UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Teses e Dissertações

Você está em: Pesquisa > Teses e Dissertações

Clique para acessar as dissertações defendidas a cada ano, ou consulte os títulos abaixo.

2019

– Alencar, Luana Luciana Ribeiro de. Dos excessos contemporâneos: os discursos de si sobre o uso problemático de drogas, em blogs pessoais

– Almeida, Vitor Pereira de. A regulamentação da mídia no Brasil: reflexões sobre a temática no telejornalismo público e comercial

– Bittar, Danielle Tristão. Cultura, hierarquia e poder: implicações na comunicação interna da Polícia Civil de Minas Gerais

– Braga, Letícia de Castro. Redes sociais como novo palco para o espetáculo na política: uma análise da construção de personagens políticos no Facebook antes e durante a campanha presidencial de 2018

– Carvalho, Helena Oliveira Teixeira de. Na altura do olho: as histórias de vida nos documentários de Eduardo Coutinho

– Campos, Mariane Motta de. Mídia e crise política: uma análise das estratégias de comunicação dos governos Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (MDB) e o enquadramento noticioso da Folha de S. Paulo

– Falcão, Luiz Felipe Novais. Comunicação pública e mobilização social: narrativas, televisualidades e engajamento virtual na campanha da “Frente em defesa da EBC e da Comunicação Pública”

– Fernandes, Laís Cerqueira. Histórias reais sobre pessoas reais: um estudo sobre as estratégias de storytelling do podcast Projeto Humanos

– Leão, Aurora Almeida de Miranda. Meu pedacinho de chão: sete movimentos à procura da narrativa

– Lucinda, Tatiana Vieira. A rua no documentário: experiência estética e política e o risco do espectador

– Miranda, Pedro Augusto Silva. Intimidade mediada: as estratégias narrativas do GloboNews Em Pauta na comunicação com o público

– Munck Junior, Edson. O céu pelo avesso: a religião na poética de Murilo Mendes

– Norton, Isabela Ribeiro. O fluxo informacional no ecossistema digital: transmissão de dados e a experiência Netflix

– Oliveira, Roberta Cristiane de. World press photo of the year: a reconfiguração estética do fotojornalismo contemporâneo

– Pereira, Caroline Marino. Resistências narrativas e protagonismo feminino: os conteúdos audiovisuais do coletivo Think Olga

– Pires, Raphael Vieira. O uso colaborativo de mecânicas em videogames de sobrevivência e estratégias comunicacionais coletivas

– Prado, Laryssa Gabriele Moreira do. Séries de animação brasileiras: expressão e gênero em O Show da Luna, Meu AmigãoZão, e Irmão do Jorel

– Reis, Nara Jaqueline dos. O sentir da maternidade: a discursividade feminina em desabafos anônimos

– Soares, Thaís Manhães Alves. Narrativas midiáticas sobre a política externa brasileira: os casos da entrada e suspensão da Venezuela do Mercosul

– Souza, Matheus Sampaio de. A cobertura de megaeventos esportivos: estratégias e mensagens do Jornal Nacional em editorias especializadas

– Stefano, Luiza de Mello. Conectividade TV e Web: a construção do fluxo e da dinâmica comunicacional do BBB18 a partir do engajamento dos fãs 

– Toledo, Marcela Valladares de. O cronismo de Cosette no ano do AI-5: a repercussão da crise estudantil no Canto de Página 

– Valle, Michelle Oliveira. Literacia midiática no Facebook: uma análise da página Caneta Desmanipuladora

– Viana, Humberto Junio Alves. Entre a memória, o telejornalismo e os acontecimentos: a Rede Globo e a construção de seu lugar na história

Topo

2018

– ASSIS, Ricardo Rodrigues de. Análise de discurso religioso: mecanismos acionados por líderes religiosos nas pregações em programas de televisão

– CARVALHO, Marina Aparecida Sad Albuquerque de. Do impresso ao digital: os desafios da grande reportagem jornalística

– COIMBRA, Mayra Regina. A disputa de sentidos sobre a imagem de Dilma Rousseff: as estratégias de construção da imagem da ex-presidente versus o enquadramento noticioso da Folha de S. Paulo no período do impeachment

