UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Programação

Você está em: Programação

PROGRAMAÇÃO ATUALIZADA (09/11):

Programação Geral_ERSBQ_091118 – COM SALAS e CHAIR

 

Não percam, na cerimônia de encerramento, o lançamento do Instituto Sua Ciência.  Está curioso?

sua ciencia

 

Programação Geral_ERSBQ_061118 – COM SALAS

aviso das reuniões

Durante esse período teremos paralelamente duas reuniões abertas ao público interessado:

Aberta a todos os membros e convidados para avaliação e discussão do futuro da RQ-MG.

Neste Workshop serão discutidos os desafios da docência no ensino superior de Química e apresentadas algumas das estratégias didáticas que vêm sendo utilizadas, atualmente.

 

Recomendamos que a viagem seja planejada de forma que você possa participar de todo o evento, de preferência.

 0001

 

Durante o período de credenciamento teremos paralelamente duas reuniões abertas ao público interessado:

Aberta a todos os membros e convidados para avaliação e discussão do futuro da RQ-MG.

Neste Workshop serão discutidos os desafios da docência no ensino superior de Química e apresentadas algumas das estratégias didáticas que vêm sendo utilizadas, atualmente.


PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA PARCIAL (ATUALIZADA EM 29/10)

 

09 de novembro, sexta-feira

18:30h – Solenidade de Abertura

19:30h – CONFERÊNCIA DE ABERTURA

Palestrante: Prof. Norberto P. Lopes (FCRRP-USP) – Presidente da SBQ

 

10 e 11 de novembro, sábado e domingo

8:30h – 10:30h – MINICURSOS

Serão ao todo 8 mini-cursos abrangendo várias áreas da Química. Aguardem para verem os demais mini-cursos. As inscrições para os mini-cursos serão abertas nos próximos dias.

Resumo: A fotografia foi inventada no século XIX e as imagens são obtidas por diferentes processos, que resultam de reações químicas envolvendo vários tipos de metais e a luz. Neste minicurso de caráter teórico-experimental vamos conhecer a técnica fotográfica Cianotipia, que utiliza dois compostos de coordenação de ferro e que foi responsável pela impressão do primeiro livro com imagens da história.

Palestrante: Profa. Bárbara Lúcia de Almeida (UFJF)

 

Resumo: Este minicurso discutirá sobre quais fatores são necessários para acelerar reações em química e biologia. Inicialmente, aspectos básicos serão apresentados para a familiarização do público com os temas a serem abordados. Em seguida, o minicurso focará nas estratégias de construção de catalisadores e entendimento do fenômeno catalítico em enzimas e seus modelos. 

Palestrante: Prof. Tiago Antônio da Silva Brandão (UFMG)

 

Resumo: Esse minicurso vai explorar uma sequência de aulas construída a partir de um tema do contexto associado às representações multimodais. Com isso, o foco da aula é deslocado para o estudante, que se torna coprotagonista, em um processo de construção, avaliação e reconstrução de representações.

Palestrante: Prof. Ana Luisa de Quadros (UFMG)

 

Resumo: O objetivo do minicurso é apresentar uma visão geral e introdutória da química computacional, bem como de algumas metodologias de cálculo, abordando suas vantagens e desvantagens. Pretende-se abordar diversas propriedades que podem ser obtidas vias cálculos teóricos demonstrando diferentes aplicações.

Palestrante: Prof. Luciana Guimarães (UFSJ)

 

Resumo: O minicurso abordará o uso de Métodos Quimiométricos como Análise Discriminante por Quadrados Mínimos Parciais (PLS-DA); Regressão por Quadrados Mínimos Parciais (PLS); Seleção de Variáveis por Intervalos (iPLS) e Cartas de Controle Multivariadas, destacando a aplicação no Controle de Qualidade de Biocombustíveis. Também sobre alguns Parâmetros de Mérito para Validação dos Métodos.

