UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Produção Científica

Você está em: Publicações > Produção Científica

Entre as publicações do PPGCOM destacam-se sua revista, a Lumina, e obras publicadas por docentes e integrantes dos grupos de pesquisa.

 

Livros:

 

livro chicoAmbientes multicódigos, efetividade comunicacional e pensamento mutante – Francisco José Paoliello Pimenta. Editora Unisinos, 2016. O livro  apresenta pesquisas financiadas pelo edital Procad 2007 da Capes, por meio do Projeto Crítica Epistemológica, incluindo pós-doutorado concluído em 2011 na Unisinos. Lança e testa três hipóteses relacionando a comunicação digital e o Pragmaticismo de Peirce, e inclui reflexões derivadas da participação do autor no GT Epistemologia da Comunicação da Compós e da preparação de tese para progressão à categoria de Professor Titular do Magistério Superior.

 

 

 

 

 

 

 

NarrativasComunicação e narrativas audiovisuais – Organizadores: Iluska Coutinho, Cristina Brandão, Álvaro Eduardo Trigueiro Americano, Paulo Roberto Figueira Leal e Guilherme Moreira Fernandes. Série Com.Audiovisual, Volume 2. Editora Insular, 2015.  O livro é uma ampliação dos estudos iniciados no primeiro volume – Televisão, Cinema e Mídias Digitais – produzidos na Faculdade de Comunicação e no mestrado do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora, interagindo com a linha de pesquisa “Cultura, Narrativas e Produção de Sentido”. Essa obra está organizada em três grandes segmentos: “Estudos de Teleficção”, “Abordagens críticas” e “Linguagem, estética e documentários”.

 

 

 

 

 

Tele4

Telejornal e praça pública: 65 anos de telejornalismo – Organizadores: Flávio Porcello, Alfredo Vizeu, Iluska Coutinho e Edna Mello. Coleção Jornalismo Audiovisual, Volume 4. Editora Insular, 2015. Nesta publicação o objetivo dos organizadores é pontuar alguns momentos do telejornalismo, que nasceu com a televisão brasileira, sob a perspectiva histórica, refletidos em estudos de pesquisadores de todas as regiões de nosso país sobre as práticas jornalísticas e seus efeitos no meio social, tendo como horizonte a melhoria das condições de vida da população e o fortalecimento dos processos democráticos. Capítulos de Christina Musse, Cláudia Thomé e Iluska Coutinho

 

 

 

 

 

Literatura de ouvido: crônicas do cotidiano pelas ondas do rádio. Cláudia Thomé. Editora Appris, 2015.  capaO livro resgata e analisa crônicas produzidas para o rádio nas décadas de 1950 e 60. Detalhe interessante nesta obra é notar que os textos não eram lidos no rádio, mas interpretados. O livro traz uma seleção de 16 crônicas de Dinah Silveira de Queiroz que foram veiculadas nas rádios MEC e Nacional, algumas encontradas em arquivos e outras diretamente do acervo pessoal da acadêmica. 

 

 

 

10677611_720614841352782_1038874589_oA televisão em tempos de convergência. Soraya Ferreira. Editora UFJF, 2014. A autora apresenta uma reflexão sobre o modo como a televisão é afetada em sua dinâmica produtiva com a constante renovação tecnológica vivenciada nos dias atuais. A obra reúne questões inerentes ao processo de convergência midiática, tão conclamado pelos pesquisadores da área de Comunicação e que propõe uma nova configuração multimídia integrada por meio de suportes distintos. Além de abordar um tema de grande relevância, Soraya realiza ainda uma análise das emissoras regionais Alterosa, Assembleia, Integração e Rede Minas.

 

 

 

 

 

Qualidade na TV Pública Portuguesa – Análise dos programas do Canal 2. Gabriela Borges. Editora UFJF, qualidade2014. Este estudo apresenta os resultados do Pós-doutorado sobre a TV pública portuguesa realizado no CIAC (Centro de Investigação em Artes e Comunicação) da Universidade do Algarve. A qualidade do segundo canal da TV pública portuguesa é analisado a partir das seguintes variáveis: legislação, missão do canal, programação, programas, profissionais e literacia midiática do público. 

