UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Prof. Leonardo de Mello Honório

Você está em: Institucional > Membros das Instituições > UFJF > Prof. Leonardo de Mello Honório

Email: leonardo.honorio@ufjf.edu.br

Telefone: (32) 2102-3495 Ramal 207

Sala: Galpão III, 2° andar

Currículo: (http://lattes.cnpq.br/4319412527458142)

 

 

Titulação:

Graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1993), mestrado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Itajubá (1999), doutorado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Itajubá (2002) e pesquisador visitante na University of California, Irvine (2006).

 

Áreas de Atuação:

1. Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Sistemas Elétricos de Potência / Especialidade: Transmissão da Energia Elétrica, Distribuição da Energia Elétrica.

 2. Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Sistemas Elétricos de Potência / Especialidade: Instalações Elétricas e Industriais.

 3. Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica / Subárea: Eletrônica Industrial, Sistemas e Controles Eletrônicos / Especialidade: Automação Eletrônica de Processos Elétricos e Industriais.

 4. Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Ciência da Computação / Subárea: Metodologia e Técnicas da Computação / Especialidade: Sistemas de Informação.

 5. Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Ciência da Computação / Subárea: Matemática da Computação / Especialidade: Modelos Analíticos e de Simulação.

 6. Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Ciência da Computação / Subárea: Metodologia e Técnicas da Computação / Especialidade: Engenharia de Software.

 

Áreas de Interesse:

Ênfase em Transmissão da Energia Elétrica, Distribuição da Energia Elétrica, atuando principalmente nos seguintes temas: algoritmos evolucionários, métodos probabilísticos, fluxo ótimo de potência, veículos autônomos, fuzzy, reconhecimento de padrões e otimizãção.

 

Linhas de Pesquisa:

1. Otimização de Sistemas

 2. Sistemas de Controle utilizando Lógica Fuzzy

 3. AOP – Aspect Oriented Program

 4. Transmissão de Energia Elétrica

 5. Realidade Virtual

 6. Simulação de Manufatura

 7. Visão Computacional

 8. Inteligência Artificial

 9. Matemática Avançada

 

 

Mini-Currículo:

Possui graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1993), mestrado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Itajubá (1999), doutorado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Itajubá (2002) e pesquisador visitante na University of California, Irvine (2006). Atualmente é outro professor adjunto III da Universidade Federal de Itajubá e coordenador do programa de pós-graduação em engenharia elétrica. Tem experiência na área de Engenharia Elétrica, com ênfase em Transmissão da Energia Elétrica, Distribuição da Energia Elétrica, atuando principalmente nos seguintes temas: algoritmos evolucionários, métodos probabilísticos, fluxo ótimo de potência, veículos autônomos, fuzzy, reconhecimento de padrões e otimizacao.

 

Projetos de Pesquisa:

2010 – Atual – Desenvolvimento de um veículo aéreo Autônomo não tripulado para Multi-Inspeção

 

Descrição: O objetivo primário deste projeto é desenvolver um veículo aéreo autônomo para fazer aquisição de dados de inspeção visual e termográfica em linhas de transmissão e subestações elétricas. Como conseqüência a este objetivo o custo de vistoria de vai ser reduzido drasticamente o que irá possibilitar vistorias mais freqüentes gerando uma possibilidade de base histórica consistente. Outros objetivos são: Desenvolver um sistema de armazenamento de dados para montagem de base histórica. Fornecer serviços ancilares como monitoramento de faixa de domínio. Monitoramento de queimadas e áreas alagadas. Levantamento de reservatórios. .

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico ( 1) Doutorado ( 2) .

Integrantes: Leonardo de Mello Honório – Coordenador.

 

2010 – Atual – Sistema Inteligente de Supervisão Georeferenciada De Reservatório Através de Veículo Autônomo

 

