UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Corpo Docente

Você está em: Corpo Docente

Departamento de Fundamentos, Teorias e Contextos (FCT):

Profa. DraCláudia Regina Lahni (40hs – DE)

Fez pós-doutorado (2014) em Comunicação na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), doutorado (2005) e mestrado (1999) em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (USP); especialização em Jornalismo (1996) pela Faculdade Cásper Líbero e graduação em Jornalismo (1990) pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas. É Professora Associada II da Faculdade de Comunicação (Facom) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). É membro da CPPD-UFJF (Comissão Permanente de Pessoal Docente). Participa do Grupo de Pesquisa Comunicação para a Cidadania da Intercom (do qual foi coordenadora em 2011-2012) e participa do Grupo de Pesquisa Geografias da Comunicação (PPGCOM-UERJ-CNPq). É vice-líder do Flores Raras – Grupo de Estudos e Pesquisas Educação, Comunicação e Feminismos (FACED-UFJF-CNPq). Feminista, tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Jornalismo Comunitário e Ensino de Jornalismo, atuando principalmente nos seguintes temas: comunicação para a cidadania, comunicação comunitária, comunicação e relações de gênero, educomunicação, comunicação e educação, rádio comunitária, imprensa sindical, participação e cidadania. 
Plano Individual de Trabalho
Semana Padrão

 

Prof. Dr. Francisco José Paoliello Pimenta (40hs – DE)

Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1981), mestrado e doutorado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1987/CAPES E FAPESP e 1993/FAPESP), com parte da pesquisa de doutorado financiada pelo CNPq na Tisch School of the Arts da New York University (1991). Pós-doutorado em Ciências da Comunicação pela Unisinos (2011/CAPES Procad). Foi jornalista dos Diários Associados, Revista Manchete, Agência Estado, Jornal da Tarde (OESP) e tradutor. É Professor Titular e Tutor do Grupo PET/SESu da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora, onde foi o Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Comunicação (2006 a 2010). Atua no PPGCom na área de Semiótica e Epistemologia da Comunicação, pesquisando ambientes imersivos e redes sociais como bases para a disseminação de mudanças no pensamento e nos processos comunicacionais. Foi Vice-Coordenador (2009-2010) e Coordenador (2011-2012) do GT Epistemologias da Comunicação da Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Comunicação – Compós e é Consultor ad hoc dos Comitês Assessores das Áreas Interdisciplinar e de Ciências Sociais Aplicadas da CAPES.
Plano Individual de Trabalho
Semana Padrão

 

Profa. Dra. Gabriela Borges Martins Caravela (40hs – DE)

Graduada em Publicidade e Propaganda pela Universidade Federal de Minas Gerais (1993), mestre (1997) e doutora em Comunicação e Semiótica (2004) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Realizou estágios de pesquisa na Universidade Autónoma de Barcelona (1996) e na University of Dublin Trinity College (2000-2002). Realizou pós-doutoramento sobre a televisão pública de qualidade no CIAC da Universidade do Algarve em Portugal (2005-2008), onde atuou como pesquisadora e professora do Mestrado e Doutorado em Comunicação Cultura e Artes e do Doutorado em Media Arte Digital (2005-2012). Atualmente é professora adjunta na Universidade Federal de Juiz de Fora e atua como professora permanente no PPGCOM. Participa da Rede Euroamericana de Alfabetização Mediática ALFAMED, sendo coordenadora da equipe brasileira composta por UFSC, UF, UNB, UFTM e UEPG. Publicou os livros Qualidade na TV pública portuguesa. Ana´lsie dos programas do Canal 2: (2014), A poética televisual de Samuel Beckett (2009), organizou a coletânea Nas margens. Ensaios sobre teatro, cinema e meios digitais (2010) e co-organizou os livros Estudos Televisivos: Diálogos Brasil_Portugal (2011), Televisão: formas audiovisuais de ficção e de documentário Vol I (2011) e Vol II (2012) e Discursos e Práticas de Qualidade na TV (2008). Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Estudos Audiovisuais e Novas Mídias, atuando principalmente nos seguintes temas: Televisão, Literacia Midiática, Cinema, Artes e Mídias, Serviço Público de Televisão e Dramaturgia de Samuel Beckett.
Plano Individual de Trabalho
Semana Padrão

 

Profa. Dra. Márcia Cristina Vieira Falabella (40hs – DE)

Possui graduação em Faculdade de Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1988), mestrado em Letras pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1993), doutorado em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003) e Pós-Doutorado em Estudos Teatrais na Université Paris 3 – Sorbonne Nouvelle (2008). Atualmente é professora associada do Departamento de Comunicação e Artes da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora. Dedica-se aos seguintes temas: comunicação, espetáculo teatral, atuação dramática, identidade cultural e espetáculo. É membro do Centro de Estudos Teatrais – Grupo Divulgação desde 1986, contabilizando participação como atriz em mais de 50 espetáculos (para público adulto e infantil) produzidos pela companhia.

Plano Individual de Trabalho

Semana Padrão

 

Prof. Dr. Marco Antônio de Carvalho Bonetti (20hs)

Possui graduação em Jornalismo (1986), mestrado em Comunicação e Semiótica (1998) e doutorado em Comunicação e Semiótica (2001), todos os títulos obtidos na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Pós-doutorado pelo Programa Avançado de Cultura Contemporânea (PACC) da UFRJ (2015). Atualmente é professor da Escola Superior de Propaganda e Marketing Rj e professor adjunto II da Universidade Federal de Juiz de Fora. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Semiótica, Teoria da Imagem e Filosofia, atuando principalmente nos seguintes temas: comunicação, cinema, edição, jornalismo, e novas tecnologias. Traduziu o livro Cinema como Arte, do teórico alemão Rudolf Arnheim em 2012.

