UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

UFJF publica portarias sobre sindicância e suspensão de festas

Data: 25 de abril de 2012

O reitor da UFJF, Henrique Duque, assinou nesta terça, 24, duas portarias relacionadas ao caso de suspeita de agressão sexual, sofrida por uma aluna do Instituto de Artes e Design (IAD), numa festa realizada no último dia 13.

A primeira portaria é sobre a instauração de uma sindicância interna de investigação dos fatos ocorridos, composta por três servidores efetivos da instituição. O trabalho será sigiloso, e terá como resultado um relatório de apuração, apresentado em 30 dias. O prazo pode ser prorrogado, se necessário.

Como componentes do grupo de sindicância, foram escalados a pró-reitora de Pesquisa, professora Marta d`Agosto; a secretária de Assuntos Administrativos, Gessilene Zigler Foine; e o chefe do departamento de Direito Público Material da Faculdade de Direito, professor Leandro Oliveira Silva.

A segunda portaria diz respeito à suspensão das festas e demais eventos não relacionados com as atividades fundamentais da instituição – o ensino, a pesquisa e a extensão – dentro das dependências da UFJF. A suspensão seguirá por tempo indeterminado, até que sejam criadas novas normas para o uso das dependências do campus, que venham acrescentar uma prevenção maior para casos como o ocorrido.

Além disso, o reitor busca também um contato com os órgãos públicos, em âmbito municipal, estadual e federal, visando a prevenção de novos acontecimentos dessa natureza, inclusive o trote, através de uma ação integrada.

O caso que envolve a estudante está sendo investigado pela Polícia Civil, por meio da Delegacia de Proteção e Orientação à Família, onde o inquérito foi aberto. Os trabalhos serão coordenados pela delegada Maria Isabela Bovalente Santo, responsável por intimar as pessoas citadas pela universitária em depoimento e no boletim de ocorrência.  A investigação deve ser finalizada em 30 dias, prorrogável por mais 30.

SECOM  – Secretaria de Comunicação da UFJF

Baixe a portaria sobre sindicância (332/2012) e sobre suspensão de eventos festivos (333/2012).