UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Ensino

Você está em: Ações > Ensino

aula-no_jardim_botanico_ufjf__Foto_GessicaLeine_UFJF

Aula realizada em clareira no Jardim Botânico (Foto: Géssica Leine/UFJF)

Há muito tempo, os jardins botânicos têm sua imagem associada ao campo educacional. Já em sua fase embrionária, em Atenas (372-287 a.C.), caracterizavam-se como espaço de transmissão de cultura, voltados à observação e à classificação de plantas. Atualmente as ações de ensino em jardins botânicos permitem ao indivíduo e à coletividade construir valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente.


Desde a aquisição da área de Mata Altântica pela Universidade Federal de Juiz de Fora, o Jardim Botânico tem sido utilizado como espaço de ensino teórico-prático para várias disciplinas de diferentes cursos de graduação e pós-graduação, tais como Botânica de Campo, Gestão Ambiental, Ecologia de Microrganismos Aquáticos e Ecologia de Comunidades.

 

Torna-se, portanto, missão fundamental do Jardim Botânico UFJF, contribuir para ampliar a percepção dos estudantes sobre os problemas socioambientais, suas razões, surgimento e efeitos, em busca de ética e consciência ambientais, capazes de equilibrar a relação entre humanidade e meio ambiente.

 

Desse modo, as ações de ensino desenvolvidas aqui permearão vários campos do saber, com foco na flora e nos ecossistemas brasileiros, na conservação da biodiversidade e nas dinâmicas temporais e espaciais da sociobiodiversidade. Fornece assim aos professores uma importante ferramenta para capacitar e desenvolver os estudantes para trabalharem em prol de uma convivência mais harmoniosa entre o homem e o meio ambiente.


Agenda e Orientações

Em breve serão divulgados o formulário online para agendamento e as orientações detalhadas para professores que tenham interesse em realizar aulas de campo no Jardim, cujo limite de participantes é de 50 pessoas em cada agendamento. 


Além de poder desenvolver as atividades de ensino, ao longo de áreas e espaços do Jardim, o docente poderá  reunir os estudantes em uma sala, com capacidade para cerca de 30 pessoas, ou em uma clareira, na mata, com troncos cortados de árvores caídas, dispostos como bancos.

 

O uso dos espaços pode ser solicitado por professores para aulas de ensino universitário de instituições públicas e privadas. Para atividades dos ensinos fundamental e médio, o docente deve escolher a proposta de Visitação Escolar, por meio da qual pode optar por sugestões de cinco roteiros preparados pela equipe do Jardim ou realizar percursos livremente.

 

A utilização das coleções, a coleta de materiais, a instalação de equipamentos, a interferência física e os prováveis impactos socioambientais necessários para a realização da atividade de ensino e os oriundos dessa ação deverão ser previstas pelo requerente, no formulário, para análise da solicitação. A Direção do Jardim Botânico responderá em, no máximo, 15 dias.