 

Profa. Dra. Marise Pimentel Mendes (40hs – DE)

Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1989), mestrado em Letras pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1995) e doutorado em Letras (Ciência da Literatura) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2002). Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal de Juiz de Fora. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura e Outras Práticas Semióticas, atuando principalmente nos seguintes temas: espetáculo teatral, atuação dramática, comunicação, teatro universitário e publicidade.
Plano Individual de Trabalho
Semana Padrão

 

Prof. Dr. Paulo Roberto Figueira Leal (40hs – DE)

Graduado em Jornalismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1991), com mestrado em Ciência Política (Ciência Política e Sociologia) pelo Iuperj (1997) e doutorado em Ciência Política (Ciência Política e Sociologia) pelo Iuperj (2003). Professor associado da Universidade Federal de Juiz de Fora, lecionando na graduação e no Mestrado em Comunicação da Facom-UFJF. Tem experiência nas áreas de Comunicação e de Política, atuando principalmente nos seguintes temas: partidos, eleições e campanhas eleitorais; mídia, ideologia e reflexos identitários; comunicação política; jornalismo político; história da comunicação.
Plano Individual de Trabalho
Semana Padrão

 

Prof. Dr. Potiguara M. da Silveira Jr. (40hs – DE)

Professor Titular da Faculdade de Comunicação e do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora / UFJF. Pós-doutorado pela Universidade Nova de Lisboa (Centro de Estudos de Comunicação e Linguagem / UNL) (2006); doutorado (1992) e mestrado (1983) em comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO / UFRJ); graduação em comunicação pela Universidade Estácio de Sá (1976). Formação em psicanálise (Colégio Freudiano / NovaMente / RJ) (1975-). Estudo e ensino sobre: teoria da comunicação, cultura, estética, tecnologia e psicanálise. Atualmente, pesquisa sobre “Comunicação, Estética e Psicanálise”. Co-editor de “Lumina: Revista do PPGCOM/UFJF” e de ?Questões Transversais: Revista de Epistemologia da Comunicação?. Integrou o projeto “Crítica Epistemológica: análise de investigações em curso, com base em critérios epistemológicos, para desenvolvimentos reflexivos e praxiológicos na pesquisa em Comunicação? (CAPES / PROCAD / 2008-2012: Unisinos, UFJF e UFG). Participa de dois grupos de pesquisa (CNPq): co-líder do “ETC – Estudos Transitivos do Contemporâneo” e membro do “Redes sociais, ambientes imersivos e linguagem”.
Plano Individual de Trabalho

Semana Padrão

 

Profa. Dra. Soraya Maria Ferreira Vieira (40hs – DE)
Afastada para pós-doutorado até setembro de 2017, conforme portaria 276 de 13 de março de 2017.

Comunicadora Social formada na Universidade Federal de Juiz de Fora (1985).Atuou na área como jornalista em diferentes meios, assessora de imprensa em diferentes órgãos em juiz de Fora/MG e em São Paulo/SP .Fez mestrado e doutorado na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo PUC-SP no Programa de Pós Graduação em Comunicação e Semiótica. Atuou como professora de pós-graduação lato e strito-sensu da Pós-Graduação da Faculdade Cásper Líbero. Docente e coordenadora do Curso de Comunicação Social da Universidade Federal de Viçosa,UFV.. Hoje é professora associada da Universidade Federal de Juiz de Fora UFJF na Faculdade de Comunicação – FACOM. É docente permanente do programa de pós-graduação comunicação e Sociedade. Faz parte do grupo de Pesquisa Redes, Linguagens e Ambientes Imersivos e integra a. Rede iberoamericana Alfamed . Suas pesquisas dizem respeito a televisão, a linguagem audiovisual, as redes sociais digitais, a transmidia, a segunda tela, a semiótica, a tecnologia e convergência de mídia e a reconfiguração estética das mídias. Faz pós-doutoramento na PUC-SP – TIDD – Tecnologias da Inteligência e do Design Digital.

 

Profa. Dra. Teresa Cristina da Costa Neves (40hs – DE)

Possui doutorado em Estudos Literários pela Universidade Federal de Juiz de Fora, mestrado em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora. É professora associada do Departamento de Fundamentos, Teorias e Contextos da Faculdade de Comunicação da UFJF. Tem experiência nas áreas de Comunicação, Jornalismo e Literatura, atuando principalmente nos seguintes temas: riso e tragicidade, memória e esquecimento, ficção e narrativa.
Plano Individual de Trabalho

Semana Padrão

 

Prof. Dr. Wedencley Alves Santana (40hs – DE)

É professor Adjunto III (DE) da Facom-UFJF e de seu programa de pós-graduação strito sensu, onde integra a linha Comunicação e Poder. Com pós-doutorado pela EHESS (Paris), possui doutorado em Linguística (UNICAMP, 2007) e mestrado em Comunicação pela UFF (2002). Coordena o grupo SENSUS – Discursos em Comunicação e Saúde, certificado pela instituição. Participa desde 2007, do grupo EPOS (IMS-Uerj), que se dedica a questões sobre patologização e criminalização da juventude. Trabalha prioritariamente com I) “Comunicação, Saúde e Sociedade”, numa perspectiva discursiva, e cujos subtemas de interesse são: 1. Políticas públicas de saúde, comunicação e discursos 2. Configurações discursivas na mídia sobre “saúde” e “doença” 3. Mídia, sensibilidades e sentidos de mal estar “psíquico” e “social” 4. A imprensa como espaço discursivo de disputas institucionais e de saberes na saúde 5. Sentidos e sem-sentidos sobre “sexualidade” em sociedades mediadas 6. Sujeito, corpo, espaço em cenários discursivos E II) “Pesquisas em metodologia de Análise do Discurso (Pêcheux-Orlandi)”