– DELAGE, Renata Marques de Oliveira. O direito à angústia: as colunas de Clarice no JB como espaço político de uma subjetivação resistente

– GARCIA, Roberta Maurício. Game of Torrents: pirataria e cultura de fãs em Game of Thrones

– GOMES, Vinícius Borges. Propaganda partidária gratuita: as narrativas dos três maiores partidos no Brasil em tempos de crise de representação

– GOTTI, Rodrigo Lobão. Narrativas audiovisuais e comunicação pública da ciência: a inserção social da TV Nupes

– LIMA, Pedro Augusto Farnese de. Visibilidade do conhecimento e deliberações públicas:  uma análise das fanpages de universidades federais mineiras

– MAGALHÃES, Vanilda Gomes Cantarino de. Das mídias massivas às mídias digitais: uma análise das estratégias midiáticas nas propagandas políticas dos candidatos à prefeitura de Juiz de Fora em 2016

– MAGNOLO, Talita Souza. A construção narrativa do Festival de MPB de 1967 nas páginas da revista “Intervalo”

– NUNES, Bárbara Rodrigues. A imagem de Dilma Rousseff: a construção do estereótipo feminino na crise política

– OLIVEIRA, Andréia de. Bias Fortes em fatos e fotos: representações da memória urbana em grupos do Facebook

– OLIVEIRA, Daniela Santana de. A qualidade audiovisual e a competência midiática na formação do olhar do público infantojuvenil

– RAMOS, Vitor Silva. Falas do poder: o processo de comunicação dos vereadores de Juiz de Fora com a população

– REIS, Susana Azevedo – “Faça você mesmo”: o fanzine como representação do movimento punk em Juiz de Fora

 RIPPEL, Nathália Villane – Incesto consentido: paixão ou pecado? Discursos tabus e novas biossociabilidades em rede

– RODRIGUES, Michele Pereira. O cronismo de Luiz Ruffato no El País: narrativas de resistência e engajamento

– SILVA, Gilson Peres Tosta da. Sobre o lúdico no ciberativismo: affordances percebidas pelas comunidades de fãs na cultura pop

– SILVA, Janaína Cardoso da. Um outro Brasil para os franceses: narrativas e percepções sobre o país em festival de cinema documentário

– SOUZA, Cibele Silva e – A personalização da política e processos da construção da imagem: estratégias de Dilma Rousseff e Aécio Neves nas Eleições 2014 e Impeachment 2016

– SOUZA, Eduardo José Moreira. Narrativas do eu em vídeo: YouTube e os diários para compartilhar

Topo

2017

– ALVES, Thaise Amorim – De máquinas a meios de comunicação: como interfaces auxiliam no processo de apreensão de novos aparelhos multimidiáticos

– BALTAZAR, Glória Maria de Oliveira – Um trem no caminho da ditadura militar : narrativas ressignificadas a partir dos depoimentos para a Comissão Municipal da Verdade de Juiz de Fora

– CAMPOS, Raiza Silva – Youtube e a qualidade em canais de humor: o caso do porta dos fundos

– COSTA, Alexandre Augusto da – Dilma Bolada x Dilma Rousseff: a construção da imagem da presidente na Copa do Mundo do Brasil

– COSTA, Maria de Oliveira Barra – Juventude e cinema nos anos 1970: a I Mostra de Juiz de Fora do Cinema Super 8

– CHAVES, Fernando de Resende – Consumo de mídia e comportamento político-ideológico do cidadão de Juiz de Fora

– DUQUE, Barbara Bastos de Lima – Onde, quando, como e por que a pesquisa mineira é notícia: uma análise da revista Minas faz ciência

– FRANCKLIN, Eugene Oliveira – Aceitação Afro: as mídias sociais digitais na revalorização e afirmação da identidade negra

– MIRA, Gustavo Fernandes Paravizo – Visibilidade e representação: as conexões midiáticas e políticas dos deputados federais da Zona da Mata Mineira

