UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Monografias

 

A EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMO CAMINHO PARA A CIDADANIA

Mauro Roberto Cezar – Monica Alves Brittes

Orientadora: Profª Drª Bernadete Maria de Sousa

Resumo da Monografia submetida ao Curso de Pós-Graduação Latu Sensu em Educação Ambiental da Universidade Federal de Juiz de Fora, como parte dos requisitos necessários à obtenção do título de Especialista em Educação Ambiental.

Através de um trabalho reflexivo, procurou-se repensar, analisar e estudar mais o tema meio ambiente, natureza e educação ambiental, tudo ligado diretamente à cidadania. O que nos levou a este estudo foi que a convivência com o meio que nos abriga e nos envolve é requisito vital, faz parte do esforço de sobrevivência de cada um de nós e é inerente à vida de todos os seres vivos, de seu habitat e da nossa condição planetária. Entre o conhecimento e o comportamento harmônico com a natureza, existe uma grande distância que precisa ser compreendida, empregando-se os meios apropriados para que propiciem as mudanças almejadas. É vital levar a todos com os quais convivemos o saber-instrumental necessário para a construção da cidadania.

Palavras-chave: meio ambiente, natureza, educação ambiental, cidadania.

 

 _______________________________________________________________________________________

 

A EDUCAÇÃO AMBIENTAL E OS PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS: o meio ambiente como tema transversal

Alexandro Pereira Alons – Elda Procópio Motta

Orientadora – Profª. Ms. Margareth Piccinini

Resumo da Monografia apresentada ao Curso de Pós-Graduação Latu Sensu em Educação Ambiental da Universidade Federal de Juiz de Fora, como parte dos requisitos necessários à obtenção do título de Especialista em Educação Ambiental.

Este trabalho visa uma análise reflexiva sobre como a Educação Ambiental é enfocada nos Parâmetros Curriculares Nacionais, tendo sua fundamentação teórica baseada em uma revisão bibliográfica nacional a partir dos documentos PCN- Temas Transversais, Constituição Federal de 1988, Lei Federal nº 9394 de 20/12/1996 – e Lei de Educação Ambiental nº 9795 de 27/04/1999. É apresentado o tema Educação e Cidadania, onde revela-se a necessidade de uma educação que reconstrua valores e procedimentos para a melhoria da qualidade de vida. Alguns conceitos de educação ambiental são delineados, culminando-se com a apresentação do Tema Transversal Meio Ambiente. Discute-se os Parâmetros em Ação – Meio Ambiente na Escola – como alternativa para a formação de professores e limita-se a analisar as condições nas quais a Política de Educação Ambiental legaliza a obrigatoriedade de trabalhar o tema de forma transversal. Muitos dos desafios expostos nos documentos não têm sido enfrentado pela escola, devido a não concretização dessa política nos diferentes estabelecimentos de ensino.

Palavras-chave: educação, meio ambiente, educação ambiental, parâmetros curriculares nacionais, currículo escolar, temas transversais, cidadania.

 

 _______________________________________________________________________________________

 

A PEDAGOGIA ANTROPOSÓFICA E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA UMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Martha Krambeck Horn

Orientador: Dr.Gilberto Damiano

Co-orientador:MsC Rachel Zacarias

Resumo da Monografia submetida ao Curso de Pós-Graduação Latu Sensu em Educação Ambiental da Universidade Federal de Juiz de Fora, como parte dos requisitos necessários à obtenção do título de Especialista em Educação Ambiental.

A Pedagogia Antroposófica, de Rudolf Steiner, leva em consideração as fases evolutivas do ser humano (os setênios) e as forças anímicas: Pensar, Sentir e Querer (Trimembração) que a constitui pois que possibilita uma maneira diferente e mais aprofundada de observar a vida individual e coletiva. Em se tratando da formação do ser humano tais aspectos são imprescindíveis para uma vivência mais equilibrada, que não exclua uma delas: ou sentir, ou pensar ou querer. Uma vez que nos desenvolvemos e nos damos ao mundo de forma total, global, e cujas atuações são fruto de movimentos internos, associados e nunca estanques. Desta forma, a percepção que temos da natureza, do mundo, dos outros, enfim, de tudo ao nosso redor, fica muito mais intensa e profícua se passada pelos momentos de tomada de consciência e aquisição de conhecimento, sensibilização e ação. A Trimembração do ser humano e as fases evolutivas contribuem tanto para uma Educação Geral como para uma Educação Ambiental, formal ou informal, pois tem por objetivo principal a formação humana na sua integralidade.

Palavras-chave: Pedagogia Antroposófica, trimembração, setênios, Educação Ambiental.

