UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Apresentação

Os Cursos de Geografia e História da UFJF foram concebidos, inicialmente, como um único curso, tendo a origem comum na extinta Faculdade de Filosofia e de Letras (FAFILE), no ano de 1948, reconhecidos pelo Decreto Federal 30.160, de 12 de novembro de 1951. O curso tinha a duração de três anos (bacharelado), acrescido de mais um para as disciplinas pedagógicas (licenciatura). Dessa forma, a primeira concepção de currículo desvincula claramente o bacharel, do professor, mas não exclui a possibilidade de obtenção de dois diplomas aos que concluíssem os quatro anos do curso.

A separação dos dois cursos (Geografia e História) ocorreu em 1959, com amparo na Lei nº 2.594 de 08 de setembro de 1955. O Curso estava organizado em disciplinas que contemplavam os conhecimentos de Geografia Física, Geografia Humana e Geografia do Brasil, acrescido de algumas disciplinas ligadas aos conhecimentos históricos e antropológicos.

Essa situação permaneceu até 1962, quando o parecer nº 412/62, de 19 de dezembro de 1962, do antigo Conselho Federal de Educação fixou o novo currículo mínimo do curso de Geografia, dessa vez deixando de considerar o bacharelado, sob o pretexto de que a profissão de Geógrafo ainda não fora regulamentada em lei.

Após a criação da Universidade Federal de Juiz de Fora, a FAFILE foi a ela incorporada e, em decorrência, o Curso de Geografia; foi fundado o Departamento de Geociências e criado o Colegiado do Curso de Geografia. A primeira reunião do Colegiado do curso de Geografia no Instituto de Ciências Humanas e de Letras (atual Instituto de Ciências Humanas) ocorreu em 31 de março de 1971.

O Curso de Geografia manteve a estrutura curricular de 1962 até a década de setenta do século passado. Em 1973 foi realizada uma adaptação no currículo do Curso, incluindo disciplinas de caráter teórico-metodológico e de caráter prático, mas permanecendo com uma única habilitação, a licenciatura.

Em 1979 foi regulamentada a profissão de geógrafo que instituiu o bacharel como uma acepção de profissão, dando-lhe carreira e hierarquia, sendo atribuída ao geógrafo, pela referida lei, um rol de atividades extremamente amplas. Em 25 de agosto de 1983, após a realização de vários estudos, o Colegiado do Curso de Geografia aprova a criação da habilitação bacharelado e, no ano seguinte, novas mudanças serão propostas para o currículo do curso de Geografia que serão aprovadas e implementadas no ano de 1986.



Graduação em Geografia – UFJF