Palestrante: Prof. Waldomiro Borges Neto (UFU)

 

Resumo: A química forense é o ramo das ciências forenses voltado para a produção de provas materiais para a justiça, através de análise de substâncias diversas em matrizes, tais como drogas lícitas e ilícitas, venenos, acelerantes e resíduos de incêndio, explosivos, resíduos de disparo de armas de fogo, combustíveis, tintas, fibras, dentre outros. Embora a química forense seja um tema muito importante e que desperte cada vez mais interesse perante a sociedade científica, a sua aplicação no campo da criminalística ainda constitui uma nova linha de pesquisa no Brasil. Este minicurso tem como objetivo apresentar as principais metodologias analíticas que vem sendo empregadas nas áreas de documentoscopia, balística forense, drogas de abuso, adulteração de combustíveis e bebidas, e contrafacção de medicamentos.

Palestrante: Prof. Wanderson Romão (UFES)

 

Resumo:  A química dos alimentos está caracteristicamente relacionada à identificação dos determinantes moleculares, das propriedades materiais e da reatividade química de matrizes alimentares, bem como à aplicação efetiva desse entendimento à melhoria de formulações, processos e estabilidade dos alimentos. Um dos seus objetivos mais importantes é a determinação de relações de causa-efeito e estrutura-funcionalidade entre as diferentes classes de componentes químicos. Dentro deste cenário, o mini curso visa relacionar os fundamentos da química à influência do processamento industrial nos constituintes das bebidas e dos alimentos. Serão abordados os principais conceitos fundamentais da físico-química aplicados ao processamento de alimentos: sistemas de dispersão, formação de espumas, transição vítrea e percepção sensorial.

Palestrante: Prof. Rodrigo Stephani (UFJF)

 

Resumo:  A cachaça, bebida genuinamente brasileira produzida em todas as regiões do país atinge uma produção anual de 1,4 bilhão de litros, com 4 mil marcas registradas e aproximadamente 40 mil produtores legalizados e não legalizados. A bebida é uma matriz complexa com várias reações químicas que ocorrem em toda a cadeia produtiva da bebida desde a colheita da cana até o engarrafamento. Nessas reações, ocorrem a formação dos compostos secundários, contaminantes orgânicos e inorgânicos. Entre os compostos secundários citam-se os álcoois, hidrocarbonetos e compostos carbonilados como aldeídos, ésteres e ácidos carboxílicos, responsáveis pelo ‘flavour” da cachaça. Substâncias como cetonas, compostos fenólicos, aminas e compostos sulfurados também podem ser encontradas em pequenas proporções. Para que a cachaça seja de qualidade, além de atender os parâmetros exigidos pela legislação quanto a sua composição química, deve também apresentar qualidades sensoriais capazes de satisfazer ou mesmo ultrapassar as expectativas de seus consumidores.

O minicurso aborda toda a cadeia produtiva da cachaça, a formação e controle dos componentes secundários e contaminantes, o envelhecimento e a comercialização.

Palestrante: Profa. Maria das Graças Cardoso (UFLA)

 

11:00h – 12:00h – CONFERENCISTAS DE PLENÁRIAS (Clique para ver o perfil ou resumo da palestra):

12:00h – 14:00h – Pausa para o almoço

14:00h – 16:10h – SESSÕES COORDENADAS

Vejam os nomes dos Professores que estarão presentes nas Sessões Coordenadas:

 

16:30h – 18:30h – MESA-REDONDA

Mesa-redonda

16:30h – 17:30h – ESPAÇO DE DIVULGAÇÃO DOS PATROCINADORES

18:30h – 20:00h – SESSÃO DE POSTERS (Ímpares no sábado)

*NO DOMINGO A SESSÃO DE POSTERS SERÁ MAIS CEDO, ENTRE 16:30 e 18:00h (pares no domingo)

 

NO DOMINGO, A SESSÃO DE ENCERRAMENTO COMEÇA ÀS 18:15h 

 

Baixa-Cartaz ERSBQ - A3 

XXXII Encontro Regional da Sociedade Brasileira de Química de Minas Gerais 2018