– PEREIRA, Luiz Otavio Vieira – Mumblecore: perspectivas dialógicas para o cinema em mídia digital

– REZENDE, Rafael Otávio Dias – O negro nas narrativas das escolas de samba cariocas: um estudo de Kizomba (1988), Orfeu (1998), Candaces (2007) e Angola (2012)

– ROCHA, Thalita Gonçalves da – Dispositivos fílmicos e dispositivos sociais: o lugar da montagem no “documentário-dispositivo”

– SANTOS, Ana Clara Campos dos – Memória e encenação no filme de família

– SIGILIANO, Daiana Maria Veiga – Social TV: o laço social no backchannel de The X-Files

– SILVA, Vanessa Tonelli da – O turismo e a reconfiguração de linguagem no ciberespaço: uma análise do portal Visit Brasil

– VARDIERO, Talison Pires – 50 tons de branco: a representação da relação médico-paciente na telenovela

Topo

2016

– ABREU, Pablo Olímpio Vieira – Pessoa e Comunicação na Contemporaneidade

– BARROSO, Lorena. SUS entre aspas: Uma Análise do Discurso dos Jornais Folha de S. Paulo e O Globo sobre as Conferências Nacionais de Saúde (1992-2015)

– BETTENCOURT, Alice Enes de Matos. Discursos sobre saúde mental feminina: sentidos de ansiedade, depressão e estresse na revista Cláudia

– CAMILOTTO, Carlos Augusto Gonçalves. Agendamento de organizações do Terceiro Setor em Juiz de Fora

– CANIN, Daniela. Comunicação interna e complexidade: uma perspectiva dos públicos internos como sujeitos comunicacionais e legitimadores da organização

– FERNANDES, Ana Luiza Gama Maia. Quarenta clicks em Curitiba: análise das relações entre fotografia e haicai no fotolivro de Paulo Leminski e Jack Pires

– FERRAZ, Cibele Maria. Gestão da comunicação organizacional em tempos de transição: desafios e novas competências profissionais em prol do engajamento e da propagação de valores e significados

– GARAZA, Ana Inés – Imágenes e imaginarios de las organizaciones sociales en un espacio de comununicación comunitaria: la televisión del movimiento sindical de Uruguay

– MACHADO, Lívia Cristina de Souza. Comunicação imersiva dos museus

– MARQUES, João Gabriel Xavier. Cinema e videogame: diálogos acerca da narrativa clássica em contato com dois meios

– MENICUCCI, Felipe. Bom dia homem do campo: A construção do personagem no Globo Rural

– MENINI, Thiago. Criação e Criatividade: o modo de operar a música segundo a psicanálise do século XXI

– MOREIRA, Lílian Carvalho. Translations Priorities: Lewis Carroll’s Alice seen from different perspectives

– MONTEIRO, Ana Maria Vieira. Oculus Rift como dispositivo cinematográfico: reflexões sobre as potencialidades das máquinas de realidade virtual

– MORATONI, Ana Paula Moratori. O poder de comunicação dos eventos regionais: quando a festividade se torna referência e imagem do local

– MOREIRA, Talita Lucarelli. Os Ecos das Manifestações de Junho de 2013 na Cobertura da Folha de S. Paulo e no Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral de TV nas Eleições de 2014

– MARTINS, Thamiris Franco. A construção da imagem de Dilma Rousseff (PT) na esfera midiática: dissonâncias e convergências narrativas entre a presidente e a candidata à reeleição

– OLIVEIRA FILHO, José Tarcisio. Qualidade no telejornalismo: parâmetros para avaliação em emissoras públicas e comerciais

– PETHS, Lucas Lisboa  – A tendência à “presidencialização” no parlamentarismo britânico: a cobertura do The Times e do The Guardian nas eleições gerais do Reino Unido em 2015 e o processo de personalização da política

– PINTO, Desia Sinhorinha Cabral de Souza . Os desafios do radiojornalismo segmentado: Análise do noticiário Repórter Itatiaia, em Juiz de Fora

– RODRIGUES, Luciana Ribeiro. We are legion: espontaneidade e ciberativismo nas ações do Anonymous no Brasil

