UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Exposições

Você está em: Inicial > Museu > Exposições

Como demonstrado acima, nossa realidade exige criatividade e dinamismo na elaboração das exposições. Nelas, temos nos preocupado com o caráter didático-pedagógico, expondo o conhecimento e a cultura do homem através do objeto e não o objeto como pleno detentor deste conhecimento. Considerando nosso espaço reduzido e a quase impossibilidade de receber visitantes, elaboramos expositoras que pudessem extrapolar os limites da própria instituição.

Sua disposição espacial, determinada através do estabelecimento das diretrizes do material exposto, permite ao visitante, acompanhado por um monitor, compreender o que se pretende demonstrar. São vitrines de estrutura metálica, com frente, laterais e teto em vidro. Possuem dois metros de altura por um e meio de comprimento e um metro de profundidade, ficando disponíveis à ordenação do acervo 2,25 metros cúbicos, que podem ser contextualizados por painéis ilustrativos ao fundo, que possibilitam uma melhor percepção dos usos, funções e significados dos artefatos apresentados, bem como o modo videndus daqueles que os produziram (Loures Oliveira e Monteiro Oliveira, 2001).

Desse modo, mesmo não possuindo um espaço adequado à apresentação do seu acervo, o MAEA tem procurado manter exposições temporárias nos diversos lócus da Universidade, bem como em escolas, shopings e espaços culturais da região. A receptividade do público demonstra o grande interesse não só pelos estudos desenvolvidos, mas também para a importância de se ter um local apropriado à exposição do acervo, de modo a poder ser visitado todo momento pela comunidade.

A seguir estão listadas algumas das exposições promovidas pela equipe do MAEA. Estas tiveram em média a duração de trinta dias, atraindo um grande número de visitantes. Nosso objetivo é tentar manter uma periodicidade anual de exposições, que incluem além das Mostras, ações educativas junto às escolas de ensino médio e fundamental da região. Estas últimas têm sido nossa prioridade nos últimos dois anos.

1986 Manuscritos e Códices Pré-Colombianos. Espaço Mascarenhas, JF.

1993 I Mostra do Acervo Arqueológico e Etnológico da UFJF: A Pré-História Brasileira no Ensino Fundamental. Saguão da Biblioteca Central-UFJF.

1993 II Mostra: Programa Museu-Escola. Local: Santa Cruz Shopping.

1995 III Mostra: Raízes da Humanidade – Programa Museu-Escola. Saguão da Reitoria da UFJF.

1998 IV Mostra: Bay Xeká, os Índios Maxakali. Santa Cruz Shopping, JF.

1999 V Mostra: A Pré-História Americana. Saguão da Biblioteca Central-UFJF.

1999 Maxakali: sobrevivência e aculturação. IX Semana de Filosofia. Saguão do Anfiteatro do Centro de Línguas da UFJF.

2000 Cosmologia Asteca. X Semana de Filosofia. Saguão do Anfiteatro do Centro de Línguas da UFJF.

2001 Além dos 500 anos. Exposição Itinerante do Projeto de Mapeamento Arqueológico e Cultural da Zona da Mata Mineira. Localidades: Guarani, Itamarati de Minas, Rio Novo, São João Nepomuceno, Astolfo Dutra, Rio Pomba, Goianá, Coronel Pacheco, Chácara, Piraúba e Juiz de Fora. Período: 05 de janeiro a 28 de abril.

2001 Semana Cultural: o Saber Local. Campus UFJF (Mostra de filmes, exposição de arte local, palestras e oficinas).

2001 VI Mostra do Acervo Arqueológico e Etnográfico do SAEA. Museu de História Natural da Academia de Comércio de Juiz de Fora.

2002 Oficinas com crianças da 4ª e 5ª séries de escolas do Município de São João Nepomuceno.

2003 Oficinas com crianças da 4ª séries de escolas públicas do Município de São João Nepomuceno e Distritos.

Museu de Arqueologia e Etnologia Americana