UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Critt realiza cerimônia de graduação da empresa Mais Laudo

Data: 14 de fevereiro de 2020

Com a marca de 32 empresas graduadas desde sua fundação, o Centro Regional de Inovação e Transferência de Tecnologia (Critt UFJF) entregou à sociedade e ao mercado a empresa Mais Telemedicina. A cerimônia de graduação da empresa aconteceu nesta quinta-feira, 13, às 19h, no Coworking do Critt.

 

Equipe Mais Laudo recebendo o certificado.

Equipe Mais Laudo recebendo o certificado.

Para o gerente de empreendedorismo da UFJF e responsável pela Incubadora de Base Tecnológica do Critt, Rafael Gonçalves, a graduação representa o sentimento de dever cumprido e de orgulho pela graduação do empreendimento. “É uma empresa que apresenta um desempenho extraordinário, conseguindo escalar muito a sua operação em pouco tempo. O nosso objetivo é incubar e graduar mais empresas como a Mais Laudo”. Segundo Rafael, o fim desta etapa marca também a o encerramento de todo um trabalho da equipe do Critt em ajudar a desenvolver as ideias que entram na Incubadora e agora saem como empresas consolidadas.

 

Os sócios da empresa Leandro Wong, João Marcos e Antônio Miranda com o gerente do setor de empreendedorismo, Rafael Gonçalves

Os sócios da empresa Leandro Wong, João Marcos e Antônio Miranda com o gerente do setor de empreendedorismo, Rafael Gonçalves.

 

 

O empresário João Marcos, um dos sócios da empresa, ressalta que a cerimônia significa mais uma etapa na conclusão do sonho de empreender. “Existe sempre o clichê de falar que empreender é difícil e que não é para qualquer um, e de fato isso é verdade, mas somos gratos em estar graduando dentro do Critt, por ter passado os primeiros desafios perto de pessoas que estavam sempre prontas a nos ajudar”.

 

A graduação não marca o fim da parceria entre a empresa e o Critt. João Marcos ressalta que deseja manter o vínculo de colaboração com a Incubadora e espera retribuir todo conhecimento e suporte que recebeu. “Sentiremos saudades, pois são quase 7 anos dentro do Critt. Esperamos voltar um dia, seja com a Mais Telemedicina, ou com uma nova empresa”.

Compartilhe: