UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Depósito de Patente de Inovação na área de diagnóstico de tuberculose

Data: 26 de junho de 2019

WhatsApp Image 2019-06-26 at 15.45.33Os pesquisadores do Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva, Dr. Marcio Roberto e Dra. Isabel Leite formularam o pedido nacional de Invenção, Modelo de Utilidade, Certificado de Adição de Invenção e entrada na fase nacional do PCT, numa parceria da UFJF, EMBRAPA e FHEMIG. Trata-se a presente invenção de um processo de descontaminação de espécimes clínicos para cultura de micobactérias no diagnóstico da tuberculose (TB) e que utiliza um swab de algodão para inocular o espécime clínico, que após descontaminado é imerso em uma solução levemente ácida, que tem a função de neutralizar o pH do material descontaminado em NAOH e possibilitar o seu cultivo em meio Löwenstein Jensen. Os métodos de descontaminação existentes necessitam de centrifugação, incubação e uso de cabine de segurança biológica, o que não mais ocorre com a presente invenção e assim, o processo de descontamianção apresenta-se como alternativa no diagnóstico de TB, por não apresentar riscos significativos ao laboratorista durante o processamento da amostra e possibilitar maior cobertura diagnóstica, abreviando o tempo de diagnóstico da TB e reduzindo a sua disseminação.

Essa patente é fruto da tese de doutorado de Ronaldo Rodrigues da Costa, intitulada Desenvolvimento e avaliação de um novo método rápido, eficiente e de baixo custo de descontaminação e cultivo de Mycobacterium tuberculosis em escarro e outros espécimes clínicos. 

A tese foi indicada pelo Programa de Pós Graduação em Saúde para o Prêmio CAPES.

NATES – Núcleo de Assessoria, Treinamento e Estudos em Saúde