADOS DA/NA ESCOLA

Orientadora: Profª Drª Luciana Pacheco

Mergulhar é preciso. A partir da compreensão das efemeridades, incertezas e
complexidades é que propomos a presente pesquisa de mestrado. O presente trabalho é fruto de indagações iniciais da nossa pesquisa, que pretende mergulhar no cotidiano escolar (re)visitando suas práticas materializadas nos currículos praticados problematizando as diversas formas de serestarparecer dos sujeitos escolares. Dialogaremos com os autores Boaventura de Sousa Santos, Carlos Alberto Marques, Carlos Eduardo Ferraço, Denise Najmonovich, Edgar Morin, Inês Barbosa de Oliveira, Nilda Alves para melhor problematizar o fenômeno da diversidade no cotidiano na/da escola. Os desafios iniciais desta pesquisa incidiram sobre os necessários
desbravamentos teóricopráticos preliminares para melhor compreensão do espaçotempo escolar, o que tem nos revelado outra vertente de pesquisa e de imersão na realidade. Sendo assim, a pesquisa com o cotidiano de base epistemológica da complexidade muito tem nos ajudado a
compreender as ondulações, as intempéries, as calmarias vividas/sentidas… O paradigma da Atualidade nos permite tal compreensão na medida em quenavega sobre o caos/ordem, certezas/incertezas rumo a um processo de diálogo com as diversas esferas sociais. “Navegar é preciso”, diz Fernando Pessoa. Tal viagem não se faz sozinha e desacompanhada, pelo contrário, muitos são os sujeitos e os diálogos que transitam no cotidiano e que me configura como caçacaçador. Teremos como locus os espaçostempos da Escola Estadual São Vicente de Paulo como um grande oceano que cada vez mais tem nos mostrado o quão dinâmico e complexo é o seu processo de enfrentamento de situações-limites e, acima de tudo, revelando as diversas formas de lidar com os sujeitos. Assim, as narrativas das professoras dos 4º e 5º anos do Ensino Fundamental serão as peças fundamentais de toda essa viagem, na medida em que as diversas culturas, modos de vida, individualidadescoletividades e diversidades compõem essa viagem no (entre)muros escolar consagrando a formação dos sujeitos encarnados através de um processo de emancipação social.

Programa de Pós-Graduação em Educação