 

 _______________________________________________________________________________________

 

ÁGUA RECURSO NATURAL FINITO, INDISPENSÁVEL À VIDA

José Carlos de Paula

Orientador: Vicente P. dos Santos Pinto

O Tema deste trabalho é Água recurso natural finito, indispensável à vida, que tem o objetivo de aplicação da Educação Ambiental ao combate do problema ambiental de maior ênfase do mundo no momento que é a água. Tem em pauta os seguintes capítulos: “Questão ambiental no mundo contemporâneo”, que destaca os problemas ambientais e em especial a água. “A escassez da água” é o capítulo seguinte que salienta a possibilidade de em vinte e cinco anos, ter um terço da população da Terra sem água, se não forem tomadas medidas urgentes. Isto passa por políticas imediatas, envolvendo esforços de todas as nações. Passa, também, pela educação ambiental das novas gerações e pela sensibilização para o problema. No terceiro capítulo: “Crise ambiental, água e cidadania”, a Educação Ambiental tem como desafio criar condições para a participação política dos diferentes atores, bem como contribuir com o papel do educador levando a ação do mesmo em conjunto com a sociedade civil organizada. A educação é o grande motor de modificação de práticas sociais danosas, pois é possível mostrar ao cidadão comum, que sua forma de agir do dia – a – dia pode ser importante para a preservação do planeta, e no último capítulo: “Metodologia da Educação Ambiental nos diversos espaços da sociedade” procura aplicar as diversas metodologias da Educação Ambiental nas escolas, nas atividades comunitárias, nas indústrias, isto é, nos espaços de trabalhos de um modo geral, nos clubes, nas igrejas, enfim nos multiplicadores da educação ambiental.

Palavra-chave: água, escassez, educação ambiental, metodologia, participação, sensibilização.

 

 _______________________________________________________________________________________

 

CONSERVAÇÃO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Rogério de Oliveira

Orientadora: Prof. Dra. Bernadete Maria de Souza

Resumo de Monografia submetida ao Curso de Pós-Graduação Latu Sensu em Educação Ambiental da Universidade Federal de Juiz de Fora, como parte dos requisitos necessários á obtenção do título de Especialista em Educação Ambiental.

Comunidades biológicas que levaram milhões de anos para se desenvolverem vêm sendo destruídas e isto se deve ao uso crescente dos recursos naturais por uma população humana em expansão.

Mais do que nunca, justifica-se a necessidade de se buscar a conservação e a preservação da biodiversidade sendo significativa a proteção de áreas que venham a abranger os diversos tipos de ecossistemas além do uso racional ecológico da fauna e flora. O grande desafio é o de se construir uma sociedade sustentável, o que exige a aquisição de conhecimentos, habilidades e mudança de valores.

A Educação Ambiental surge como um processo educativo, de formação da cidadania ecológica, com princípios que rompem frontalmente com a idéia de que as causas dos impactos ambientais residem apenas, entre outros fatores, na explosão demográfica, na agricultura intensiva e na crescente urbanização e industrialização. É prioritária uma mudança de postura, de hábitos e de costumes. É preciso conservar e preservar, mas, principalmente, educar.

As diferenças entre os princípios da EA e da educação conservacionista precisam ser elucidados para que os processos decisórios sejam claros e inequívocos. Conhecer as opções de que se dispõe e as implicações que cada uma delas representa para o presente e para o futuro é de fundamental importância.

Palavras-chave: Educação Ambiental, Educação Conservacionista.

 

_______________________________________________________________________________________

 

DIAGNÓSTICO DA RELAÇÃO ENTRE OS PROPRIETÁRIOS RURAIS E O MEIO AMBIENTE

Josiane Aparecida de Souza

Orientadora: Bernadete Maria de Sousa

Resumo da Monografia submetida ao Curso de Pós-graduação Latu Sensu em Educação Ambiental da universidade Federal de Juiz de Fora, como parte dos requisitos necessários à obtenção do título de Especialista em Educação Ambiental.

A degradação do meio ambiente e a utilização irracional e de forma predatória dos recursos naturais tem sido a grande preocupação de toda a humanidade. O presente trabalho teve como objetivo conhecer como dois proprietários rurais da cidade de Matias Barbosa, Minas gerais, têm procurado minimizar os impactos ambientais durante suas atividades rurais. Em um estudo de caso, pretendeu-se avaliar como e de que forma são realizados o aproveitamento das terras produtivas, qual a tecnologia usada e caracterizar a percepção dos proprietários em relação ao meio ambiente. Assuntos diversos relacionados às questões ambientais, recursos naturais, silvicultura e educação ambiental foram alguns dos temas abordados neste estudo. O presente diagnóstico demonstrou que várias técnicas de manejo são desenvolvidas nas duas propriedades rurais e que ambos os proprietários utilizam o solo de maneira de racional. Ficou evidente, ao longo da pesquisa, a existência de parcerias entre os proprietários e outros profissionais, ora orientando-os na utilização de tecnologias novas e menos agressivas, ora repassando e buscando novas informações. A preocupação de estar em conformidade com os órgãos ambientais e o cumprimento adequado de técnicas de manejo rural resultou em benefícios tanto para proprietários quanto para o meio ambiente, preservando áreas naturais com maior biodiversidade e aumentando a produtividade.