 

Departamento de Técnicas Profissionais e Conteúdos Estratégicos (TCE):

Prof. Dr. Bruno Fuser (40hs – DE)

Possui graduação em Jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo – ECA/USP (1981), mestrado em Ciências da Comunicação (1992) e doutorado (1998) também em Ciências da Comunicação pela mesma instituição. Realizou pós-doutorado em 2005-2006 na Universidade Autônoma de Barcelona, com bolsa PDE do CNPq. De 1988 a 2006 foi docente da PUC-Campinas. Desde 2006 é professor efetivo (professor associado, dedicação exclusiva, 40H) da Universidade Federal de Juiz de Fora, onde atua na Faculdade de Comunicação. É também, desde 2002, avaliador do SINAES/INEP/Ministério da Educação, tendo realizado desde então mais de 30 avaliações de cursos da área da Comunicação Social. Tem experiência em pós-graduação (mestrado) nas áreas de Ciências da Comunicação e Ciência da Informação, dedicando-se principalmente aos seguintes temas: comunicação comunitária; novas tecnologias e sociabilidade; ação cultural; comunicação e política; políticas culturais; teoria e ética do jornalismo; informação e exclusão digital. Coordenou o Núcleo de Pesquisa Comunicação para a Cidadania, da Intercom (2007-2008). É líder do grupo de pesquisa Processos Comunicacionais, Educação e Cultura, da UFJF. Coordenou o projeto Comunicação, Memória e Ação Cultural, com o apoio da Fapemig para o período 2008-2010, e recebeu novo financiamento da mesma agência para o período 2010-2012, através do Programa Pesquisador Mineiro. Coordenou também outros projetos, como Conecta – Comunicação, Cultura e Sociedade em Rede e Comunicação e Recepção Televisiva: Análise do Fluxo Televisivo em Comunidades Ribeirinhas das Reservas de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá e Amanã, AM. Este último contou com apoio do CNPq (Edital MCT/CNPq 02/2009 – Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas), em 2009-2011. Realizou no 1º semestre de 2011 estágio pós-doutoral na Universidade de Guadalajara, sob tutoria de Guillermo Orozco Gómez. Atualmente dedica-se à pesquisa Chiador: Jornalismo Comunitário, História e Ação Cultural, que obteve financiamento da Fapemig para o período 2014-2016. É autor de vários livros, entre eles Nove Histórias Mineiras (Ed. Juizforana, 2012).
Plano Individual de Trabalho
Semana Padrão

 

Prof. Dr. Carlos Pernisa Jr. (40hs – DE)

Possui graduação em Comunicação Social Jornalismo pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1990), mestrado em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1995) e doutorado em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000). Atualmente é professor permanente da Universidade Federal de Juiz de Fora e professor titular da Universidade Federal de Juiz de Fora. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Tecnologias da Informação e da Comunicação, atuando principalmente nos seguintes temas: comunicação, cinema, jornalismo, tecnologias da informação e da comunicação e imagem.

 

Profa. Dra. Christina Ferraz Musse (40hs – DE)

Possui mestrado (2001) e doutorado em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2006). É professora do Curso de Jornalismo da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), onde exerce o cargo de Chefe do Departamento de Práticas Profissionais e Conteúdos Estratégicos. É membro permanente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFJF, onde é vice-coordenadora do PPGCOM-UFJF. Professora visitante da Universidade de Paris VIII, Saint-Denis, na França, onde ministrou aulas, participou de Seminários e atuou juntos aos professores Anne-Marie Autissier e Alain Sinou, do Instituto de Estudos Europeus, em março de 2015. É autora dos livros: “Imprensa, cultura e imaginário urbano: exercício de memória sobre os anos 60/70 em Juiz de Fora” (2007) e “Memórias possíveis: personagens da televisão em Juiz de Fora” (com a colaboração de Cristiano José Rodrigues) (2011). É co-autora do livro “Memórias do cineclubismo: a trajetória do CEC – Centro de Estudos Cinematográficos de Juiz de Fora” (de autoria de Haydêe Sant’Ana Arantes) (2014). Foi editora-chefe da revista “A3″ de Jornalismo Científico e Cultural (2011/2014). Atualmente, é membro do Conselho Editorial desta publicação, como também integra do Conselho Editorial da “Revista Brasileira de História da Mídia”. É líder do grupo de pesquisa COMUNICAÇÃO,CIDADE, MEMÓRIA/CNPq do PPGCOM/UFJF. É coordenadora do GP de Telejornalismo da INTERCOM. É ex-coordenadora e participa do GP de História da Mídia Audiovisual e Visual da Rede Alcar – Associação Brasileira dos Pesquisadores em História da Mídia. Faz parte da Rede Telejor, de Pesquisadores em Telejornalismo, dentro da Sociedade Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPjor). Na área administrativa, respondeu pela Secretaria de Comunicação da UFJF, nos períodos de 1994/1998; 1998/2002 (secretaria de comunicação do gabinete do reitor) e 2010/2014. É coordenadora do projeto de extensão “Memórias do golpe: os depoimentos da CMV-JF disponíveis ao público”. É coordenadora dos projetos de pesquisa: “Cidade e memória: a configuração do espaço urbano pelas narrativas audiovisuais”; “Memórias da imprensa de Juiz de Fora”; e “Memórias Possíveis”, este último, desenvolvido pelo grupo de pesquisa do qual é líder, em parceria com o Museu de Arte Murilo Mendes da UFJF. Foi coordenadora do projeto de pesquisa ” Televisão e imaginário urbano: as narrativas da cidade no espaço dos telejornais”, financiado pela Fapemig. Participou do projeto de extensão em interface com a pesquisa “Comunicação para a cidadania: tecnologias, identidade e ação comunitária”, financiado pela Fapemig, e que fez parte do programa “UFJF – Território de Oportunidades”. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Videodifusão, atuando principalmente nos seguintes temas: comunicação, globalização, cultura, memória, cidade, identidade e televisão. Foi apresentadora do programa semanal “Panorama Entrevista”, veiculado pela TV Panorama, hoje, TV Integração, emissora afiliada à Rede Globo de Televisão, de novembro de 2005 a dezembro de 2009. Na emissora, foi responsável pelo projeto “Curso de Treinamento Básico em Telejornalismo”, que capacitou dezenas de estudantes da UFJF, nas áreas de produção, reportagem, edição e apresentação de TV. Foi produtora e repórter de televisão de 1981 a 1994, na antiga TV Globo de Juiz de Fora. No período de 2005 a 2009, foi apresentadora do programa semanal “Panorama Entrevista”.