Descrição: A fartura de recursos hídricos presentes no Brasil incentiva a construção de barragens. Tais barragens são infrastruturas, cuja longevidade e o rendimento, são fortemente dependentes da integridade da estrutura integrante bem como da morfologia da bacia hidrográfica. A extensão do ciclo de vida, e o recondicionamento da estrutura dependem fortemente da qualidade da manutenção. Por outro lado, uma estrutura desta natureza tem um forte impacto no meio envolvente, uma vez que as barragens geram uma redução das velocidades da corrente provocando a deposição gradual dos sedimentos carreados pelo curso de água e conseqüente assoreamento. Isso diminui a capacidade de armazenamento dos reservatórios e pode inviabilizar a operação de aproveitamentos hidrelétricos, além de problemas de diversas naturezas [1]. É observado em [2] que alguns processos de assoreamento são mais velozes que o previsto, reduzindo a vida útil média dos reservatórios e gerando altos custos para reaproveitamento das barragens através da remoção dos volumes assoreados. Em relação à estrutura física da barragem, é necessário que um controle rigoroso seja realizado para suprimir qualquer possibilidade de rupturas ou acidentes. Este fator de segurança é tão crítico que foi criado um Projeto de Lei (nº 1.181 / 2003) estabelecendo que as barragens devam passar por inspeções em prazos determinados. Já em relação ao assoreamento, apesar de não existir uma legislação sobre o assunto, a literatura mostra que em todo mundo são gastos 6 bilhões de dólares anuais para a remoção dos volumes assoreados. Sem falar no custo ambiental que é inimaginável. Desta forma este projeto propõe um conjunto de soluções integradas, baseadas em um veículo submarino autônomo, que têm por objetivo primário a supervisão completa do reservatório das hidroelétricas; tanto as barragens como o assoreamento dos reservatórios. Atualmente não existe uma metodologia integrada para realizar as duas tarefas. Normalmente a primeira (vist.

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico ( 1) Doutorado ( 2) .

Integrantes: Leonardo de Mello Honório – Coordenador.

 

2009 – 2011 – INSTITUTO NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA – INERGE

 

Descrição: O Instituto Nacional de Energia Elétrica, INERGE, é um instituto de pesquisa sob chancela da CAPES/CNPq e FAPEMIG, formado por um conjunto de pesquisadores das Universidades Federais de Itajubá (UNIFEI), Juiz de Fora (UFJF), Rio de Janeiro (UFRJ), Fluminense (UFF) e São João Del Rei (UFSJ). O instituto foi criado com o objetivo de desenvolver ciência e inovação tecnológica em benefício do setor produtivo na área de Energia Elétrica..

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Leonardo de Mello Honório – Coordenador.

 

2007 – 2009 – Bolsa de Auxílio a Pesquisa – Programa Pesquisador Mineiro – versão II (PPM)

 

Descrição: Processo Nº: PPM-00140-08 Bolsa referente a taxa de bancada extra para projeto de veículos inteligentes..

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Leonardo de Mello Honório – Coordenador.

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – Auxílio financeiro..

2007 – Atual – Desenvolvimento de sistema de auxílio a tomada de decisões e interpretação de imagens de medições de temperatura à distância usando termografia infravermelha

Descrição: Para cumprir o objetivo final deste trabalho, que é o desenvolvimento de uma ferramenta computacional capaz de corrigir os efeitos de variáveis de influência nas imagens termográficas, as seguintes fases serão executadas; FASE 1 – AQUISIÇÃO DE DADOS Geração de um Banco de Dados (BD) a partir de dados coletados em laboratório e in loco. Os dados armazenados serão todas as variáveis de influência (vento, temperatura, umidade, materiais, carga, ajuste do aparelho de leitura, luminosidade, etc) e a imagem adquirida. Esta fase conta com os resultados do projeto em desenvolvimento onde para executar o levantamento de dados experimentais foram utilizados recursos de infra-estrutura física e instrumental específicos. Para isto foi construída uma bancada de teste capaz de simular as condições climáticas e aquisitar os dados para efeito de comparação com os dados realizados através da camara de infra-vermelho. FASE 2 – TRATAMENTO DE DADOS Estudo, filtragem, adequação e seleção dos dados armazenados no BD gerado na fase 1 objetivando a remoção de ruídos e dados irrelevantes. O resultado desta fase é a geração de um DATA WAREHOUSE (DW). O DW é mais do que um banco de dados simples, a literatura define como sendo um repositório de dados sumarizados ou agregados. Um DW é composto por cinco tipos de dados; Dados Atuais Detalhados – refletem acontecimentos mais recentes. Dados Antigos Detalhados – dados armazenados há algum tempo. Pelo grande volume de dados e baixa quantidade de acessos geralmente é armazenado em dispositivo de backup. Dados Levemente Sumarizados – sumarização de dados em um formato que antecipe sua solicitação. Dados Altamente Sumarizados – utilizados para manter o sumário de dados sobre longos períodos de tempo de forma que tendências podem ser estabelecidas. Metadados – são basicamente dados sobre dados, utilizados para reduzir a redundância e aumentar a informação. FASE 3 – AQUISIÇÃO DO CONHECIMENTO Realização de um DATA MINING (DM) c.