 

 

 

 

 

 

TelejornalismoemquestaoTelejornalismo em questão – Organizadores: Alfredo Vizeu, Edna Mello, Flávio Porcello e Iluska Coutinho. Coleção Jornalismo Audiovisual, Volume 3. Editora Insular, 2014.  O terceiro volume da Coleção Jornalismo Audiovisual oferece um panorama conceitual e teórico das distintas abordagens de estudo do jornalismo audiovisual. Para esse esforço se reuniram pesquisadores que têm em comum também o envolvimento com a prática e com o ensino de telejornalismo, e que neste livro apresentam diferentes perspectivas para investigar e compreender os noticiários que (e)ditam o Brasil, hoje em diferentes suportes e plataformas audiovisuais. Capítulos de docentes do PPGCOM.

 

 

 

 

 

 

 

a_informacao

A informação na TV Pública. Organizadora: Iluska Coutinho. Editora Insular, 2013. O livro apresenta em diversos capítulos os resultados de uma ampla investigação realizada por uma equipe de pesquisadores liderada pela professora Iluska Coutinho. A coletânea sobre a televisão pública conta ainda com a participação de pesquisadores convidados – Edna Melo, Gabriela Borges e Gizeli Bertollo – e publicação foi organizada em três partes: (Tele)Jornalismo Público: Conceitos e métodos de análise; Os telejornais públicos em avaliação e Olhares sobre a informação na TV pública.

 

 

 

 

 

 

 

#Telejornalismo

#telejornalismo: nas ruas e nas telas – Organizadores: Flávio Porcello, Alfredo Vizeu, Iluska Coutinho. Coleção Jornalismo Audiovisual, Volume 2. Editora Insular, 2013.  Resultado de trabalhos da Rede Internacional de Pesquisadores em Telejornalismo da Rede Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo esse livro tem como foco as grandes mobilizações populares de junho de 2013. Em #telejornalismo: nas ruas e nas telas são apresentadas as ideias, pesquisas e reflexões teórico-práticas de 16 autores distribuídos em três seções – Nas ruas, Nas telas e Na rede − que se desenvolvem em dez capítulos.  O livro tem capítulos de duas docentes do PPGCOM-UFJF, Iluska Coutinho e Christina Musse.

 

 

 

 

TVMidiasDigitais

Televisão, Cinema e Mídias Digitais – Organizadores: Cristina Brandão, Iluska Coutinho e Paulo Roberto Figueira Leal. Série Comunicação Audiovisual, Volume 1. Editora Insular, 2013.  Reflexão sobre o atual e transformador processo de produção audiovisual, em seus aspectos teóricos, práticos e profissionais e suas consequências na sociedade. O obra apresenta estudos produzidos na Faculdade de Comunicação e no mestrado do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora, distribuídos nos três grandes temas que dão nome a esta publicação inaugural. Organizada por docentes do PPG, o livro tem capítulos de professores e egressos do mestrado em Comunicação da UFJF.

 

 

 

 

 

livro-telejornalismo-e-dramaturgia-Foto-DivulgaçãoDramaturgia do telejornalismo : a narrativa da informação em rede e nas emissoras de Juiz de Fora – MG. Iluska Coutinho. Mauad-x, 2012. A análise de edições de telejornais nacionais e veiculados localmente revela que a notícia exibida na televisão é estruturada como um drama cotidiano. É a partir de uma expectativa, quase sempre evidenciada pelos apresentadores, que o texto e a edição das matérias se estruturam e se organizam, no tempo. Para conhecer o “final” ou desfecho desse drama cotidiano, o telespectador acompanha o desenrolar dessa trama ao longo de cada edição dos noticiários televisivos.