Plano Individual de Trabalho

Semana Padrão

 

Profa. Dra. Cláudia Rodrigues Castro (20hs)

Possui graduação em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1991). Concluiu o mestrado em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro no ano de 2000. Em 2016 se tornou Doutora em Educação. Atualmente é professora da Universidade Federal de Juiz de Fora e prestadora de serviços ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP/MEC). Tem experiência na área de Comunicação, tendo atuado em assessoria de imprensa e jornalismo impresso, linguagem de rádio e tv. Tem pesquisado principalmente os seguintes temas: educação, jornalismo impresso, políticas públicas de Educação Ambiental e Paulo Freire. É pesquisadora em dois grupos de pesquisa: ‘Educação Ambiental: políticas e práticas’ e ‘Processos comunicacionais, educação e cultura’.

 

 

Profa. Dra. Iluska Maria da Silva Coutinho (40hs – DE)

Professora associada da Universidade Federal de Juiz de Fora é jornalista formada pela Universidade Federal do Espírito Santo (1993), mestre em Comunicação e Cultura pela Universidade de Brasília (1999) e doutora em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo (2003), com estágio doutoral na Columbia University (NY). Pós-doutora em Comunicação (Universidade Nova de Lisboa), coordena o grupo de pesquisa Laboratório Jornalismo e Narrativas Audiovisuais vinculado à Faculdade de Comunicação da UFJF. Na instituição integra o Comitê Assessor de Pesquisa na área de Ciências Sociais Aplicadas e o Comitê de Ética em Pesquisa em Humanos. Já atuou como coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFJF (2010-2012) e dos cursos de especialização em “Arte, Cultura Visual e Comunicação” (2005-2007); “Televisão, Cinema e Mídias Digitais” (2007-2012) e “Jornalismo Multiplataforma” (2013-2014) e como coordenadora de Pós-Graduação da UFJF (2015-2016). Atualmente é Diretora Científica da Intercom e integra a Rede de Pesquisadores de Telejornalismo (Telejor), que reúne investigadores de diversos programas de pós-graduação na área. Desenvolve pesquisas sobre Narrativa, Jornalismo e Emissoras Públicas, com financiamento da Fapemig e do CNPq. Bolsista produtividade em pesquisa, PQ2.

Plano Individual de Trabalho

Semana Padrão

 

Prof. Dr. Jorge Carlos Felz Ferreira (40 hs – DE)

Doutor em Comunicação na Universidade Federal Fluminense (UFF), com defesa de tese acerca do fotojornalismo de guerra em 25 de Abril de 2013. Possui graduação em Comunicação Social/ Jornalismo pela Universidade Federal do Espírito Santo (1991) e mestrado em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo (2005) na área de Fotojornalismo e Web. É professor adjunto do Departamento de Comunicação e Artes da Faculdade de Comunicação da UFJF. Atuou no mercado como fotógrafo profissional e assessor de comunicação. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Jornalismo, atuando principalmente nos seguintes temas: Fotojornalismo, Edição jornalística, Imagem, Fotografia e Webjornalismo. Atualmente é diretor da Faculdade de Comunicação da UFJF.

Plano Individual de Trabalho

Semana Padrão

 

Prof. Esp. Kleber Ramos de Queiroz (40hs – DE)
Cedido pela portaria 990, de 16 de setembro de 2015 à Superintendência do Hospital Universitário – HU/UFJF/EBSERH

 

Profa. Mestre Leticia Barbosa Torres Americano (40hs – DE)
Afastada para cursar doutorado até agosto/2019 conforme portaria 862 de 5 de agosto de 2015.

Professora Assistente II da Universidade Federal de Juiz de Fora. Possui graduação em Comunicação Social, habilitação Jornalismo, pela Universidade Federal de Juiz de Fora e mestrado em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Doutoranda no Centro de Investigação de Artes e Comunicação, da Universidade do Algarve. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Assessoria de Comunicação, atuando principalmente nos seguintes temas: publicidade e propaganda, planejamento de campanha, fotografia, comunicação organizacional e jornalismo. Integra o grupo de pesquisa Redes, Ambientes Imersivos e Linguagens, em que desenvolve projetos de pesquisa, extensão e treinamento profissional na área de Literacia Midiática.