– SÁ, Mayra de Oliveira – Narrativa e Interatividade: Um Estudo da Transmissão de Informações na Nova Perspectiva da TV Digital

– SILVA. Diony Clebison da. Convergência e narrativa no telejornalismo: novos modos de fazer na transição para o digital

– SCHNEIDER, Catarina Menezes – A construção discursiva dos jornais O Globo e Folha de S. Paulo sobre a epidemia de meningite na ditadura militar brasileira (1971-1975)

– VIEIRA, Allana Meirelles – Autonomia Relativa e disputa por hegemonia na televisão pública: a participação dos movimentos sociais na TV Brasil

Topo

2015

– ALMEIDA, Lucas Gamonal Barra de. A Paris de Woody Allen: narrações sobre a cidade e suas apropriações midiáticas pelo turismo

– ALVARENGA, Alexandre Teixeira de. O cinema como jogo: o lúdico como elemento ontológico da poética audiovisual

– CALHEIROS, Carmen Lúcia Nunes de Paula. Estratégias sensíveis na comunicação organizacional: o caso da campanha “uma vida leva à outra”

 – CHAVES, Roberta Braga. Informação em profundidade e inserção popular na televisão pública: a participação dos cidadãos no programa Caminhos da Reportagem – TV Brasil

– CONCEIÇÃO, Júlio César Rocha,‘Imagens de Brasil’: a representação de símbolos nacionais na publicidade brasileira

– COSTA, Ana Paula Vitorio. Relações entre estruturas e processos semióticos no fotolivro: Estudo dos casos Silent Book e Sí por Cuba

– CRUZEIRO, Flávia Cadinelli. Facebook e identidade organizacional: uma análise da presença do Instituto Metodista Granbery (MG) na rede social

– DESTRO, Paloma. Um jogo de Rainhas: as mulheres de Game of Thrones

– DIAS, Eric Alves. Obscuridade e culto ao mortuário: uma analogia entre o Romantismo e o movimento Grunge

– FAVA , Gihana Proba. O efeito filtro bolha: como dispositivos de vigilância digital convertem usuários em produtos

– FERREIRA, Hamilton de Paulo. Comunicação, Bioarte e Bioidentidades: Discursos estéticos sobre as corporeidades contemporâneas

– GONÇALVES, William César. A Condessa de Monte Cristo: A representação da identidade da mulher presa na telenovela Insensato Coração

 GUIMARÃES, Michelle Fabiene Pires Ferreira. A Representação de Minas Gerais e suas identidades culturais no Bom Dia Minas

– JESUS, Jemima Bispo de. Do “Hora da Notícia” ao “Jornal da Cultura: transições e permanências no jornalismo da TV pública

– JESUS, Jordane Trindade de. O cinema, a transparência e a verossimilhança: Uma análise das personagens digitais na narrativa clássica de O Senhor dos Anéis

– LANDIM, Guilherme Rezende. Práticas artísticas de intervenções urbanas: a experiência locativa de habita-me se em ti transito

– NAVARRO, Daniella Lisieux de Oliveira. “A tortura de Estela contada por Dilma”: memórias e discursos no jornal “Estado de Minas”

– LEITE, Danielle de Macedo. Autobiografia no Jogo: a formação dos avatares e das histórias no jogo The Sims 3

– PASSOS, Felipe Zschaber Alves. Novas narrativas do jornalismo: possibilidades e tendências das reportagens na Web

– PONTES, Débora Fajardo. Como as revistas femininas brasileiras identificam as representações da sexualidade feminina: um estudo de caso sobre as revistas Lola, Nova e Marie Claire

– PEREIRA, Allan de Gouvêa. Entre mitos, silenciamentos e circularidades: a cobertura televisiva do câncer e suas formas de percepção

– PORTES, Carolina Caniato. A ambiguidade, o tempo e a atenção: uma reflexão sobre o realismo no filme O Espelho

– RABELLO, Rafaella Prata. A Juiz de Fora que habita na memória: uma cartografia sentimental da cidade na fanpage Maria do Resguardo