 

 

 

 

 

 

Brasil(e)ditadoO Brasil (é)ditado – Organizadores: Flávio Porcello, Alfredo Vizeu, Iluska Coutinho. Coleção Jornalismo Audiovisual, volume 1. Editora Insular, 2012.  A grande audiência e a influência política e cultural da televisão em nossa sociedade aliada ao propósito de compartilhar a evolução científica de suas pesquisas é que leva um grupo de profissionais egressos de redações de telejornalismo, e que hoje atua na universidade brasileira, a propor este conjunto de obras. Assim, aproximam teoria e prática num esforço de contribuir para melhorar a qualidade da informação visual e sonora transmitida diária e incessantemente a nossa população. Esse livro traz capítulos de professores e egressos do PPGCOM-UFJF. 

 

 

 

 

 

International Journal of Signs and Semiotic Systems. Editor-chefe: João Queiroz. 2011. O International Journal of Signs and Semiotic Systems (IJSSS) combina abordagens interdisciplinares em pesquisas teóricas, empíricas, formais e computacionais que contribuem para a concepção e síntese de sistemas semióticos, além de  evidências biológicas em quadros evolutivos, e filosóficas. Sumarizando, o jornal publica pesquisas originais sobre design, análise e síntese de processos semióticos em sistemas biológicos e artificiais, incluindo aplicações tecnológicas em modelagem computacional de fenômenos envolvendo comunicação e linguagem.

 

 

 

 

 

 

comunicacao_tec

Comunicação e tecnologias. Organizadores: Bruno Fuser e Carlos Pernisa Jr.  E-papers, 2009. Conjunto de artigos de integrantes do Grupo de Pesquisa “Comunicação e Tecnologias”, vinculado ao Mestrado em Comunicação e Sociedade, da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). 130 páginas. 1° edição, 2009.

 

 

 

 

 

 

 

identidades

Identidades midiáticas: Memória e representação. Organizadores: Iluska Coutinho e Paulo Roberto Figueira Leal. E-papers, 2009. Reúne uma série de reflexões sobre o binômio Mídia-Identidades, em algumas de suas numerosas manifestações. Os capítulos sintetizam as pesquisas desenvolvidas no âmbito do grupo Comunicação, Identidade e Cidadania. 

 

 

 

 

Vertov: o homem e sua câmera. Organizador: Carlos Pernisa Júnior. Mauad X, 2009. Um estudo e uma análise da obra do cineasta russo Dziga Vertov, que, em 1929, realizou seu principal filme, Um homem com uma câmera ou O homem da câmera, cujo tema, desenvolvido entre a ficção e o documentário, pode ser visto como o próprio cinema. 

 

 

 

 

 

 

comunicacao_cultura_visual

Comunicação e Cultura Visual.  Organizadores: Iluska Coutinho e Potiguara Mendes da Silveira Jr. E-papers, 2008. Os textos reunidos neste volume mobilizam os campos das Artes e da Comunicação para analisar a cultura visual contemporânea e refletir sobre as implicações da sociedade das imagens.

 

 

 

 

 

Walter Benjamin: imagens. Organizadores: Carlos Pernisa Júnior, Fernando Fábio Fiorese Furtado, Nilson Assunção Alvarenga. Mauad X, 2008. A imagem em Walter Benjamin é parte de um processo de construção de linhas de pensamento. Transformada em palavra – ou até feita das próprias palavras –,a imagem torna-se integrante de uma maneira de Benjamin compreender o mundo. Ele não só pensa por meio de imagens, ele também pensa com imagens. O livro é resultado de um projeto de pesquisa sobre o pensador alemão. 

 

 

 

 

 

 

Comunicação: tecnologia e identidade. Organizadores: Iluska Coutinho e Potiguara Mendes da Silveira Jr. Mauad X, 2007. Este livro reflete sobre as relações entre Comunicação e Sociedade, através de duas vertentes – a da Tecnologia e a da Identidade – e suas interfaces. Apresenta casos e busca modelos de análise mais adequados para a situação acelerada e movente da contemporaneidade. 

 

 

 

 

 

Artigos mais relevantes:

 

Carlos Pernisa Júnior

 

PERNISA JÚNIOR, C.; CAMPOS, F.V. O conteúdo científico na TV Digital: a interatividade aplicada na difusão da pesquisa universitária para a população. Revista Famecos (Online). , v.20, p.665 – 690, 2013.