 

 

Prof. Mestre Ricardo Bedendo (20hs)

Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1996), especialização em Processos Estratégicos e Novas Tecnologias (2002), e mestrado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2008). Atualmente é professor do departamento de Técnicas Profissionais e Conteúdos Estratégicos da Faculdade de Comunicação Social da UFJF e pesquisador do Núcleo em Comunicação, Esporte e Cultura, da mesma instituição. Atua principalmente nos seguintes temas: comunicação, com ênfase em rádio, TV, tecnologia digital, jornalismo esportivo e de segurança pública e assessoria de comunicação.

 

Prof. Mestre Rodrigo Fonseca Barbosa (40hs – DE)
Afastado para cursar doutorado até abril de 2020, conforme portaria 488 de 06 de maio de 2016.

Sou jornalista. Me formei na Universidade Federal de Juiz de Fora, em 1983. Sou professor da Faculdade de Comunicação da UFJF, desde 1987, mestre em Literatura Brasileira pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora (CES-JF) e doutorando em Estudos de Literatura pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Minha vivência profissional percorreu caminhos da atuação acadêmica, do jornalismo diário, da gestão em comunicação (nas áreas pública e privada) e da criação artística. No jornal Folha de S. Paulo, fui repórter especial de Política e Chefe de Reportagem. No campo da Comunicação Institucional Pública, fui, por duas vezes, Secretário Municipal de Comunicação Social da Prefeitura de Juiz de Fora e Diretor de Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), entre 2007 e 2008 e entre 2014 e 2015. Na área da Comunicação Empresarial, fui Gerente de Comunicação da MRS Logística, empresa de transporte ferroviário de cargas. Na Faculdade de Comunicação da UFJF ministro disciplinas nas áreas de jornalismo impresso e comunicação organizacional. Fui Superintendente da Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (FUNALFA), órgão da Prefeitura de Juiz de Fora responsável pelas políticas culturais do município. Publiquei em 2012, pela Editora Record, meu primeiro romance: ?O homem que não sabia contar histórias?, finalista do Prêmio São Paulo de Literatura 2013. Como compositor, tenho músicas gravadas, entre outros, por Milton Nascimento e Zé Renato.

 

Departamento de Métodos Aplicados e Práticas Laboratoriais (MAP):

Prof. Mestre Álvaro Eduardo Trigueiro Americano (40hs – DE)
Afastado para cursar doutorado até agosto/2019, conforme portaria 860 de 5 de agosto de 2015.

Possui mestrado em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de Juiz de Fora e chefe do departamento de Televisão e Rádio. Tem experiência na área de Rádio e Tv, com ênfase em radiojornalismo e telejornalismo. Experiência em Assessoria de Comunicação e utilização de ferramentas de comunicação para educação.

 

 

Prof. Dr. Boanerges Balbino Lopes Filho (40hs – DE)

Jornalista e Professor. Pós-Doutorado em Jornalismo pelo Programa PNPD/CAPES/UEPG (2014), Mestre em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo (1997) e Doutor em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001). Chefe do departamento de Jornalismo no período de 2010 a 2014, Coordenador do curso de especialização em Comunicação Empresarial da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF-MG) desde 2006, Diretor do Fórum Nacional de Professores de Jornalismo – FNPJ, professor associado IV e integrante do Programa de Pós-Graduação (Mestrado) em Comunicação Social da Universidade Federal de Juiz de Fora. Autor de livros e Editor do site www.cemp.jor.br. Orientador de projetos de pesquisa com ênfase nos discursos e nas metáforas organizacionais, na complexidade, nos processos sistêmicos, nos movimentos transdisciplinares, nas iniciativas de crítica de mídia e mídia-educação e nas ferramentas aplicadas à comunicação empresarial. Experiência profissional na área de Comunicação Social, com ênfase em Jornalismo Impresso e Especializado (Empresarial, Organizacional, Científico), atuando principalmente nas seguintes áreas: comunicação e educação, comunicação organizacional e empresarial – jornalismo impresso – assessoria de imprensa e de comunicação, e educação corporativa.

 

 

Profa. Dra. Cláudia de Albuquerque Thomé (40hs – DE)

Professora da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora (Facom-UFJF) e do Programa de Pós-graduação em Comunicação da UFJF, é líder do Grupo de Pesquisa/CNPq Mídia e Literatura e integra a Rede de Pesquisadores de Telejornalismo (Rede Telejor). Jornalista graduada pela Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (1995) e mestre em Comunicação e Cultura também pela ECO/UFRJ (2005), é doutora em Ciência da Literatura (Teoria Literária) pela Faculdade de Letras da UFRJ (2012). Autora do livro “Literatura de ouvido: crônicas do cotidiano pelas ondas do rádio”(2015), tem como principal foco de pesquisa o estudo da narrativa, sobretudo da crônica, na interação do jornalismo com produções ficcionais. Tem experiência em reportagem de TV, rádio e jornal, em assessoria de comunicação e em edição de suplemento. Trabalhou como repórter e produtora em rádio e atuou como repórter especial em jornais impressos do Rio de Janeiro, com ênfase na cobertura política. 

Plano Individual de Trabalho

Semana Padrão

 

Prof. Dr. Cristiano José Rodrigues (40hs – DE)

Desde 1998 é professor titular da Faculdade de Comunicação Social da Universidade Federal de Juiz de Fora/UFJF. Atua como diretor de televisão e produtor de filmes documentários. Investiga em sua produção acadêmica a criação de conteúdo audiovisual, principalmente a fronteira do documentário com as artes e a educação. Tem se dedicado a pesquisas em cinema e educação e formação de professores. Graduado em Comunicação Social (Radialismo) pela UFJF(1993) com Mestrado em Multimeios pela UNICAMP (2005) e Doutorado em Educação pelo PPGE -/UFJF(2015) com participação no PDSE ( Programa de Doutorado Sanduiche ) da CAPES na Universidade de Barcelona/ UB (2013).