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Alunos envolvidos: Graduação ( 0) / Especialização ( 0) / Mestrado acadêmico ( 1) / Mestrado profissionalizante ( 0) / Doutorado ( 0) .

Integrantes: Luiz Edival de Souza – Integrante / Daniele Alcântara Barbosa – Integrante / Luis Fernando Delboni – Integrante / Guilherme de Sousa Bastos – Integrante / Leonardo de Mello Honório – Coordenador.

Financiador(es): Furnas – Centrais Elétricas S/A – Remuneração..

 

2006 – Atual – Detecção e Análise de Descargas Atmosféricas

Descrição: O objetivo principal do projeto é o desenvolvimento de sistema especialista para a integração de dados de descargas atmosféricas em tempo real aos sistemas de supervisão das empresas. Tal sistema através de análise de relação de causa/efeito permitirá subsidiar medidas para melhorar os indices FEC e DEC (ou FIC e DIC) além de vir a atender os novos indices estabelecidos pela Aneel: o Tempo Médio de Preparação (TMP) e o Tempo Médio de Deslocamento (TMD) das equipes de emergência para o atendimento a um conjunto de unidades consumidoras em um determinado período de apuração, o Tempo Médio de Mobilização (TMM) de pessoal para a solução de problemas, e o Percentual do Número de Ocorrências Emergenciais com Interrupção de Energia (PNIE). Como consequência, o sistema permitirá também gerar informações precisas sobre a incidência e características (intensidade, polaridade e multiplicidade) dos raios na região de área de concessão da CEMAT através de mapas com alta resolução. Tais informações permitirão: – Subsidiar programas de implementação de tecnologias de proteção em linhas de distribuição e transmissão melhorando a qualidade do sistema elétrico e facilitando seu planejamento; – Subsidiar a implementação de modelos para estudar o desempenho do sistema elétrico face a descargas atmosféricas. – Subsidiar estudos comparativos com banco de dados de transformadores queimados e outros bancos de dados geo-referenciados determinando relação de causa com as descargas atmosféricas. – Subsidiar avaliação de novas tecnologias de proteção contra sobretensão. .

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Alunos envolvidos: Graduação ( 0) / Especialização ( 0) / Mestrado acadêmico ( 1) / Mestrado profissionalizante ( 0) / Doutorado ( 1) .

Integrantes: Luiz Edival de Souza – Coordenador / Welinton Dias – Integrante / Flávio Magina – Integrante / Leonardo de Mello Honório – Integrante.

Financiador(es): Centrais Elétricas do Mato Grosso – Auxílio financeiro..

 

2006 – Atual – Planejamento de Ações para Reestabelecimento Automático de Subestações

Descrição: Esta proposta tem por objetivo expandir o projeto de automação de subestações elétricas através da utilização dos resultados obtidos na automação de pequenas subestações. Tal expansão se processa tanto no nível de porte da aplicação (uma vez que o foco agora são as subestações de médio e grande porte) quanto na solução que agora propõe a monitoração e controle das subestações por meio de um agente inteligente. Como descrito anteriormente pretende-se fazer isso através de uma solução em dois níveis, local e global. Cada nível representa um sub-objetivo para o desenvolvimento integral do sistema. Objetivo 1 – Implantar um sistema automatizado de restabelecimento nas subestações para dar suporte a um sistema integrado global. O processo de automação de subestações elétricas se encontra consolidado em várias concessionárias, face à disponibilidade e ao barateamento tanto do software quanto do hardware. A viabilidade técnica da automação das ações de supervisão (sinalização e medição), controle (comando e seleção) e proteção de uma subestação, já se encontra comprovada e atualmente este tipo de sistema tem sido muito empregado no sistema elétrico brasileiro. Como benefícios preliminarmente visualizados da automação de uma subestação, a curto prazo, têm-se: o Redução do seu custo operacional; o Melhoria da qualidade do fornecimento; o Redução dos tempos de interrupção; o Investimento inicial reduzido. Objetivo 2 – Reduzir a possibilidade de erro humano de operação e associar estudos de pós-condição de operação. Considerando a complexidade crescente na topologia das subestações, e ainda que a tarefa de restabelecimento não é uma tarefa automática, a probabilidade de uma falha humana e o tempo gasto na execução das ações de restabelecimento são elevados e devem ser evitados. Muitos trabalhos têm colaborado com soluções para este problema apresentando sistemas de apoio à decisão baseados em técnicas de inteligência artificial, dentre estas pode-se.