– REZENDE, Diego Pereira. “Voyeur Absoluto”: o olhar e a prótese

– RODRIGUES, Francisco Maia. Jogos eletrônicos como estratégia de comunicação: efeitos da congruência do in-game advertising

– SILVA, Rafael Pereira da. Ethos, discurso e identidade profissional dos jornalista em assessoria de imprensa

– TAVARES, Carlos Gonçalves. Sobre a dança e outras mídias: um estudo sobre a intermidialidade nos trabalhos da Cia Ormeo (MG)

– VALLO, João Guilherme Cunha e. Telework 2.0: redes sociais de trabalho à distância como sistemas semióticos

– VILLELA, Cícero Costa. Mídia, Territorialidades e Subjetivações: uma cartografia discursiva sobre as favelas

Topo

2014

– ALVIM, Vinícius de Lima. Explorando a indução de reflexões no design de Witcher 2: Assassin of Kings

– ANTUNES, Mariana. A pauta e o fazer jornalístico no contexto dos dispositivos de busca e indexação baseados em palavras-chave: perspectivas de noticiabilidade dentro e fora do ambiente imersivo digital

– ARANTES, Haydee. Memórias do cineclubismo: a trajetória do CEC – Centro de Estudos Cinematográficos de Juiz de Fora

– ARBEX, Rodrigo. Comunicação, Organizações e Controle do Fluxo de Informação

– CERQUEIRA. Lícia Maria Costa Fajardo. Aspectos da cultura participativa na criação de narrativas digitais que usam o YouTube como banco de dados audiovisual

– CAMPOS, Monique Ferreira. Da missão nobre ao desprestígio: Representações da identidade docente nas páginas da Tribuna de Minas

– CARMO, Adriano Vinício da Silva do. Comunicação e colaboração docente: análise de artefatos cognitivos em aulas do Portal do Professor

– COSTA, Stéphanie. Comunicação, Campanhas e Bioidentidades: discursos sobre o HIV entre governos, OSCS e Soropositivos 

– DALT, Thaís Oliveira Da. A relação entre a cultura participativa e o turismo: um estudo de caso sobre o Blog Destino Brasil

– DANIEL, Arthur Ovídio. Discursos na Banca: A imprensa especializada em telenovela

– FARIA, Paula. A cultura caipira na teledramaturgia brasileira: uma análise da representação da identidade interiorana em “Paraíso”

– GOMES, Alessandra. Meios de comunicação e representação das mulheres na política: narrativas jornalísticas e autopercepção identitária das deputadas federais

– GONÇALVES, Gabriela. Cultura Popular e Comunicação: A Folia de Reis em bairros populares de Juiz de Fora

– PASCHOALINO, Christiane. A Identidade da Seleção Brasileira: “Complexo de Vira-latas”, “Pátria de Chuteiras” ou Marketing Esportivo?

 PEREIRA, Carolina Lima Silva. O novo espaço público no ciberespaço: processos de identificação e interação nas fanpages de candidatos a deputado federal em 2014

– PEREIRA, Felipe Xavier.A produção de sentido nas redes sociais efêmeras e anônimas: o 4chan e a sua lógica de funcionamento

– REIS, Leidiane. O enquadramento midiático como chave de leitura da contemporaneidade: O “Caso Yoki” narrado pela Folha online e O Globo online

– REIS. Ricardo Nogueira. Design de hipermídia: a construção não-linear da notícia

– RUELA, Raul Mourão. Ouvidoria na televisão pública: a experiência do programa “O Público na TV”

– SARMENTO, Tiago Alves. O unheimlich no universo do super-herói no cinema clássico O inconsciente que habita as sombras do Cavaleiro das Trevas

– SCHLAUCHER, Bárbara.Jornalismo, identidade e narrativa audiovisual: consumo e experimentação de conteúdos telejornalísticos por jovens universitários e trabalhadores no contexto da convergência midiática

– SILVA, Camila. A identidade valenciana no Jornal Local

–  SILVA, José Roberto Castro e. A cobertura da diplomacia brasileira em Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo: a representação do Itamaraty e as narrativas sobre o papel do Brasil no mundo

– SILVA, Ricardo. Comunicação e Saúde: aplicações em TVDi para demandas do SUS

Topo

2013

– ALMEIDA JÚNIOR, Sebastião Gomes. Adolescentes na Cibercultura: Sociabilidade e Construção de Conhecimento: interpretação de registros de uma pesquisa de campo

– BARROS, Marcos Paulo de Araújo. A favela no audiovisual brasileiro: trajetos de sentidos no cinema

– GONÇALVES, Raruza. Narrativas à Margem: imaginário, memória e identidade na produção audiovisual da Bem-te-Vídeo

– ITO, Tomyo Costa. Mímesis, pensamento e cinema digital: imagem-corpo em Dez, de Abbas Kiarostami

– JATENE, Iris Maysa, Dalva e Herivelto: Personalidades retratadas em telebiografias

– MACHADO, Marcello Pereira. Telejornalismo, Identidades e Deficiência Visual: representação e recepção midiáticas junto a pessoas com deficiência visual

– MERLINI, Emilia de Mattos. Comunicação e cidadania entre jovens de Lima Duarte (MG)

– MOREIRA, Dora. Do sagrado tribal ao sagrado midiático: o televangelismo e a formação identitária religiosa

– OLIVEIRA, Igor Silva. Traficantes e substitutos: Representações da telepresença em filmes de ficção científica

– OLIVEIRA, Roberta. Jornalismo esportivo/entretenimento: a construção identitária das edições carioca e paulista do Globo Esporte

– PAULA, Francislene Pereira de. Em busca de um leitor de fronteiras: representações e projeções identitárias da nova classe média brasileira nos jornais populares Super Notícia e Meia Hora

– PAVAM, Carlos Alberto. O dilema de mazombo na cobertura do processo de integração continental: projeções sobre as identidades do Brasil e da América Latina nos enquadramentos jornalísticos da Folha de S. Paulo e d’O Estado de S. Paulo

– PRAÇA, Gabriella. Sem fronteiras para o check-in: computação ubíqua, hibridizações e o aplicativo Foursquare

– RESENDE, Vitor Lopes. A TV em convergência: Social TV e transmidiação nas novelas Geração Brasil e Império

– ROSSINI, Patricia. O uso de sites de redes sociais e o comportamento eleitoral: a influência do Facebook na decisão do voto nas Eleições 2012 em Juiz de Fora

– SANTOS, Márcio Emílio. A Visualização de dados na Teoria da Comunicação

– SILVA, Ana Elisa. A representação da doação de sangue em Juiz de Fora: interfaces entre assessoria de imprensa, jornalismo local e cidadãos.

– TEIXEIRA, Luciano. A identidade das vítimas na representação da violência no telejornalismo: a cobertura do JN e do Profissão Repórter no território dos morros cariocas

– VARGAS, Renata. A queda da bancada e as mudanças na cena de apresentação dos telejornais: em busca da identidade e aproximação com o telespectador – uma análise do MGTV Primeira Edição

Topo

 

2012

– BARA, Gilze Freitas. Para além do “boa noite”: os apresentadores de telejornais e o processo de identificação com o público

 – CAMPOS, Fernanda Viana. O saber universitário em rede digital: as possibilidades de multimídia e de interatividade aplicadas na difusão do conteúdo científico para a população

– Carvalho, Raphael Silva Souza Oliveira. Discursos em cinzas: olhares sobre as representações identitárias de fumantes segundo discursos institucionais

– CASTRO, Jesualdo de Almeida. Imagens da memória tecno-socializada: o Orkut como espaço de territorialização simbólica

 FACCION, Debora.  Um estudo de abdução na arte

– FERNANDES, Guilherme Moreira. A representação das identidades homossexuais nas telenovelas da Rede Globo: uma leitura dos personagens protagonistas no período da censura militar à televisão

– FIGUEIREDO, Cláudia. A identidade feminina na mídia neopentecostal do Reino de Deus: narrativas eletrônicas de conversão

 FILHO, Lúcio De Franciscis dos Reis Piedade. “Impermanência entusiasta”: transmutações do modelo romeriano de horror

– LAIA, Evandro José Medeiros. Palimpsesto mediático: o lastro ibérico medieval n’O auto da compadecida

– LIMA, Marília Xavier de. O realismo reflexivo em Michael Haneke: análise da experiência afetiva do espectador no filme Caché

– LOPES, Flávia. O discurso que ecoa nas redes: A vocalização de sujeitos a partir do caso “voz da comunidade”

– MACHADO, Thiago Luiz Berzoini. Espectros – um drama familiar: narrativa transmídia aplicada às artes cênicas

– MEDEIROS, Flávia. Multidões na internet: estudo sobre como indivíduos se mobilizam na rede para a participação em ideias e projetos

MOREIRA, Bruno Vieira. Digital Signage: a Quinta Tela e a Publicidade

– MUSSE, Mariana Ferraz. Margens nada plácidas: documentário, entrevista, identidades e alteridade

 REZENDE, Raquel. Cores que Pintam, Fitas que Tecem: O Processo de Negociação Identitária dos Jovens Congadeiros do Fundão, ViçosaMG, em Tempos de Mediatização

– RODRIGUES, Lilian Werneck. The l word em movimento: Convergências de uma série lésbica

– SANGLARD, Fernanda Nalon. A representação da política no Jornal Nacional e a construção das identidades políticas dos jovens juiz-foranos

TRISTÃO, Marise Baesso. A representação da Polícia Militar de Minas Gerais no “Super Notícia”, o jornal mais lido pelos mineiros

Topo

2011

 BRESSAN, Renato Teixeira. Avatares em Rede: Comunicação, Mobilidade e Transformação

– COELHO, Fernanda. Fala, Galera! Produção de fanzines com jovens da periferia de Juiz de Fora em processo de educomunicação para a cidadania

– FERREIRA, Nelson Toledo. Mídia sindical no cenário contemporâneo: as mutações do mundo do trabalho e a multiplicidade identitária dos (as) trabalhadores (as)

– FILHO, Dimas Tadeu de Lorena. A linguagem do espaço: padrões representativos em plataformas de realidade virtual

– JUNQUEIRA, Flávia Campos. Choque, afetividade e experiência estética: linguagem e percepção em Um homem com uma câmera e sua pertinência contemporânea

– MATA, Jhonatan Alves Pereira. Um telejornal pra chamar de seu: identidade, representação e inserção popular no telejornalismo local

– NASCIMENTO, Iara Marques do. A comunicação interna e a construção da identidade organizacional – compreendendo percepções e processos por meio da Viação Progresso e Turismo S/A

– NEVES, Fabiana Nogueira. Representações identitárias de consumidores em publicidade de cerveja na TV (um estudo de caso das marcas Antarctica, Brahma e Skol)

– PEREIRA, Maria Fernanda de França. A transformação do samba em referência identitária e locus discursivo da brasilidade

– PERNISA, Mila Barbosa. A construção simbólica da identidade mineira no telejornal da Rede Minas

 PESSOA, Julia. Videogames como Narrativas Interativas: integração de gameplay e narratividade na análise de Red Dead Redemption

– SCORALICK, Kelly. Mídia e cidadania: a representação das pessoas com deficiências no telejornalismo

– TEIXEIRA, Stanley Cunha. Hipermídia e transdisciplinaridade: a linguagem digital como ferramenta eficaz para interligação de áreas do conhecimento

– TORRES, Hideide Brito. O telejornalismo na construção da identidade religiosa: representações evangélicas no Jornal Nacional e Jornal da Record e sua recepção por fiéis metodistas e batistas

– VALE LARA, Cássia. Batalhas simbólicas e controvérsias terminológicas: os discursos de pesquisadores sobre a identidade do campo da Comunicação na área de Comunicação Organizacional

Topo

2010

– ARAÚJO, Marcelo Rodrigues de. FIFA 2009: o jogo como representação do real

– BELCAVELLO, Frederico. A TV Industrial de Juiz de Fora: Memórias da juizforaneidade (1964-1979)