Plano Individual de Trabalho

Semana Padrão

Prof. Mestre Eduardo Sérgio Leão de Souza (40hs – DE)

Bacharel em Comunicação Social e mestre em Educação pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2000). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Tecnologia Educacional, atuando principalmente nas seguintes áreas:: educação e cultura, tecnologia, imagem, educação a distância – a imagem como recurso de ensino e aprendizagem. Especialista em Marketing- (1993). Projetos em Educação a Distância -EAD.

 

 

Profa. Dra. Erika Savernini Lopes (40hs – DE)

Professora Adjunto II, da FACOM/UFJF. Doutora e mestre em Artes Visuais – Cinema (EBA/UFMG), bacharel em Rádio e TV (UFMG). Aperfeiçoou-se em roteirização audiovisual. Desde 1999, ministrou disciplinas práticas e teóricas de Cinema e Vídeo, Rádio, Fotografia e Produção audivisual, metodologia de pesquisa para elaboração de projeto de monografia, além de orientar monografias finais de curso de graduação e especialização – EBA/UFMG, UNIBH, Faculdades Promove e UNIPAC-Barbacena. Foi assistente da coordenação do Cineclube UFMG, desde sua pré-estreia (durante a SBPC, 1996) até 2006. Junto à Rede Globo Minas fez co-roteirização e assistência de produção do programa Festival Canta Minas (1994-1995). Integrou a equipe de implantação da programação da TV Campos das Vertentes / Barbacena, dirigindo os programas Ponto de Vista e Primeira Classe (2001). Co-roteirizou e fez assistência de direção do vídeo Retrato de um Século em Movimento – produzido e exibido pela Globo Minas (1995). Roteirizou e dirigiu o vídeo Anjos de Rua (selecionado para a Mostra de Vídeo do MIS – Museu de Imagem e Som de São Paulo). Roteirizou o institucional do ICMG, contratada pelo SSV. Foi bolsista de aperfeiçoamento do CNPq junto ao midia@rte na pesquisa Estratégias metodológicas para o ensino na arte na área de Imagem e Som. Atualmente é coordenadora do Cineclube Lumière e cia (projeto de extensão da UFJF). Coordenadora do projeto de Extensão em interface com a pesquisa Formação do pensamento cinematográfico: o cineclubismo como forma de atuação no âmbito da Educomunicação (FAPEMIG – fev.2014/fev.2016). Professora colaboradora do programa de Mestrado em Comunicação da UFJF, na linha Estética, Redes e Linguagens. Desenvolve a pesquisa “Cinema e a língua escrita da realidade: diálogos contemporâneos com Pier Paolo Pasolini”, com auxílio financeiro do CNPq (nov.14 a nov.17). É lider do grupo de pesquisa Estética e pensamento cinematográfico e pesquisadora do grupo de pesquisa midia@rte (EBA/UFMG). Coordenadora da coleção de livros midia@rte / Editora UFMG.É autora do livro Índices de um cinema de poesia: Pier Paolo Pasolini, Luis Buñuel e Krzysztof Kieslowski, e co-editora do livro Reflexões sobre a montagem cinematográfica (de autoria do professor e montador Eduardo Leone – ECA-USP).

Plano Individual de Trabalho

Semana Padrão

 

Profa. Dra. Janaína de Oliveira Nunes (40hs – DE)

Doutora em Educação pelo PPGE/UFJF, mestre em Comunicação e Sociedade pelo PPGCom/UFJF e graduada em jornalismo. Professora do Departamento de Métodos Aplicados e Práticas Laboratoriais da Faculdade de Comunicação Social da UFJF. Professora e vice-coordenadora do Curso de Especialização Mídias na Educação (FACED/UFJF). Possui especialização em Moda, Cultura de Moda e Arte (2009) e também em Arte, Cultura Visual e Comunicação (2006), ambos pelos Instituto de Artes e Design da UFJF. Foi bolsista de iniciação científica pelo Programa de Educação Tutorial (PET) durante o período de graduação (2001-2004) na UFJF. Atuou como repórter da editoria de cultura do jornal Tribuna de Minas (Juiz de Fora) entre 2005 e 2009. Foi professora e coordenadora do curso de Comunicação Social da Unipac de Barbacena-MG entre agosto de 2009 e fevereiro de 2010. Atuou como professora substituta no Curso de Jornalismo da Universidade Federal de Viçosa (UFV) entre março e julho de 2010. Tem interesse pelas seguintes temáticas: games e aprendizagem, letramento digital, mídias e educação, cultura visual, produção de conhecimento, comunicação, educação e tecnologias digitais.

Plano Individual de Trabalho

Semana Padrão

 

Prof. Dr. Márcio de Oliveira Guerra (40hs – DE)

Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1979), mestrado em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000), doutorado em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2006) e Pós-Doutorado em Comunicação pela UERJ (2016). Professor Titular da Universidade Federal de Juiz de Fora, como docente da pós-graduação lato e stricto sensu e graduação. Coordena o Núcleo de Pesquisa em Comunicação, Esporte e Cultura. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Radiodifusão, atuando principalmente nos seguintes temas: futebol, comunicação, rádio, jornalismo e eventos. Diretor de Imagem Institucional da UFJF desde 2016.

