UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Cognição, Processamento de Informação e Telecomunicações para Novas Gerações de Sistemas de Potência

Você está em: Institucional > Linhas de Pesquisa > Cognição, Processamento de Informação e Telecomunicações para Novas Gerações de Sistemas de Potência

Atualmente, a área de sistema de potência está sob forte pressão para atender o aumento significativo da demanda por energia elétrica com elevados níveis de confiabilidade, segurança e qualidade. Neste contexto, é imperativo o desenvolvimento de novos paradigmas para a transmissão e a distribuição de energia elétrica e de ferramentas que possibilitem avaliar o sistema de potência visando a correta operação, manutenção, gerenciamento, análise, dimensionamento, monitoramento e supervisão do mesmo. Neste contexto, a presente linha de pesquisa do instituto tem os seguintes objetivos:

 

i) Fomentar a discussão, a proposição, a conceituação, a formalização e o desenvolvimento de novas gerações de equipamentos, sistemas de monitoramento de sistemas de potência, e sistemas de proteção baseados na abordagem cognitiva visando a massificação do paradigma “SmartGrid” em sistemas de potência. A análise das implicações e possibilidades de investigação do uso da abordagem cognitiva dentro da conceituação de smart grids é uma questão chave para a introdução de uma nova concepção (paradigma) para redes elétricas inteligentes.

 

ii) Desenvolvimento, a partir da abordagem cognitiva, de ferramentas computacionais, baseadas em técnicas de processamento de sinais e inteligência computacional, para a análise da qualidade da energia elétrica, monitoramento de máquinas elétricas e introdução de novos equipamentos de proteção. Neste caso, buscar-se-á o desenvolvimento das seguintes técnicas: ii.a) técnicas de detecção, segmentação, compressão, classificação e decomposição de distúrbios em sistemas de potência, ii.b) Estimação da fundamental, harmônicas e interharmônicas; ii.c) identificação de fontes geradoras de distúrbios. Tais algoritmos serão implementados nas novas gerações de sistemas de monitoramento da qualidade da energia elétrica e em sistemas de proteção.

 

iii) desenvolvimento de hardware mínimo, baseado em dispositivo FPGA (flexible programmable gate array), de monitores cognitivos para a qualidade da energia elétrica.

 

iv) desenvolvimento de hardware mínimo, baseado em dispositivo FPGA, de sistemas de proteção a partir do uso da concepção de sistemas de proteção cognitivos.

 

iv) Análise dos requisitos mínimos e demandas por sistemas de telecomunicações pelo uso da abordagem cognitiva em sistemas de potência e smart grids.

 

vi) desenvolvimento das novas gerações de modem PLC (Power line communications) para aplicações banda larga e banda estreita visando atender as aplicações IMR (integrated meters reading), smart grids, gerenciamento, operação e etc dos sistemas de potência, aplicações multimídia, etc.

 

vii) desenvolvimento de novas gerações de equipamentos de análise das redes de distribuição de energia elétrica para a transmissão digital de dados na faixa entre 9kHz e 500KHz para aplicações banda estreita e entre 1,705 MHz e 300 MHz para aplicações banda larga

 

_______

Veja também: Equipe, Projetos.