UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Albert Einstein

Você está em: Ciência: uma construção humana > Mentes Brilhantes > Albert Einstein

Albert Einstein **

Albert Einstein **

 

Por Pablo Rafael

Albert Einstein nasceu em Ulm, cidade ao sul da Alemanha, em 14 de março de 1879. Embora tenha demorado a começar a falar, o que aconteceu apenas aos 3 anos de idade, não é verdade que tenha sido um mau aluno. Quando jovem Albert ficou deslumbrado quando teve contato com dínamos e outras máquinas elétricas que eram usadas na fábrica de seu pai em Munich, cidade em que Einstein foi morar com apenas 1 ano de idade. Aos cinco anos seu pai lhe apresentou uma bússola, instrumento pelo qual ele havia ficado extremamente impressionado.

Ao contrário do que muitos contam Einstein teve ótima notas em Física e Matemática na escola secundária e apesar disso, não conseguiu a admissão no Instituto Politécnico Federal de Zurique em 1895; foi aceito apenas em 1896, e enquanto isso estudou na Escola Cantonal em Aarau, vindo a se graduar no ano de 1900.

Em 1901 foi nacionalizado como cidadão suíço e em 1902 foi contratado como examinador de 3ª classe na Repartição das Patentes de Berna. Em 1905 publicou quatro artigos em uma revista de grande prestígio científico, Annalen der Physik. No primeiro ele propôs o quanta de luz, no segundo ele trata sobre o movimento browniano, no o terceiro sobre a eletrodinâmica dos corpos em movimento em que introduz a Teoria da Relatividade Restrita e no último sobre uma importante consequência da teoria, a famosa equação que relaciona energia e massa, E=mc2.

Em 1909, veio a se tornar professor extraordinário de física teórica na Universidade de Zurique, e em 1911 tornou-se diretor do Instituto de Física Teórica na Universidade alemã de Praga. Entre 1914 e 1933 aceitou o convite de Max Planck para lecionar na Universidade de Berlim. O ano de 1919 foi marcado por um fenômeno que veio a confirmar sua Teoria da Relatividade, as medidas do encurvamento da luz do Sol durante um eclipse solar. Apesar de hoje ser muito conhecido devido a sua interpretação da Teoria da Relatividade Restrita, em 1922 recebeu o Prêmio Nobel pelo seu trabalho sobre o efeito fotoelétrico. Em 1933 devido ao nazismo teve que deixar a Alemanha para sempre e em 1940, além da cidadania suíça tornou-se um cidadão americano.

Logo após a construção de sua Teoria da Relatividade Restrita, Einstein veio a modificá-la introduzindo uma “constante cosmológica” com a justificativa de que assim removeria os últimos vestígios de espaço e movimento absolutos. Ao introduzir essa constante, ele propõe um modelo estático para o Universo, teoria que veio a ser desbancada com a descoberta da expansão do Universo através dos trabalhos de Friedmann e Lemaître e ainda com as observações de E. Hubble.

Outros importantes trabalhos de Albert Einstein são:  a teoria da radiação divulgada em 1917 onde prevê que a luz ao passar por uma substância estimula a emissão de mais luz, sendo que essa teoria serviu de base para a construção do moderno laser. Outra teoria, divulgada em 1925, é conhecida como a estatística de Bose-Einstein, que serve de base nos estudos sobre bósons (partículas subatômicas).

É Importante observar que na época em que Einstein publicou seu trabalho sobre o efeito fotoelétrico os físicos estavam em uma importante indagação sobre a natureza da luz – onda ou partícula – e ainda a existência ou não do Éter – meio pelo qual os físicos acreditavam que a luz poderia se propagar ao invés de espaço vazio – nessa época, a física vinha sofrendo uma grande transformação onde a teoria newtoniana tinha ainda muita influência, mas apesar disso as teorias de Einstein e outros, fez surgir um novo e importante ramo da Física, a Física Moderna, responsável por grandes tecnologias dos dias atuais.

Einstein veio a falecer em 1955 devido a um aneurisma diagnosticado em 1948, deixando inacabado um projeto sobre uma teoria unificada da gravitação e do eletromagnetismo.

Referências

ROSA, Carlos Augusto de Proença. História da ciência: o pensamento científico e a ciência no século XIX / Carlos  Augusto de Proença. ─ 2. ed. ─ Brasília : FUNAG, 2012.

ROCHA, José Fernando. Origens e Evolução das ideias da Física. ─ 1. ed. ─ UFBA, 2002.

Crawford, Paulo. Albert Einstein: uma biografia muito breve.

Barcelos, Jorge. ALBERT EINSTEIN: História e pensamento político. Caderno de História Memorial do RS.

Einstein, Albert, 1879-1955. Como vejo o mundo / Albert Einstein; tradução de H. P. de Andrade. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1981.

**Disponível em: <http://4.bp.blogspot.com/_IfHKdZwDktA/TCBW2TTYlgI/AAAAAAAABf4/AxjrnUu_4qY/s1600/Albert+Einstein++Picture.bmp>. Acesso em: 31 jan. 2014.

 

 

 

Voltar

Compartilhe:

    Projeto Física e Cidadania


    Acessos desde 02/04/2013: 425,304