Plano Individual de Trabalho

Semana Padrão

 

Profa. Dra. Maria Cristina Brandão de Faria (40hs – DE)

Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora; é mestra em Teatro pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (1998) e doutorado em Teatro pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2004). Atualmente é professora titular da Universidade Federal de Juiz de Fora (MG),e Coordenadora do Curso de Pós-graduação Lato Sensu em Televisão,Cinema e Mídias Digitais.Tem experiência na área de Televisão com ênfase em telejornalismo e teledramaturgia. Faz parte do grupo de Pesquisa Comunicação. Identidade e Cultura.É membro do grupo de pesquisasores de ficçâo televisiva do Brasil no Obitel. – ECA /USP e professora permanente do Mestrado em Comunicação da UFJF.

Plano Individual de Trabalho

 

Prof. Dr. Nilson Assunção Alvarenga (40hs – DE)

Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1996), mestrado em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1999) e doutorado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2003). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de Juiz de Fora e pesquisador colaborador da Universidade Federal de Juiz de Fora. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Teoria da Comunicação e Cinema, atuando principalmente nos seguintes temas: cinema, imagem, cinema digital, vanguardas e cinema brasileiro

Plano Individual de Trabalho

Semana Padrão

 

Profa. Dra. Telma Sueli Pinto Johnson (40hs – DE)
Afastada para pós-doutorado no exterior até setembro de 2017, conforme portaria 227 de 02 de março de 2017.

Doutora em Comunicação e Sociabilidade Contemporânea (UFMG), mestra em Jornalismo (Southern Illinois University-EUA), especialista em Gestão Estratégica da Informação (UFMG) e graduada em Comunicação Social/Jornalismo (UFPA). Professora adjunta da Faculdade de Comunicação, Departamento de Métodos Aplicados e Práticas Laboratoriais, da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). É investigadora de pós-doutoramento no LabCom.IFP da Universidade da Beira Interior, em Portugal, sob a supervisão do Prof. Dr. João Canavilhas, na área de jornalismo em interfaces móveis. Foi pesquisadora-bolsista da Fulbright Comission, desenvolvendo o projeto Brazil’s Electronic Newspapers: the first generation, sob a coordenação do Prof. Dr. James Kelly. Atuou como jornalista profissional nos jornais Gazeta Mercantil (SP), Folha de S. Paulo (SP), O Globo (RJ). Seus interesses de pesquisa envolvem Jornalismo e interfaces móveis, teorias das mídias digitais, redes sociais colaborativas on-line, teorias do jornalismo, metodologias de pesquisa social em rede. É autora dos livros Nos bastidores da Wikipédia Lusófona: percalços e conquistas de um projeto de escrita coletiva on-line (2010, E-Papers/RJ) e Pesquisa social mediada por computador: questões, metodologia e técnicas qualitativas (2010, E-Papers/RJ).

 

Professores Substitutos:

Profa. Dra. Fernanda Fernandes – 20hs

Jornalista e Doutora em Letras/Estudos Literários, pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2015), desenvolveu parte de sua pesquisa sobre o público na cultura contemporânea na Universidade de Stanford, Califórnia (EUA), com auxílio CAPES/PDSE. Na UFJF concluiu também o mestrado em Teoria da Literatura (2009) e a graduação em Comunicação Social (2001). Atualmente professora substituta na Faculdade de Comunicação Social da UFJF, função que desempenhou anteriormente (2007-2009). Também lecionou na Faculdade do Sudeste Mineiro (Facsum), onde coordenou o curso de Comunicação Social (2010-2012). Tem experiência profissional em Jornalismo Impresso (trabalhando principalmente no Caderno Dois do jornal Tribuna de Minas), Assessoria de Comunicação, Jornalismo Cultural e ensino de Jornalismo. Na área de ensino e pesquisa atua principalmente nos seguintes temas: cultura e jornalismo. Estuda a circulação da cultura na contemporaneidade.

Plano Individual de Trabalho

Semana Padrão

 

Profa. Mestre Gilze Bara – 20hs

Mestre pelo PPGCom da Universidade Federal de Juiz de Fora (2012), Especialista em Comunicação Empresarial pela UFJF (2007), Graduada em Comunicação Social/Jornalismo pela UFJF (1993). Coordenadora do Curso de Comunicação Social do Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora (CES/JF) desde julho de 2013. Professora do CES/JF desde fevereiro de 2008, sendo responsável por disciplinas de Telejornalismo, Radiojornalismo, Relações Públicas e Jornalismo Esportivo, entre outras. Professora substituta da Faculdade de Comunicação Social da UFJF por duas vezes: de dezembro de 2015 até o presente momento e de agosto de 2005 a agosto de 2007. Professora do módulo de Telejornalismo na Especialização em Jornalismo Esportivo da PUC Minas em Juiz de Fora. Professora do módulo Projetos em Jornalismo Multiplataforma na Especialização em Jornalismo Multiplataforma da Faculdade de Comunicação da UFJF. Editora responsável da TV Alterosa/SBT Juiz de Fora durante quase sete anos (abril de 2002 a janeiro de 2009). Assessora de Comunicação do Vôlei UFJF na temporada 2014/2015 e do JF Vôlei na temporada 2015/2016. Ampla experiência também em rádio, jornalismo impresso e assessoria de comunicação. Autora de capítulos sobre telejornalismo em diversos livros. Co-redatora e pesquisadora do livro “Centro Cultural Pró-Música 40 anos – Milhares no palco, milhões na plateia” (2014) e co-redatora do livro “Uma contribuição de 25 anos à história da Música Antiga no Brasil” (2000). Comentarista em transmissões de jogos de voleibol na Rádio Web Toque de Bola. Responsável por cursos, palestrante, mediadora de debates, mestre de cerimônias e locutora de peças para TV e rádio.

