UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Atividade de Pesquisa – Análise in vitro da capacidade de solvência de diferentes substâncias usadas durante o retratamento endodôntico

Você está em: Atividades > Atividades de Pesquisa > Atividade de Pesquisa – Análise in vitro da capacidade de solvência de diferentes substâncias usadas durante o retratamento endodôntico

Área da Atividade: Endodontia

Professor Orientador: Anamaria Pessoa Pereira Leite

Integrantes Relacionados: Renata Romanelli Freire Rezende

Justificativa: As possíveis causas do insucesso do tratamento endodôntico primário, incluem fatores de ordens anatômicas e de ordens técnicas. Para um novo tratamento endodôntico é necessário que se remova a obstrução antiga do interior do canal radicular para que os instrumentos possam alcançar a região apical, favorecendo assim a desinfecção e a obturação e permitindo desta forma um selamento hermético. Para esta função solventes são utilizados para auxiliar na remoção do material obturador alguns exemplos são o clorofórmio que é considerado como solução ouro por apresentar excelente ação na dissolução do material obturador, porém é neurotóxico, carcinogênico e foi proibido de ser usado em humanos desde 1976 e o eucaliptol que é um solvente largamente utilizado, possui baixa citotoxidade mas é reconhecido por sua lentidão ao dissolver a guta percha. Devido a este problema este estudo será efetuado na tentativa de incentivar a substituição dos solventes químicos pelos solventes orgânicos e para comprovar que o óleo de laranja tem maior poder de solvência de guta percha que o eucaliptol.

Objetivos: A pesquisa tem como objetivo verificar através de estudo in vitro se existe diferença na eficiencia dos óleos de casca de laranja de diferentes laboratórios, comparando com a ação dos solventes clorofórmio e eucaliptol e classificá-los quanto ao seu potencial de ação.

Metodologia:

Resultados Alcançados com a Atividade:

Outras Atividades Relacionadas:

Opinião do PET:

PET Odonto