UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Ana Claudia Moreira Cardoso

Você está em: Docentes > Visitante > Ana Claudia Moreira Cardoso

Ana ClaudiaAna Claudia Moreira Cardoso é Professora Convidada no Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal de Juiz de Fora- UFJF. Doutora em Sociologia pela Universidade de São Paulo e pela Universidade Paris 8 e mestre em Ciência Política pela Universidade de São Paulo. Ganhou o Prêmio Capes de Melhor Tese na área de sociologia de 2008. Pós-doutora em sociologia pela Universidade de Brasília (2011) e pós- doutora pelo Centre de Recherche Sociologiques e Politiques de Paris (2012). Pesquisadora convidada no European Trade Union Institute – ETUI, Bruxelas (2017), prof essora adjunta na Faculdade “Escola DIEESE de Ciências do Trabalho” (2012 a 2015) e pesquisadora e formadora no Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômico (DIEESE) (entre 1990 e 2011). Atua na área de sociologia e ciência política, com ênfase nos seguintes temas: sociedade digital, educação e metodologia de ensino, trabalho, igualdade, discriminação, negociação coletiva, movimento sindical, tempo de trabalho e de não trabalho, jornada de trabalho, organização e gestão do trabalho, saúde do trabalhador e riscos psicossociais no trabalho.

 

CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/3898149422199355

 

E-Mail: anacmc2@hotmail.com

 

Linha de pesquisa (PPGCSO):

Politicas Publicas e Desigualdade Social

 

Principais publicações:

        ______ e Hakim, S. “Os usos do tempo: a desigual vivência temporal cotidiana entre mulheres e homens”, In Arruda Pinto, R.P., Camarano, A., Hazan, EMF (coordenadores), Feminismo, pluralismo e democracia, São Paulo: LTR, 2018. pp. 299-305.

    Riscos psicossociais no trabalho: o que tem sido objeto de análise? Revista RELET, Riesgos psicosociales del trabajo (Dossier), ano 22, n.35, 2017. pp. 101-124.
    Direito e dever à desconexão: disputas pelos tempos de trabalho e não trabalho, Revista da Universidade Federal de Minas Gerais; MG, v.23, n. 1 e 2, jan., dez., 2016, pp. 62-86.
    O trabalho como determinante do processo saúde-doença. Tempo Social, jun. 2015, vol.27, no.1, pp.73-93.

    ______ e Morgado, L. “Saúde do trabalhador no processo de negociação coletiva: a necessidade de inclusão de questões determinantes do processo saúde-doença”. Revista Ciências do Trabalho, n.4, 2015, pp 7-26.
    ______ e Dal Rosso, S. Intensidade do trabalho: questões conceituais e metodológicas. Sociedade e Estado, dez 2015, vol.30, no.3, pp.631-650.

    Indicadores sobre riscos psicossociais no trabalho. In: SILVEIRA, M.A. Aspectos psicossociais e sustentabilidade em organizações: saúde, segurança e qualidade de vida no trabalho. Campinas: CTI (Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer), 2014.
    “Organização e intensificação do tempo de trabalho”. Sociedade e Estado. Brasília, vol.28, n. 2, 2013, pp. 351 – 374.