UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Laboratório Casa Sustentável

Você está em: Visitação > O que visitar > Laboratório Casa Sustentável

laboratorio_casa_sustentavel_ufjf___foto_mariaotaviarezende_ufjf

Laboratório Casa Sustentável apresenta técnicas que melhoram o confortam ambiental e causam menos impactos ao meio (Foto: Maria Otávia Rezende/UFJF)

Projeto desenvolvido pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFJF, cujo objetivo é promover a conscientização do público sobre princípios de sustentabilidade e técnicas e estratégias construtivas de arquitetura bioclimática, conforto ambiental e eficiência energética. Na Casa, visitantes poderão vivenciar a experiência de uma moradia ecológica e perceber como diferentes usos de materiais e posicionamento de estruturas, como janelas e portas, influenciam, por exemplo, na sensação de calor e de luminosidade.

 

A arquitetura bioclimática consiste na concepção de um edifício considerando o clima local e a configuração física onde ele está inserido, otimizando o conforto ambiental  – térmico, luminoso, acústico – por meios naturais. As ecotécnicas são definidas como o conjunto de intervenções tecnológicas no ambiente construído, baseando-se na compreensão dos processos naturais e tendo como foco a resolução de problemas com uso eficiente dos recursos e o menor consumo energético.

 

Sendo assim, propõe-se a harmonização das construções com o meio ambiente, possibilitando conforto, em harmonia com a natureza. Quando os princípios bioclimáticos são aliados aos aspectos socioculturais e econômicos promove-se a condição para um projeto mais sustentável.

 

Reconhecendo os impactos da construção civil sobre o meio ambiente, o Laboratório assume um compromisso social de sensibilização sobre a aplicabilidade desse tipo de arquitetura em futuras construções, sendo assim uma ferramenta multiplicadora desse conhecimento.

 

lab casa sustentavel jardim botanico foto gabriela maciel ufjf

Casa utiliza materiais que se integram às características locais e que proporcionem custo energético baixo (Foto: Gabriela Maciel/UFJF)

 

 

 

 

Através da adoção de estratégias que estimulem a percepção dos visitantes, no decorrer de um percurso lúdico por ambientes similares aos de uma casa, o visitante poderá observar como as técnicas foram empregadas e seus efeitos. O percurso foi projetado inicialmente com base nas premissas da acessibilidade motora e permite ao visitante experenciar os seguintes ambientes com aplicações das seguintes ecotécnicas:


Recepção
Explora principalmente as técnicas de Parede Trombe, Parede vegetalizada, Ventilação Cruzada (janela/cobertura) e Iluminação Natural.

 

Quarto Conveniente
Demonstra características negativas frequentes em projetos habitacionais, como laje descoberta, piso inadequado, bem como, orientação da janela sem preocupação com a trajetória solar. Tais características tornam o ambiente muito frio no inverno e quente no verão, permitindo ao visitante perceber os resultados de uma arquitetura mal planejada.

 

Quarto Eficiente
Boa orientação solar da janela, proteção solar da janela com venezianas externas, aquecimento do ambiente por sistema de aquecimento solar do ar, cobertura ventilada e em telha cerâmica.

 

Sala de Estar
Ambiente com varanda que se configura como um espaço de transição térmica através das técnicas de ventilação cruzada para o verão e varanda estufa para o inverno.

 

Escritório
Espaço onde são utilizadas técnicas que garantem um maior conforto luminoso e térmico do ambiente. Foi explorado um hibridismo através de ventilação natural cruzada associada à ventilação mecânica. Em relação a iluminação natural foi adotado a prateleira de luz para melhor distribuição da luminosidade bem como, iluminação artificial otimizada através do controle do usuário.

 

Cozinha e Banheiro
Os ambientes exploram o uso de sistemas e equipamentos eficientes, técnicas de aquecimento solar da água, jardineira com horta, cobertura vegetalizada, captação e aproveitamento da água da chuva.