 

 

Prof. Mestre Vitor Lopes Resende – 20 hs

Professor no curso de Comunicação Social (Publicidade e Propaganda) e no curso de Design Gráfico no Centro Universitário Estácio Juiz de Fora. Professor Substituto na Faculdade de Comunicação Social da UFJF. Mestre em Comunicação pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Especialista em Gestão de Negócios pela UFJF e graduado em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário Newton Paiva.

 

Profa. Dra. Marise Baesso Tristão – 20 hs

Possui graduação em Comunicação Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1993) e mestrado em Comunicação pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2012). Editora na Tribuna de Minas, professora no Curso de Comunicação Social-Jornalismo do Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora (CES-JF)/PUC Minas, professora substituta na Faculdade de Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora. Doutoranda no Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade Federal Fluminense (UFF).

 

Prof. Dr. Marcelo Robalinho – 20 hs

Doutor pelo Programa de Informação e Comunicação em Saúde (Conceito CAPES 5) da Fundação Oswaldo Cruz (2015), com doutorado sanduíche pelo Laboratório de Comunicação e Política da Université Paris XIII (2014). Mestre em Comunicação pela Universidade Federal de Pernambuco (2010). Graduado em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (2000) e Publicidade e Propaganda pela Universidade Federal de Pernambuco (2005). Professor substituto da Faculdade da Comunicação da Universidade de Juiz de Fora (UFJF). Ganhador de três prêmios acadêmicos na área da Comunicação: Adelmo Genro Filho de Pesquisa em Jornalismo de Tese de Doutorado da SBPJor (2016), Freitas Nobre de Doutorado do Intercom (2012) e Compós de Dissertação de Mestrado (2011). Possui experiência em docência no ensino superior da graduação e pós-graduação da Comunicação e da Saúde, bem como atuação na mídia impressa e assessoria de imprensa para órgãos públicos. Sua principal área de interesse acadêmica é a análise do discurso na comunicação na interface entre a saúde e as teorias do jornalismo, com foco na produção jornalística sobre doenças e a relação mídia e saúde.

 

Prof. Ms. Cícero Costa Villela – 20hs

Mestre em “Comunicação e Identidades” (PPGCom/UFJF), onde estudou questões relativas a mídia, discurso e violência utilizando-se dos preceitos teóricos da Análise de Discurso. Graduado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de Juiz de Fora, foi bolsista do Programa de Educação Tutorial no período de 2008-2012, atuando em ensino, pesquisa e extensão. Realizou pesquisas em Comunicação Política e Análise de Discurso. Iniciou suas pesquisas tendo como objeto a cobertura da mídia das campanhas eleitorais. No segundo momento passou a estudar a produção discursiva dos escândalos políticos. Trabalhou no projeto de extensão “Cultura Política” (2010-2011) atuando como bolsista nas oficinas. Em sua pesquisa de mestrado se dedicou ao estudo discursivo da cobertura sobre as favelas no jornal “O Globo” no período de 1982 a 2012. Atualmente é membro do grupo de pesquisa “Sensus”, onde atua como colaborador nas oficinas de Análise de Discurso e pesquisador. Atualmente é assessor de comunicação política do Vereador Jucelio Maria.

 

Prof. Ms. Wendell Guiducci de Oliveira – 20hs

Graduado em Comunicação Social (Jornalismo) pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1999). Mestre em Estudos Literários pela mesma instituição (2016). Doutorando em Estudos Literários pela UFJF. Editor de conteúdo do site do jornal Tribuna de Minas (Juiz de Fora, Minas Gerais), atua também como jornalista freelancer para a Editora On Line (revistas impressas, São Paulo-SP) e Revista DOC (Juiz de Fora-MG). Autor dos livros “Curto & Osso” (2016, ficção) e “Histórias do Nosso Polo” (2011, reportagem – sem ISBN). Tem experiência ainda como quadrinista, ilustrador, redator publicitário e programador visual. Jornalista, escritor, redator, desenhista, letrista, cantor e compositor.

 

Bolsista de Pós-doutorado:

Profa.DraAline Andrade Pereira (Bolsista PNPD)

Bolsista de Pós-Doutorado no Programa de Pós Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Juiz de Fora (PPGCOM-UFJF), pelo PNPD da Capes, onde desenvolve projeto na linha de Comunicação e Poder. Foi coordenadora dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda do Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA), entre março a novembro de 2013. Foi bolsista do Programa de Incentivo à Produção do Conhecimento Técnico e Científico na Área da Cultura da Fundação da Casa de Rui Barbosa. É doutora em História Social pela Universidade Federal Fluminense (UFF), com formação complementar (bolsa doutorado sanduíche) no Department of History da New York University (EUA), sob supervisão da professora Barbara Weinstein, em 2008. Mestre em Comunicação, Imagem e Informação, na área de Mídia e Discurso, pela Universidade Federal Fluminense (2004). Graduada em Comunicação Social, habilitação em Jornalismo, pela Universidade Federal Fluminense (2002). Tem experiência como docente na área de Comunicação Social (Jornalismo e Publicidade e Propaganda), História, Serviço Social, Design, Recursos Humanos e Ciências Contábeis. Atua principalmente nos seguintes temas: Teoria da Comunicação; História do Jornalismo; Literatura e História; Ditadura civil-militar brasileira; Intelectuais e Poder.

Compartilhe: