UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Organograma/FAU

Você está em: Estrutura organizacional > Organograma/FAU

O primeiro organograma da FAU é de 2014. Em fevereiro de 2017, o Conselho de Unidade propõe alterá-lo. Na  Congregação da FAU, de maio de 2017, foi aprovada a forma atual (ver figura). 

Aprovado em 18 de maio de 2017

Figura – Organograma da FAU.

Pelo desenho há, na faculdade, três grandes grupos de ações: (a) administrativas, (b) prestação de serviços e (c) produção. O último grupo se sub-dividade em: (c1) pesquisa, (c2) extensão e (c3) atividades internas de desenvolvimento da produção.

No grupo “A”, observa-se a hierarquia tradicional da universidade, que apresenta no topo a Congregação e, sequencialmente, o Conselho de Unidade, a Direção e os Departamentos (DPHT e DPRT).

No grupo “B”, estão os cursos de graduação e pós-graduação. Atualmente a FAU apenas oferta o Curso de Graduação em Arquitetura e Urbanismo e, cooperativamente com a Faculdade de Engenharia, participa da Pós-Graduação Stricto Sensu / Mestrado em Ambiente Construído. O curso de graduação está credenciado e aprovado no MEC. A pós-graduação faz parte dos cursos autorizados pela CAPES,  na grande área de avaliação de Arquitetura, Urbanismo e Design.

No grupo C, se tem uma subdivisão estratégica em função da natureza dos trabalhos acadêmicos e universitários. Para os grupos “C1″ e “C2″, foram desenhados os blocos associados à P&D da FAU, respectivamente, Núcleos/ Grupos de Pesquisas e Atividades de extensão e outras de interesse da FAU. No grupo “C3″, o foco são os laboratórios e atividades técnicas que, dado serem de interesse amplo da coletividade da faculdade, tanto nos cursos de graduação, quanto nas atividades de pesquisas e extensões acadêmicas, ficam separados e em um contexto próprio para suporte e desenvolvimento de atividades internas.

Por fim, há o  suporte aos três grupos que são as secretarias, as comissões, os órgãos institucionais (Núcleo Docente Estruturante – NDE, colegiados e o Conselho Científico) e o denomidado quadro “Lato Sensu”. Cabe informar que, dado a natureza intermitente dos cursos Lato Sensu, bem como a volatilidade de sua estrutura e composição, optou-se, então, por trabalhar um contexto específico em relação aos demais itens.