– BRINATI, Francisco Ângelo. Jornalismo Político e Identificação Eleitoral: a construção da imagem de Carlos Alberto Bejani pelos jornais impressos de Juiz de Fora – MG

– FALCO, Débora de Paula. Identidades em Trânsito na narrativa jornalística: Percepções dos deslocamentos contemporâneos de turistas e migrantes

– FILHO, Homero Cezar Nogueira Tostes. Não nos falta, ao passo, coração. Avante! A intervenção urbana como processo comunicativo contemporâneo

– FRANCO, Joana Magalhães. Sobre Interface e Interação: Projeto para a Construção do Conhecimento com o Website da Facom-UFJF

– OLIVEIRA, Livia Fernandes de. TV Mariano Procópio e Identidade juizforana: a construção do mito do pioneirismo nas páginas do Diário Mercantil e do Diário da Tarde

– RODRIGUES, Flávio Lins. TV Mariano Procópio: Cariocas do brejo entrando no ar

– SILVA, Márcio Corino Lantelme da. Realismo e Vanguardismo no Dogma 95: o lugar do movimento na história do cinema e suas implicações estéticas e tecnológicas

– SILVA. Renata Prado Alves. WORLD OF WARCRAFT: Semioses para produção de envolvimento em jogos eletrônicos

– SILVEIRA, Bianca Alvin de Andrade. A materialização midiática da brasilidade: a cobertura do Jornal Nacional sobre a Seleção de Futebol e a narrativa da identidade brasileira

– WENZEL, Camila. A construção de avatares no second life

Topo

 

2009

– COELHO, Julio Cesar. E-gov e comunicação: Estudo do portal da Prefeitura de Juiz de Fora 

– CORRÊA, Raphaela Maciel. Representações culturais no jornalismo turístico: a mediação da viagem aos relevos da mineiridade

– FERNANDES, Danubia de Andrade. A personagem negra na telenovela brasileira: Representações da negritude em “Duas Caras

– FOIS-BRAGA, Humberto. Turismo (d)e Teledramaturgia na narração dos espaços urbanos: a representação da cidade de Tiradentes na minissérie Hilda Furacão da Rede Globo

 GUIMARÃES, Lara Linhalis. A identidade do povo brasileiro em cena: a construção da brasilidade no discurso do JN

– HOLZAPFEL, Vilson. Stelarc e a comunicação: A túnica inconsútil das corporeidades

– MAIA, Aline Silva Correa. Telejornalismo e Identidade: Estudo de recepção do Jornal Nacional entre jovens da periferia de Juiz de Fora – MG

– MARTINS, Simone Teixeira. Identidade no telejornalismo local: A construção de laços de pertencimento entre a TV Alterosa Juiz de Fora e seu público

– MENDES, Glaucia da Silva. Os noticiários de El Universal e O Globo sobre o governo Hugo Chavés e as projeções identitárias sobre a América Latina

– NUNES, Janaina de Oliveira. Do impresso à hipermídia: Reconfiguração do jornalismo na era da comunicação digital

– OLIVEIRA, Aline Barbosa de. Acesso e cidadania: Os usos da internet por jovens de diferentes classes sociais em Juiz de Fora

 – REIS, Vanessa Alkmin. Websites Pró-Ana e Mia: redes sociais e suas transformações

– SILVA, Carlos Eduardo de Martin. O jogo digital como elemento de apoio ao resgate e à valorização do conteúdo cultural regionalizado

– TERRA JÚNIOR, Rogério. O Dadaísmo revisitado: formas de hibridação na linguagem audiovisual contemporâneo

– VEIGA, Isabela Rodrigues. Coberturas Jornalísticas e construção de reputação institucional: A representação da Polícia Federal na imprensa e seus reflexos identitários

Topo

 

2008

– RODRIGUES, Marcelo Carmo. Miss Brasil Gay, polêmica na passarela: Eventos como instrumento de comunicação alternativa

Topo

 

Compartilhe:

    Programa de Pós-Graduação em Comunicação