Palavras-chave: Meio ambiente rural, manejo agropastoril, percepção ambiental.

 

 ______________________________________________________________________________________

 

EDUCAÇÃO AMBIENTAL, RESÍDUOS SÓLIDOS DE SAÚDE E TRABALHADORES DE SAÚDE: Uma análise a partir do cotidiano de uma instituição

Patrícia Aparecida Baumgratz de Paula

Orientadora: Profª. Mestre Rachel Zacarias

Resumo da Monografia submetida ao curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Educação Ambiental da Universidade Federal de Juiz de Fora, como parte dos requisitos necessários à obtenção do título de Especialista em Educação Ambiental.

Este trabalho, busca compreender a concepção que os trabalhadores de saúde têm em relação aos resíduos sólidos de saúde por eles produzidos. Com esse objetivo, discute-se alguns pressupostos inerentes ao lixo hospitalar, tais como o preconceito inerente ao lixo e ao lixo hospitalar, argumentando como esta visão preconceituosa influencia na gestão de tal resíduo. Também trabalha-se como a teoria microbiana, para a explicação da origem das doenças, exerce influência sobre o gerenciamento dos resíduos sólidos de saúde, colaborando para o aumento do preconceito em relação ao lixo hospitalar e estimulando a concepção de risco presente em um estabelecimento de saúde. Argumenta-se, ainda, sobre a questão do consumo e do desperdício na área de saúde, assim como, faz-se algumas reflexões sobre o destino do lixo hospitalar. Desse modo, procura-se salientar a relação existente entre saúde, meio ambiente e educação ambiental na sociedade contemporânea.

Palavras-chave: Educação Ambiental, Resíduos Sólidos de Saúde, Trabalhadores da Área de Saúde.

 

 ______________________________________________________________________________________

 

EDUCAÇÃO AMBIENTAL, UMA FERRAMENTA FACILITADORA NA APLICAÇÃO DO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DO TURISMO RECEPTIVO (PDTR), PROPOSTO PELO SEBRAE – SP: Estudo de caso do município de Bananal

Michelle Marie Cheminand e Paula

Suzana Santos Campos

Resumo da Monografia submetida ao Curso de Pós-Graduação Latu Sensu em Educação Ambiental da Universidade Federal de Juiz de Fora, como parte dos requisitos necessários à obtenção do título de Especialista em Educação Ambiental.

Este trabalho tem por objetivo apresentar o Programa de Desenvolvimento do Turimo Receptivo proposto pelo SEBRAE-SP realizado por meio do planejamento participativo integrado. Apresentaremos a necessidade de aplicação da Educação Ambiental e da sensibilização como estratégia de ação para se efetivar a participação pública e o fomento do turismo. Com o intuito de estabelecer uma relação entre estas duas áreas de conhecimento – Educação Ambiental e Turismo – analisaremos o caso do Município de Bananal / SP, onde a Educação Ambiental vem sendo aplicada como ferramenta facilitadora no PDTR.

Palavras-chave: planejamento, Educação Ambiental, sensibilização, participação pública, turismo.

 

 _____________________________________________________________________________________

 

EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA A SUSTENTABILIDADE TURÍSTICA

Mayra Gonzaga Grezele

Orientador: Prof Dr. Vicente Paulo do Santos Pinto

Resumo da Monografia submetida ao Curso de Pós-Graduação Latu Sensu em Educação Ambiental da Universidade Federal de Juiz de Fora, como parte dos requisitos necessários à obtenção do título de Especialidade em Educação Ambiental.

O fio condutor deste trabalho é a importância da Educação Ambiental para a construção de uma nova consciência propulsora do Desenvolvimento Sustentável do Turismo. O tema se desenvolverá a partir de uma explanação sobre as causas da discussão a respeito do Desenvolvimento Sustentável, analisando a crise ambiental vivida atualmente e suas implicações. A partir desse fato são analisadas as questões referentes aos conceitos da sustentabilidade no turismo e é levantada a importância da Educação Ambiental para o Desenvolvimento Sustentável e, principalmente, para o Desenvolvimento Sustentável do Turismo.

Palavras-chave: crise ambiental, desenvolvimento sustentável, turismo, educação ambiental.