 

 

Francisco José Paoliello Pimenta

 

PIMENTA, F. J. P.. Nova Teoria da Comunicação e Peirce: um diálogo possível. Significação-Revista de Cultura Audiovisual, v. 44, p. 258-277, 2017. 

 

PIRES, R. V. ; PIMENTA, F. J. P. . Mecânicas de videogames e seu papel nos processos de significação a partir da experiência lúdica. Culturas Midiáticas, v. 10, p. 256-271, 2017. 

 

PIMENTA, F. J. P. Biosemiótica como nova fronteira e sua aplicação na Comunicação AmbientalIntexto (UFRGS. Online), v. 37, p. 132-151, 2016. 

 

Gabriela Borges Martins Caravela

 

BORGES, G.; Brandão, C. ; SIGILIANO, D. ; VIEIRA, S. F. ; FERNANDES, G. Fãs de Liberdade, Liberdade: curadoria e remixagem na social TV. In: LOPES, M.I.V. (Org.). Por uma teoria de fãs da ficção televisiva brasileira II. 1ed. Porto Alegre: Editora Meridional, 2017, p. 93-135.

 
BORGES, G.; SIGILIANO, D. A qualidade na ficção seriada lusófona. In: FERIN, I.; CASTILHO, F.; GUEDES, A.P. (Org.). Ficção seriada no espaço lusófono. 1ed. Covilhã: Labcom, 2017, v. 1, p. 183-202. 
 
 
BORGES, G.; SIGILIANO, D. Television dialogues in Brazilian fiction: Between production and consumption. Applied Technologies and Innovations, v. 12, p. 54-68, 2016.
 
 
 
Iluska Maria da Silva Coutinho
 
 
 OLIVEIRA FILHO, J. T. S. ; COUTINHO, I. Qualidade no Telejornalismo Público: Uma Proposta de Método de Avaliação para Jornalistas e Cidadãos. Estudos de Jornalismo e Mídia, v. 14, p. 63-75, 2017.

 

OLIVEIRA FILHO, J.T.S.A; COUTINHO, I.; THOMÉ, C. A TV Pública é midiatizada? Um estudo sobre o conceito de telejornalismo midiatizado aplicado ao telejornalismo público brasileiro. Rizoma, v. 5, p. 22-35, 2017.

 

 

 
 
STEFANO, L. M. ; VIEIRA, S.M.F . Formatos audiovisuais no ecossistema digital conectivo: particularidades e desafios. Revista Geminis, v. 8, p. 29-43, 2017. 
 
 
VIEIRA, S.M.F. Interatividade nas TVs públicas e privadas da Zona da Mata Mineira e Belo Horizonte.  Revista Lumina, v. 7, p. 1-12, 2013. 
 
 
 

Wedencley Alves Santana

 

NACIF, M. ; OLIVEIRA, A. E. ; CARDOSO, J. M. ; GOUVEIA, F. G. ; ALVES, W. Arquivos visuais relacionados ao vírus Zika: imagens no Instagram como parte da constituição de uma memória da epidemia. RECIIS. Revista Eletrônica de Comunicação, Informação & Inovação em Saúde (Edição em Português. Online), v. 10, p. http://www.reci, 2016.

 

ALVES, W. Um jornal no dissenso: o Correio da Manhã e a campanha contra a vacinação obrigatória. RECIIS. Revista Eletrônica de Comunicação, Informação & Inovação em Saúde (Edição em Português. Online), v. 6, p. 1-12, 2013.

 
 

Potiguara Mendes da Silveira Jr. 

 

SILVEIRA JR., P.M.; ALONSO, A. Comunicação das Pessoas: crise do social, teoria e psicanálise. In: ENCONTRO ANUAL DA COMPÓS, 27., 2018, Belo Horizonte. Anais… Belo Horizonte: Compós, 2018, p.1-18. 

 

SILVEIRA JR., P.M.; BASTIERI, C. Comunicação Trans: teoria, gênero e psicanálise.  In: ENCONTRO ANUAL DA COMPÓS, 26., 2017, São Paulo. Anais… Belo Horizonte: Compós, 2018, p.1-18. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe:

    Programa de Pós-Graduação em Comunicação