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Alunos envolvidos: Graduação ( 0) / Especialização ( 0) / Mestrado acadêmico ( 1) / Mestrado profissionalizante ( 0) / Doutorado ( 1) .

Integrantes: Luis Edival de Souza – Integrante / Michael C A C Fleuri de Vidigal – Integrante / Luis Fernando Delboni – Integrante / Leonardo de Mello Honório – Coordenador.

Financiador(es): Centrais Elétricas do Mato Grosso – Remuneração.Número de orientações: 1.

 

2005 – 2006 – Sistema de Retirada de Sobrecarga de Potência Reativa em Linhas de Transmissão utilizando Inteligência Artificial e Orientação a Aspectos

Descrição: This project addresses the problem of finding the best strategy to achieve an optimal operative point where multiple objective functions are considered. As each strategy is a combination of optimization methodology and control sets, the scenario must be broken in two layers; a permutation on the control actions types and elements must be executed in order to generate each possible case, and them, each case must be optimized to find the best operative point. The best operative point among all cases is the optimal operative point for the desired objective. To accomplish this proposal we have designed a system based on Aspect-Oriented Programming (AOP), able to dynamically assembling and optimizing desirable scenarios. By using AOP the components (power flow and optimization methodologies) are self-contained and completely independent of the others; the solution component binds them just at run-time. This approach improves the ability to deal with several different objective functions and constraints, providing flexibility, maintainability, and usability to coding efforts without degradation of computational time..

Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Alunos envolvidos: Graduação ( 0) / Especialização ( 0) / Mestrado acadêmico ( 2) / Mestrado profissionalizante ( 0) / Doutorado ( 1) .

Integrantes: Antônio Carlos Zambroni de Souza – Coordenador / Benedicto Isaias Lima – Integrante / Daniele Alcântara Barbosa – Integrante / Welinton Dias – Integrante / Leonardo de Mello Honório – Integrante.

Financiador(es): Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista – Outra.

Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1.

 

2004 – 2005 – Desenvolvimento de Sistema de Alocação Ótima de FACTS em Linhas de Transmissão – UNIFEI / CTEEP

Descrição: Projeto de Pesquisa e Desenvolvimento em parceria com a CTEEP – Companhia de Transmissão Energia Elétrica Paulista – objetivando o desenvolvimento de uma técnica e posterior implementação computacional de um sistema para retirada de sobrecarga em linhas de transmissão. Para tanto o método do Jacobiano Extendido foi utilizado onde se acrescentou ao modelo do sistema de potência uma equação extra referente à sobrecarga em uma linha desejada. Como forma de controle foi adotado o redespacho de potência ativa, e os geradores escolhidos, através de uma análise de sensibilidade utilizando-se o método do vetor tangente, foram acrescidos em uma coluna extra com índices de (1 e -1) para aumentar ou retirar o valor despachado respectivamente. O sistema foi desenvolvido em FORTRAN e foi concluido com exito..

Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Alunos envolvidos: Graduação ( 1) / Especialização ( 0) / Mestrado acadêmico ( 1) / Mestrado profissionalizante ( 0) / Doutorado ( 1) .

Integrantes: Antônio Carlos Zambroni de Souza – Coordenador / Michel Gaviao – Integrante / Benedicto Isaias Lima – Integrante / Rafael Lima – Integrante / Leonardo de Mello Honório – Integrante.

Financiador(es): Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista – Auxílio financeiro..

 