 

 _____________________________________________________________________________________

 

MINERAÇÃO, SIDERURGIA E A QUESTÃO AMBIENTAL

Oldair de Assis Ferreira

Este trabalho tem como objetivo mostrar a importância dos setores produtivos, bem como o que acontece na mineração e siderurgia; e ainda, alertar a todos sobre os riscos ambientais a que a população está exposta. Esclarecemos que não somos contra ao setor produtivo, nem ao desenvolvimento, porém não podemos aceitar o discurso do desenvolvimento e crescimento a qualquer custo.

Palavras-chave: riscos ambientais; mineração e siderurgia; setor produtivo.

 

 _______________________________________________________________________________________

 

O ESPAÇO RURAL NA EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Jober Dias Nunes

Este trabalho inicia-se com uma caracterização do espaço rural e a possibilidade do seu uso nas ampliações dos benefícios dos pequenos e médios proprietários. A abordagem se faz no turismo rural associado a um programa de Educação Ambiental: este é um dos diferenciais dos sistemas de hospedagem. Uma retrospectiva histórica sobre o trabalho e os modos de produção é importante para que o homem do campo entenda sua atual situação. É necessário a consciência de que ao analisar as vantagens e o mercado, é fundamental discutir a estruturação do espaço rural numa perspectiva de sustentabilidade. No mesmo grau de importância, analisar o produto turístico e os pré-requisitos da equipe envolvida no turismo rural. A fixação da família no campo com condições dignas e qualidade de vida possibilita um forte relacionamento e amizade com os visitantes e assim, desenvolver de acordo com as orientações discutidas no trabalho e a legislação, um programa de Educação Ambiental. Este terá na observação das atividades e atitudes cotidianas, o ponto de partida para que o visitante conscientize-se, aproprie-se, assimile-as e as pratique, tendo como meta a sustentabilidade e a minimização de impactos ambientais.

Palavras-chave: sustentabilidade, educação, ambiente, turismo, visitantes, atrativos.

 

 ______________________________________________________________________________________

 

RESPONSABILIDADE SOCIAL DAS EMPRESAS

Márcia Regina Nogueira Soares

Orientadora: Profª. Rachel Zacarias

Resumo da Monografia submetida ao Curso de Pós-Graduação Latu Sensu em Educação Ambiental da Universidade Federal de Juiz de Fora, como parte dos requisitos necessários à obtenção do título de Especialista em Educação Ambiental.

No presente trabalho são abordados assuntos referentes ao movimento ambientalista e a trajetória desse movimento, ao longo dos anos, pela busca do Desenvolvimento Sustentável. Aponta o caminho percorrido pelas empresas para que pudessem se adequar a esse Desenvolvimento. Apresenta um estudo de caso sobre a Belgo-Juiz de Fora, relatando os seus projetos sociais e uma reflexão sobre os mesmos.

Palavras-chave: ambientalismo, desenvolvimento sustentável, sustentabilidade, responsabilidade social.

 

 _______________________________________________________________________________________

 

TENDÊNCIAS E CORRENTES DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL BRASILEIRA

Flavia Duarte Pires Gomes de Carvalho

Regina Lúcia Moraes dos Reis

Partindo de uma breve trajetória histórica do movimento ambientalista e suas repercussões no Brasil, empreenderemos na primeira parte de nossa pesquisa uma análise acerca da problemática definição do conceito de Educação Ambiental, os princípios teóricos que norteiam suas representações e as conseqüências político-ideológicas decorrentes destes. Considerando o desafio da Educação Ambiental em disputar legitimidade como um novo tipo de prática pedagógica orientada para o meio ambiente, buscaremos, num segundo momento, analisar as suas bases pedagógicas, divididas em dois pólos: as correntes tradicionais de ensino/aprendizagem e as modernas correntes pedagógicas que podem vir a apoiar uma Educação Ambiental realmente transformadora. Finalmente, compreendendo que o processo educacional está inserido num contexto mais amplo e histórico-cultural, do qual jamais poderá se desvincular, e que também cobra urgentemente mudanças estruturais de comportamento, analisaremos a Educação Ambiental como uma forma de protesto, em favor da construção de um novo paradigma, crítico e integrado aos processos amplos de construção de um ethos ecológico.

Palavras-chave: Educação Ambiental Brasileira, tendências e correntes.

 

_______________________________________________________________________________________

 

TRABALHANDO COM O CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA

Amanda Fabri de Resende

Essa monografia aborda o tema Modelagem Matemática. Nela relato a experiência que tive ao desenvolver propostas e pesquisas sobre o consumo de energia junto a uma turma de sétima série da escola estadual onde atuo.

Palavras-chave: Modelagem matemática; matemática contextualizada; aplicações da matemática.

 

 

                                                                   – Página Inicial -

 



Grupo de Educação Ambiental – UFJF