UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Juventude e cidade: um estudo em Juiz de Fora

Você está em: Bancos de dados > Cidade, Ação e Política > Juventude e cidade: um estudo em Juiz de Fora

A pesquisa:

A pesquisa Jovens e cidade: um estudo em Juiz de Fora foi desenvolvida pelo NuGea no período de 2010 a 2011 e teve como objetivo compreender e analisar os territórios usados (SANTOS, 2000) dos jovens a partir da delimitação dos percursos que realizam pela cidade de Juiz de Fora em sua busca e realização por cultura e lazer e estudo e trabalho. E então entender quais os usos e apropriações que esses sujeitos fazem (ou não fazem) da cidade buscando identificar as representações e as relações que estes constroem com ela.

Para tanto entende-se como sendo central delimitar e definir os territórios usados dos jovens na medida em que estes permitem inferir os usos que fazem da cidade bem como suas formas de apropriação.

Para Milton Santos, o espaço na medida em que é usado e apropriado, transforma-se em território usado. O conceito de território usado permite pensar as relações existentes entre o lugar, a formação sócio-espacial e o mundo, sendo tanto resultado do “processo histórico quanto da base material e social das novas ações humanas” (SANTOS, 2000:1). Esse conceito permitiria operar numa dupla dimensão: com o sentido da ação e do sujeito que a realiza. O que é nítido na medida em que se considera o próprio conceito de espaço do autor: conjunto de sistemas de objetos e sistemas de ação. A ação só se realiza pelo homem e sua ação condiciona e é condicionada pelo próprio espaço.

É possível acessar mapas, gráficos e fotos referentes as pesquisas.

 

Mapas:

1. Delimitações:

 

2. Equipamentos:

 

3. Circulação dos jovens por bairro de origem:

 

4. Mapa de circulação por bairro de origem e motivo:

 

5.  Juiz de Fora:

 

Gráficos:

Juiz de Fora – População

 

Fotos:

Para ver as fotos dos bairros pesquisa dos clique aqui

NuGea – Núcleo de Pesquisa Geografia, Espaço e Ação