2004 – Atual – Ambiente de Simulação de Manufatura Virtual

Descrição: 1. Identificação e caracterização do problema A demanda por equipamentos importados em instituições de ensino é um fato conhecido. Este problema se agrava quando a área envolvida é controle e automação da manufatura, onde os equipamentos utilizados possuem um alto custo. Para que um treinamento de controle destes equipamentos seja tido como satisfatório é necessário que um aluno, além do estudo teórico, faça diversas simulações e observe as respostas dos diversos equipamentos e das diversas formas de programação e ajuste. A situação se complica quando técnicas de gerência da manufatura devem ser analisadas. Neste caso são necessárias uma grande variedade e quantidade de equipamentos para que se montar as diversas células de produção que compõe uma manufatura de uma empresa real. Somente neste caso os alunos poderiam testar metodologias e técnicas de gerência da produção e visualizar e analisar seu impacto. Em qualquer que seja o caso, controle do equipamento ou o controle da manufatura é necessário um investimento considerável para que uma instituição tenha um laboratório no mínimo razoável e, mesmo assim, seu compartilhamento por muitos alunos compromete o aprendizado individual. Para contornar esta situação este projeto propõe a montagem de um ambiente virtual para treinamento em robótica e manufatura integrada. Utilizando técnicas semelhantes às dos tão conhecidos jogos de realidade virtual, serão modelados diversos equipamentos robóticos como braços mecânicos, esteiras, magazines, montadores. Cada equipamento virtual possuirá uma série de sensores e atuadores virtuais e poderá ser utilizado de duas formas; ” Individualmente com o usuário desenvolvendo funções utilizando as linguagens normalizadas de programação para simular e validar o comportamento do componente. ” Em conjunto onde, em um ambiente de mais alto nível, cada dispositivo executará as funções programadas com o objetivo de simular uma verdadeira linha de produção. A aplicação educaciona.

Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.

Alunos envolvidos: Graduação ( 2) / Especialização ( 0) / Mestrado acadêmico ( 2) / Mestrado profissionalizante ( 0) / Doutorado ( 0) .

Integrantes: Luis Edival de Souza – Integrante / Welinton Dias – Integrante / Leonardo de Mello Honório – Coordenador.

Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – Auxílio financeiro..

 

2003 – 2003 – Desenvolvimento de Sistema de Análise do Binômio RiscoxRetorno utilizando Lógica Fuzzy e AHP – UNIFEI / DUKE ENERGY

Descrição: Esta trabalho apresenta uma metodologia de análise de dados e classificação de ações. O desenvolvimento é feito através da geração de um modelo capaz de representar um domínio de conhecimento heurístico utilizado no auxílio de tomadas de decisões. A metodologia tem como fases; definição das variáveis de estado associadas à representação do domínio do problema; filtragem e mensuração de variáveis associadas a regras heurísticas através de um sistema de lógica fuzzy; classificação de cenários de atuação utilizando AHP (Analytic Hierarquical Process). A aplicação utilizada para teste é a avaliação de transações de compra e venda de energia elétrica considerando os riscos associados e a perspectiva corporativa. composta de 4 fases, tem como primeira etapa o estudo e definição das métricas determinísticas de para avaliação dos portfólios de transações de compra e venda. A partir destas métricas, são aplicadas para cada portifólio estratégias de bloqueio em consonância com o conhecimento absorvido de especialistas do conhecimento que foi modelado através de um sistema de lógica fuzzy. Os portfólios não bloqueados são classificados a partir do método AHP (Analytic Hierarchy Process) que utiliza combinações de métricas relacionadas em função da característica dos administradores da empresa. Com a utilização destas duas técnicas em série é possível definir as melhores transações a serem efetivadas a fim de criar valor para a empresa coordenando o retorno com o risco associado. .

Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Alunos envolvidos: Graduação ( 0) / Especialização ( 0) / Mestrado acadêmico ( 2) / Mestrado profissionalizante ( 0) / Doutorado ( 0) .

Integrantes: Luis Edival de Souza – Integrante / José Wanderley Marangon – Integrante / Daniele Alcântara Barbosa – Integrante / Welinton Dias – Integrante / José Arnaldo Monteveshi – Integrante / Leonardo de Mello Honório – Coordenador.

Financiador(es): Duke Energy International – Auxílio financeiro..

 

2002 – 2002 – Desenvolvimento de Software de Retirada de Sobrecarga de Tensão em Linhas de Transmissão – Projeto UNIFEI / CTEEP

Descrição: Desenvolvimento de software para retirada de sobrecarga em linhas de transmissão através de redespacho de potência ativa. A tecna adotada faz um estudo da análise de sensibilidade de cada gerador do sistema em relação a linha indicada para a retirada da sobrecarga identificando os geradores mais sensíveis para aumentar e diminuir o despacho..

Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Alunos envolvidos: Graduação ( 0) / Especialização ( 0) / Mestrado acadêmico ( 0) / Mestrado profissionalizante ( 0) / Doutorado ( 0) .

Integrantes: Antônio Carlos Zambroni de Souza – Integrante / Benedicto Isaias Lima – Integrante / Leonardo de Mello Honório – Coordenador.

Financiador(es): Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista – Remuneração..