UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

ISSN 1983-8379

Editorial

Você está em: Edições Anteriores > Volume 07 – Número 2 – Março/2015 > Editorial

 

Sem querer parodiar Luís Fernando Veríssimo, mas, política numa hora dessas?  É fato que o assunto está um pouco desgastado. Em verdade, muito se fala, mas pouco se diz… O termo envolve os mais diversos conceitos e acepções. Aquela sazonal disputa de interesses – por vezes, bastante semelhantes – é política? Somente agentes públicos “fazem”, por assim dizer, política? Ou seria ela a “arte do bem viver” – como queriam os antigos gregos?

Aristóteles, de forma bastante abrangente, já tratava do assunto em sua obra, apropriadamente, intitulada Política. E, no transcorrer da história, os mais diversos pensadores, de lugares e épocas distintas, dos mais variados campos de estudo, debruçaram-se sobre o tema: John Locke, Jean-Jacques Rousseau, Voltaire, Karl Marx, Alexis de Tocqueville, Walter Benjamin, Herbert Marcuse, Jean-Paul Sartre, Albert Camus, José Saramago, etc.

Será que ainda resta, então, o que dizer? A Darandina pensa que sim! Desse modo, juntando-se a um campo de estudos fértil e bastante oportuno, a 14ª edição da revista se propõe a analisar possíveis relações entre a política e a literatura. Em tempo, há de se, imperiosamente, delimitar o assunto a ser estudado aqui. Se partíssemos da definição que diz que o homem é um animal político e que tudo que ele faz é movido por esse “instinto”, ora, a edição em questão se tornaria uma vasta e inacabada enciclopédia… Assim, foram aceitos e são, agora, disponibilizados ao público, artigos que envolvem a análise de obras literárias em que o elemento político se configura como fundamental à forma e/ou à estrutura do texto.

Nesse sentido, Nayara Meneguetti Pires e Rejane Cristina Rocha (UFSCar) analisam os efeitos do revolucionário ano de 1968 nos personagens de Pedro e Paula, de Helder Macedo. Já Sidinei Eduardo Batista e Luiz Carlos Ferreira Migliozzi de Mello (UEL) investigam o nascimento e as metamorfoses do romance sob uma ótica econômica e política, focando a análise em A Santa do Cabaré, de Moacir Japiassu.

Na sequência das diferentes abordagens do tema central da edição, optam por mergulhar no sombrio período ditatorial brasileiro, Thalles do Nascimento Castro (UFJF), analisando Camarim de Prisioneiro, de Alex Polari, e Deivis Jhones Garlet e Rosani Ketzer Umbach (UFSM), que investigam o conto “Triângulo em cravo e flauta doce”, de Caio Fernando Abreu.

Por outro viés, Leomir Silva de Carvalho e Sílvio Augusto de Oliveira Holanda (UFPA) pesquisam a tradução para o espanhol de Grande sertão: veredas, realizada por Ángel Crespo, procurando refletir acerca de seu possível alcance político. Já Rosane Cardoso e Amada Dörr (UNISC) estudam os efeitos da violência no Paraguai – resultantes das duas grandes guerras que envolveram o país entre os séculos XX e XXI, a do Paraguai e a do Chaco – na obra de Augusto Roa Bastos. E Diogo da Silva Nascimento (UEL) opta por elaborar uma análise comparativa entre as narrativas Histórias do sr. Keuner, de Bertolt Brecht, e O senhor Brecht, de Gonçalo Tavares, para, através da relação intertextual entre ambas, investigar algumas questões sociopolíticas.

Há, ainda, os trabalhos de Ana Cláudia Guimarães Senna (UFSJ), sobre a graphic novel Persépolis, de Marjane Satrapi, que observa a história do Irã e toca em aspectos delicados do regime teocrático que dirige o país, e de Anelise de Freiras (UFJF), sobre a trilogia “Alma da África”, de Antônio Olinto, investigando aspectos acerca da construção do feminino, da diáspora africana no Brasil e da crioulização.

Por fim, mas não menos importante, há ainda, compondo essa edição da Darandina, o interessante conto “Meu filho, você ainda vai ser doutor”, de Francisco Neto Pereira Pinto (UFT).

Resta-nos agradecer a todos os autores e autoras por terem confiado à nossa revista a publicação de seus trabalhos. E convidar todos os nossos leitores a uma interessante e produtiva visita… Boa leitura!

 

Wagner Lacerda

Comissão Editorial da Darandina Revisteletrônica

Darandina Revisteletrônica