UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

INICIAL

Data: 17 de março de 2015

O curso de Engenharia Computacional tem como principal característica a interdisciplinaridade e é uma proposta conjunta da Faculdade de Engenharia e do Instituto de Ciências Exatas, nos mesmos moldes do Programa de Pós-Graduação em Modelagem Computacional. A proximidade a este curso de pós-graduação garante ao aluno uma formação em um ambiente de pesquisa, de modo que este se habitue a questionar, buscar novas soluções, verificar suas idéias e compará-las com as de outros, o que certamente se constituirá em uma vantagem comparativa no mercado de trabalho.

Uma dúvida recorrente entre os candidatos ao processo seletivo é a diferença entre o curso de Engenharia Computacional e outros cursos da área da computação, como Ciência da Computação e Engenharia da Computação.

 

Engenharia Computacional x Engenharia da Computação x Ciência da Computação

Os cursos de Engenharia da Computação e Ciência da Computação têm a computação como atividade-fim, ou seja, têm como objeto central de estudos o computador e envolvem diversas áreas relacionadas ao mesmo, desde o desenvolvimento de circuitos integrados (hardware) à Engenharia de Software (software). Historicamente, a Engenharia de Computação nasce da união de especialistas da Engenharia de Circuitos Eletrônicos e de Ciência da Computação. Assim, a diferença entre estes dois cursos geralmente está relacionada à quantidade e profundidade das disciplinas ligadas ao estudo do hardware.

Enquanto nos cursos de Ciência da Computação este estudo tende a ser mais superficial, de forma a permitir que o aluno compreenda o funcionamento do hardware, nos cursos de Engenharia de Computação o aprofundamento tende a ser maior, de forma que o aluno não só compreenda o funcionamento do hardware, mas também possa desenvolvê-lo. Nestes cursos, a integração entre o hardware e o software é dita normalmente vertical: aspectos de hardware, de software e de sistemas, porém sobre um mesmo objeto de estudo, o computador. Segundo a Sociedade Brasileira de Computação (SBC), ambos os cursos devem preparar profissionais capacitados a contribuir para a evolução do conhecimento do ponto de vista científico e tecnológico, e utilizar esse conhecimento na avaliação, especificação e desenvolvimento de ferramentas, métodos e sistemas computacionais.

Já no curso de Engenharia Computacional, o computador passa de objetivo central a meio. O objetivo do curso é o estudo de diferentes áreas da Ciência e das Engenharias através de ferramentas computacionais. Os dois cursos de engenharia possuem aspectos semelhantes e comuns, notadamente aqueles relacionados ao desenvolvimento de ferramentas computacionais de software. Porém o curso de Engenharia Computacional faz uma integração horizontal de diversas áreas do conhecimento: software e sistemas computacionais, matemática computacional, modelagem computacional, aplicadas à resolução de problemas diversos da Ciência e das Engenharias, como os da Engenharia Civil, Elétrica, Ambiental, de Produção, Mecânica, de Petróleo, Biologia, Física, Química, etc.

Ainda em dúvida? Clique aqui e assista ao programa produzido pela Produtora de Notícias da UFJF sobre o nosso curso. A entrevista do prof. Rodrigo Weber ao quadro “Raio X das profissões” do Jornal da GloboNews esclarece algumas questões adicionais. Assista a íntegra da entrevista aqui.